Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinal de sol

Mais um dia vai amanhecer
E o cidadão já está de pé
Passa água no rosto
Pra perder o sono
E toma um gole de café

Debaixo do braço
Leva a marmita
Um trem lotado
Ele vai enfrentar
No meio do caminho
O dia amanhece
A cigarra canta
O sol vai esquentar

A cigarra está cantando
É sinal de sol
Sinal de sol, sinal de sol
   (refrão)

O pião mal chegou
O sinal já tocou
E tem que começar
Virar massa
Empilhar tijolo
Carregar concreto
Sem poder parar

O trabalho é pesado
O salário é minguado
Nunca vai compensar
As bolhas nas mãos
Mas o pobre do pião
Tem que trabalhar

O João não nasceu pra presidente
Não é filho de rico
Não tem costas quentes
O João é só um trabalhador
Que labuta na vida meu senhor

Séculos, milênios
Já passaram
E a vida do pobre não mudou
O rico será sempre o bilherdário
E o pobre simples trabalhador


Cássia Dias
Enviado por Cássia Dias em 16/09/2007
Código do texto: T655553
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cássia Dias
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
418 textos (48203 leituras)
71 áudios (16777 audições)
9 e-livros (592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 06:19)
Cássia Dias