Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite incômoda

Desorientado eu contei as horas do meu relógio
O momento certo não se marca com ponteiros
Descobri no silêncio de meu ócio
Nenhuma palavra para explicar meu desejo

E incomodado eu me mudo em meu quarto
No abrigo da escuridão a velas da solidão
Eu me escondo e busco outro sonho
No intimo lugar que estou
Busco a forma do amor

Mas ainda desorientado prossigo pela noite
A insônia de minha mente dá sono a solidão
E o incômodo é sempre um açoite
Para as coisas que desejo em meu coração

E incomodado eu me mudo em meu quarto
No abrigo da escuridão a velas da solidão
Eu me escondo e busco outro sonho
No intimo lugar que estou
Busco a forma do amor

Porque eu me incômodo com a noite?
Com o tédio e com o silêncio?
Eu já sabia o que quer que fosse
Esse incômodo tempo
E por tardar as respostas
Não encontro mais palavras
Meus desejos anseiam novas formas
E agora eu só fico com o nada
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 06/10/2007
Código do texto: T683313
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
2645 textos (108286 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 17:15)
Maycon Batestin