Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Norma Culta

Academia brasileira de letras...
Aprendi no primário cada uma delas
construí um vocabulário
Regado a clássicos filosóficos, Literatura universal
Muitos poetas visitaram meu quintal.
Todos sentaram na mesma cadeira que eu sem distinção.
Introspectivo no escrever tenciono alcançar o aquém
que se faça entender a alguém com base cultural parâmetrada
Não gasto palavras com "gente não estudada"
"Não existe saber mais ou saber menos, existem saberes diferentes"(Paulo Freire.)
Então entre tantas diferenças, padronizar o que posso criar seria para mim
engessar meus pensamentos.
Confesso que há uma elegância contemporanêa nos clássicos Literários
que ficaram lá nos seus tempos.
Não emburrecemos apenas acompanhamos os aspectos diacrônicos e Sincrônicos do nosso amado Português.
E confortavelmente sugiro que se domine todas as derivações da língua pois, podemos brincar mais com as palavras e usá-las nos momentos apropriados livres de sermos moldados ou limitados por papeis que usamos para escrever nossos versos e não o avesso...
Não há aqui uma proposta revolucionária porém, um convite a convergência itinerária.
Sejamos cultos sem Padrão
Sejamos poetas com coração ou razão
Sem limitação.
Lauro Camilo
Enviado por Lauro Camilo em 18/11/2017
Código do texto: T6175054
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lauro Camilo
Contagem - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
235 textos (5137 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 16:35)
Lauro Camilo