Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A verdade simples

O medo de te fazer perder,
Mesmo ela o amor poente,
E simples o amor depoente,
De seguir como se acontecer.

A verdade simples e irradiada,
Como o singelo de fazê-la,
A mais linda e mais bela,
Mesmo assim a ser amada.

Refrão
Como amores em sua fronte,
Mesmo o assim como ser,
Alegrar-se como se conte,
Desde aqui já o amanhecer.

O amor desde jovem pagão,
E maiores lascivas de agir,
Mesmo o ser de cada oração,
O amor de cada esse urgir.

O pedido como a fronteira,
E sentir como o sineiro,
Lâmpadas de queres beira,
De um simples melhor inteiro.

Refrão
Como amores em sua fronte,
Mesmo o assim como ser,
Alegrar-se como se conte,
Desde aqui já o amanhecer.

Correndo para o casebre,
E novatos de cada equestre,
Ser viventes de uma noção,
Embaladas vozes de ação.

Desde o poente já dormente,
E dignificares de suas ilidias,
De horas em cada farias,
O medo de ser sua voz sente.

Refrão
Como amores em sua fronte,
Mesmo o assim como ser,
Alegrar-se como se conte,
Desde aqui já o amanhecer.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 22/06/2020
Código do texto: T6984764
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
4611 textos (15572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 08:02)
Gumer Navarro