Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TARDE DE SOL

Tarde de sol , gado a mugir
Ouço feliz a sinfonia dos rincões
E a cada passo a brisa refrescante
Vem trazer de tão distante
A minh'alma inspirações

Canto a dor de uma saudade
Que o matuto no peito sempre tem
Louvo as proezas dos bravos boiadeiros
Dos amantes e os seresteiros
Que de outros prados vem


Assim eu vou
De alma e coração
Trovando a tarde
Do meu sertão

Versejo os rios de àguas puras
Rimo a beleza da flor que vai se abrir
Choro a rareza das nossas verdes matas
Que um dia a industia ingrata
Irá a todas sestruir

Quando a tarde vai sumindo
Surge uma estrela no céu a reluzir
Vejo ao longe minha casa esverdeada
Onde dentro minha amada
Me espera a sorrir ...
       
                             R G . 3553611 - 1
                           

                                              Tel .        99125 2681

José Braz da Costa
Enviado por José Braz da Costa em 19/06/2020
Reeditado em 19/06/2020
Código do texto: T6982340
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
José Braz da Costa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 78 anos
183 textos (10940 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/08/20 18:26)