Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Meu Jeito Estranho de Amar


Alô ... ??? amor, amor ...
Que saudades de te ver
Na passarela!

Amor, sou eu!
Atende amor!
As lembranças que guardei
São tão singelas!

Eu sei,
Tantas coisas
Que falei

Só me fizeram
Te contrariar

Agora,
Quando passa a
Verde e rosa

Eu te lembro
Toda prosa

Tu não vais
Mais desfilar

Está fazendo quase
Dois anos

Que nós brigamos
De vera, pra valer

Tuas sandálias
Guardadas

Há tanto tempo
Te esperam

Será que esse
Samba canção

Vai te fazer
Escutar

Olha eu te peço
Perdão, meu amor

Do meu jeito estranho
De amar

Alô ... ??? amor, amor ...
Desfilavas na avenida,
Toda bela!

Amor, sou eu!
Atende amor!
Desenhavas com teus passos
Linda aquarela!

Eu sei
Que as bobagens
Que eu dizia

Só fizeram
Te contrariar

Agora,
Quando passa a
Verde e rosa

Tua ala
Tão formosa

Tu não vais
Mais desfilar

Está fazendo quase
Dois anos

Que nós brigamos
De vera, pra valer

Tuas sandálias
Guardadas

Há tanto tempo
Te esperam

Será que esse
Samba canção

Vai te fazer
Escutar

Olha eu te peço
Perdão, meu amor

Do meu jeito estranho
De amar
Germano Ribeiro
Enviado por Germano Ribeiro em 05/01/2019
Código do texto: T6543721
Classificação de conteúdo: seguro

Áudio
O Meu Jeito Estranho de Amar - Germano Ribeiro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Germano Ribeiro
Campinas - São Paulo - Brasil
252 textos (24543 leituras)
176 áudios (14265 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/19 16:35)
Germano Ribeiro