Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imagem: Google



A Dama de Vermelho

Garçom, olhe pelo espelho
A dama de vermelho
Que vai se levantar
Note que até a orquestra
Fica toda em festa
Quando ela sai para dançar

Essa dama já me pertenceu
E o culpado fui eu
Da separação
Hoje eu morro de ciúme
Ciúme até do perfume
Que ela deixa no salão

Garçom, amigo
Apague a luz da minha mesa
Eu não quero que ela note
Em mim tanta tristeza

Traga mais uma garrafa
Hoje eu vou me embriagar
Quero dormir para não ver
Outro homem lhe abraçar

Essa dama já me pertenceu
E o culpado fui eu
Da separação
Hoje eu morro de ciúme
Ciúme até do perfume
Que ela deixa no salão

Garçom, amigo
Apague a luz da minha mesa
Eu não quero que ela note
Em mim tanta tristeza

Traga mais uma garrafa
Hoje eu vou me embriagar
Quero dormir para não ver
Outro homem lhe abraçar

Garçom, amigo,
Apague a luz da minha mesa
Eu não quero que ela veja
Em mim tanta tristeza

Traga mais uma garrafa
Hoje eu vou me embriagar
Quero dormir para não ver
Outro homem lhe abraçar

Quero dormir para não ver
Outro homem lhe abraçar

Artista: Reginaldo Rossi


Composição: Ado Benatti. Jeca Mineiro

Álbum: Cabaret do Rossi
Lançamento: 2010

Essa canção também fez muito sucesso na voz de  Waldikc Soriano.


Link da Canção:

https://www.youtube.com/watch?v=D8ZkMIBkUSc



 
Alvaniza Macedo
Enviado por Alvaniza Macedo em 27/06/2020
Código do texto: T6988986
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Alvaniza Macedo
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
500 textos (7376 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 08:52)
Alvaniza Macedo