Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Licença Poética


Essa é a história de meu amigo MARIOnete
Ele não sabe o que veste
Nem sequer onde vive
Sua mulher DEUSzinete
Roga cinco pai nossos todo o dia
Para que a AVE da Maria
Bote ovos de ouro
Ou ao menos algo que de gosto!

E viva a DEMONcracia!
Viva o CAPETAlismo!
O acesso ao DINHEIROpia
Nós aproxima do GLOBOlalismo!

E a outra história é do BOA MORTE
Ele acha que deu sorte
Nem sequer saber o que é azar
Sua mulher a dona POLYÚ-o-Mar
Já trocou de rosto na MASQUIVIADAGEM
Da BOTICARO na avenida SEM PILOTAGEM
E a nova identidade é tão suja quanto à outra
Ao menos alguém achou que moda trocar além de roupa

E viva a DEMONcracia!
Viva o CAPETAlismo!
O acesso ao DINHEIROpia
Nós aproxima do GLOBOlalismo!

E ainda há a nossa TELE visão
Além do que parece ser uma ilusão
A DIVERSAStidas cacetadas do mundo virtual
Tão semelhante ao mundo real
Que nem sabe o que é uma licença poética
E confundem com PORNOleiro
Aquele que ler sexo na dialética
E alcança o prazer do POEteiro

Mas que viva a DEMONcracia!
Viva o CAPETAlismo!
O acesso ao DINHEIROpia
Nós aproxima do GLOBOlalismo!




Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 30/10/2007
Código do texto: T716307
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
2645 textos (108279 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 13:48)
Maycon Batestin