Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA É CIUMENTA DE MAIS




Ela se irritou, porque cheguei em casa atrasado
Ela quebrou os pratos e jogou a janta fora
Eu não sei se vou embora ou se fico em casa
Agindo assim, a nossa separação não demora

Saí pra trabalhar e peguei um trânsito danado
De volta, o trânsito estava muito engarrafado
Foi por isso que eu cheguei em casa atrasado
Ela precisa entender que não sou pau-mandado

Tudo que ela quer eu lhe dou
Tudo que ela quer eu lhe faço          (Refrão)
Me viro pelo avesso e lhe dou
Mas, exigir demais de mim vai dá em fracasso

Acredito que ela deve estar mal-acostumada
Ela quer controlar tudo, tudo em minha vida
E, por isso, já não mais à chamo de querida
Agindo assim, ela vai perder meu amor e a minha guarida

Seu descontrole não ajuda, não ajuda não
Seu ciúme é muito, muito, muito demasiado
Não estou acostumado com tanta exigência
Eu não suporto viver assim, assim, tão vigiado

Tudo que ela quer eu lhe dou
Tudo que ela quer eu lhe faço          (Refrão)
Me viro pelo avesso e lhe dou
Mas, exigir demais de mim vai dá em fracasso
Everaldo Barreto de Farias
Enviado por Everaldo Barreto de Farias em 26/03/2020
Código do texto: T6897698
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Everaldo Barreto de Farias
Recife - Pernambuco - Brasil, 62 anos
619 textos (6025 leituras)
13 áudios (822 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/03/20 15:28)
Everaldo Barreto de Farias