Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

um casal não ama assim



Madalena o seu ciúme é doentio  Já vivo desassossegado                                                                             não consigo viver em paz você só me faz sofrer
bebo cachaça como se bebe água para afogar a magoa
comi o pão que o diabo amassou  quando me deixou

Madalena o seu ciúme está me matando
o tempo de estar amando Agente está só brigando
Agente vive uma briga só é por culpa sua você não tem dó
Vou deixar você  e vou dormir na sala se não fico louco

Madalena ou Madalena seu ciúme está nos destruindo
Agente não se ama mais e de amar e de amar você não é capaz
Você já esqueceu como agente se amava
agente sempre voltava as boas  quando briga acabava

Agente não era louco   assim olha agora  pra mim
Já não vivo como antes estou  destruído estou acabado
Alegria não tenho mais só tristeza e dor já não sei o que é  amor
Na cama escuto seu ressonar fico torcendo para o dia clarear
sterquini
Enviado por sterquini em 28/09/2007
Código do texto: T671611

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sterquini
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
517 textos (28640 leituras)
20 áudios (2934 audições)
1 e-livros (3 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:52)
sterquini

Site do Escritor