Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAMENTO DE UM DESEMPREGADO

Hoje acordei muito invocado,
Se ficarem do meu lado,
Acho que não vai ser bom.
Estou sem trabalho e sem dinheiro,
Mas eu sou brasileiro, amo minha nação!

Me convidaram
Pra um trabalho no estrangeiro,
Porém não há dinheiro
Que possa me convencer.
É nesse país abençoado
Que eu quero ficar do lado,
Até quando eu morrer.

Por favor me indique a opção,
Preciso trabalhar,
Não quero virar ladrão.
Me ajudem a conquistar esse respeito,
É meu único direito
Porque eu sou cidadão.

Já tou arrancando
Meu cabelo o tempo todo,
Vivo com ar de doido,
Com tanta conta pra pagar.
Tá tudo atrasado,
Agua, luz e aluguel.
A conta na venda
Do meu amigo Manuel.

A geladeira vive sempre vazia,
A gurizada todo dia
Chora sem ter o que comer.
Preciso arranjar logo um trabalho,
Pois sem ter salário,                          
Ninguém pode sobreviver.
EDMUNDO DE SOUZA e SELMA DO SAMBA
Enviado por EDMUNDO DE SOUZA em 15/09/2020
Código do texto: T7064068
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
EDMUNDO DE SOUZA
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 50 anos
1150 textos (21001 leituras)
13 áudios (181 audições)
1 e-livros (18 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 14:18)
EDMUNDO DE SOUZA