Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Observações sobre o Processo de Tradução do Português para o Inglês

Naturalmente, as pessoas se perguntariam: Não é melhor traduzir do inglês para o português? Muitos tradutores fazem assim. Portanto, visto que há muitas livros acadêmicos e obras literárias em português que poderiam ser traduzidos para o inglês, será tratado aqui a tradução do português para o inglês.

Como usar os dicionários bilíngues português-inglês no processo de tradução?

O que é um dicionário bilíngue português-inglês? É um dicionário que contém palavras em português com suas respectivas traduções em inglês. É muito utilizado por tradutores.

É necessário sempre lembrar que os dicionários bilíngues português-inglês incorporam traduções de palavras do português para o inglês, e que estes dicionários são muitos limitados, pois só trazem ou dão a tradução equivalente mais aproximada de uma palavra em inglês. Os dicionários bilíngues português-inglês também não englobam condutores de contexto que facilitam a tradução de palavras e expressões idiomáticas. Não trazem todas os usos correntes das palavras nem as várias maneiras de traduzir uma determinada palavra do português para o inglês.

Abra um dicionário bilíngue português-inglês, e note que ao procurar uma palavra você terá de escolher uma das opções de tradução que traduzem determinada palavra em português, e verá que uma palavra pode ter uma, duas ou mais traduções de uma palavra para o inglês.

Ao usar dicionários bilíngues português-inglês é bom ter muito cuidado, pois trazem apenas traduções, e não colocações das palavras. (Veja o tópico Tradução de colocações do português para o inglês.) A deficiência destes dicionários é que não trazem um corpo linguístico com todas as colocações possíveis e precisas para determinado contexto. E não há dicionários bilíngues português-inglês que trazem em si todas as formas de traduzir uma palavra ou expressão em português para o inglês, o que fará com que tradutores usem outros recursos que tiverem disponíveis.

Muitos optam por programas de tradução como o Google tradutor e outras ferramentas de tradução computacional ou eletrônica, mas sabendo que estas ferramentas são muito limitadas também. São ineficazes, pois traduzem uma palavra e expressão idiomática literalmente, ou seja, palavra por palavra.

Procure a palavra “cercar” em um dicionário bilíngue português-inglês, e você achará as traduções “surround” e “fence”. Mas quando usar o verbo “cercar” na opção de tradução “surround” e “fence”? Outra palavra é “fundir” que é traduzida para o inglês por “melt”, “cast” e “merge”.  Os dicionários bilíngues português-inglês realmente não dão uma explicação precisa de como usa-las para cada situação comunicativa.

Em resumo, pode-se ver a ineficácia tanto dos dicionários bilíngues português-inglês como de programas de tradução. Porém se o tradutor for linguisticamente habilidoso, usará os recursos disponíveis, como consultar outras fontes de pesquisa ao seu alcance.

Considerações léxicas no processo de tradução.

Não é fácil encontrar um equivalente léxico exato para determinada palavra ou expressão em português para o inglês. Porém existe possibilidades de traduzir uma palavra ou expressão por usar a consulta léxica e idiomática das palavras.

Impossivelmente não há dicionários bilíngues português-inglês que trazem uma lista extensiva e ampla de todas as traduções possíveis de uma palavra ou expressão idiomática. Ao começar a traduzir palavras e expressões idiomáticas em português para o inglês, faça uma consulta léxica, ou análise do léxico, principalmente quando envolve a tradução de um texto em português.  Consequentemente, isto envolve analisar o contexto e compreender a associação que ocorre entre as palavras em português, e que o tradutor deverá traduzi-las corretamente, de modo exato e fiel para o inglês.

Saber que uma palavra em português é vertida por outra em inglês não é suficiente. É necessário saber associar as palavras gramaticalmente a fim de que transmitir com exatidão as palavras em inglês.

Procure em um dicionário bilíngue português-inglês as traduções das palavras abrigo, esconderijo, terra árida, temporal, enorme rochedo e deserto em inglês.

Logo você nota que:

“Abrigo” tem como acepções de tradução as palavras “shelter”, “cover” e “home”.

“Esconderijo” tem como acepções de tradução a palavra “hiding place”.

“Terra árida” seria traduzida literalmente por “arid land”.

“Temporal” tem como acepção de tradução a palavra “storm”.

“Enorme rochedo” seria traduzida literalmente por “huge crag”.

Pode-se concluir que mesmo que as opções apresentadas sejam as opções que traduzem as palavras “abrigo”, “esconderijo”, “terra árida”, “temporal”, “enorme rochedo” e “deserto”, ainda assim é preciso tomar muito cuidado para não transmitir um significado errado. Para explicar melhor isto, observe as seguintes frases que fazem uso das palavras “abrigo”, “esconderijo”, “terra árida”, “temporal”, “enorme rochedo” e “deserto” em português.

“É melhor se proteger contra o temporal.” – “It’s better to safeguard you against the rainstorm.”

“Eu preciso de um abrigo para passar a noite.” – “I need a hiding place to overnight.”

“Onde eu posso encontrar um esconderijo?” – “Where can I find a place of concealment?”

“Ele avistou uma terra árida.” – “He sighted a waterless land.”

“Eles cavaram um buraco num enorme rochedo.” – “They dug a hole in a massive crag.”

“Ninguém consegue andar num deserto descalço.” – “Nobody is able to walk in a parched land barefoot.”

O que se nota na tradução das palavras “abrigo”, “esconderijo”, “terra árida”, “temporal”, “enorme rochedo” e “deserto” nas frases dos exemplos, é que nenhuma das traduções pelo dicionário bilíngue português-inglês foram suficientes para traduzi-las para o inglês.

Nas frases exemplos observe que:

“Abrigo” foi traduzido por “hiding place” em vez de “shelter”, “cover” e “home”.

“Esconderijo” foi traduzido por “place of concealment” em vez de “hiding place”.

“Terra árida” foi vertido por “waterless land” em vez de “arid land”.

“Temporal ” foi traduzido por “rainstorm” em vez de “storm”.

“Enorme rochedo” foi traduzido por “massive crag” em vez de “huge crag”.

“Deserto” foi vertido por “parched land” em vez de “desert”.

Traduzir não é só pegar uma palavra e pronto. Há muitas coisas envolvidas na tradução de uma palavra e expressão idiomática em português para o inglês que não são ensinados pelos gramáticos. Se as palavras forem traduzidas de qualquer maneira sem análise do contexto que estão inseridas podem transmitir o sentido errado, e serem interpretadas erroneamente.

Lembre-se, no entanto, que antes de fazer uma tradução é importante verificar o sentido das palavras e expressões idiomáticas em português, e depois escolher os correspondentes léxicos em inglês que traduzirá melhor as palavras do português. Sempre tenha em mão não só um dicionário bilíngue português-inglês, mas vários, principalmente dicionários bilíngues que trazem colocações, o emprego gramatical de cada palavra e expressão idiomática.

Como se diz todo cuidado é pouco, e no que diz respeito a traduzir do português para o inglês, este cuidado é fundamental para que a tradução seja exata e fiel.

Verbos em português que são traduzidos por verbos frasais em inglês no processo de tradução.

Traduzir não é um trabalho fácil que se faz da noite para o dia. Leva horas, dias e meses para traduzir um texto em português para o inglês.
A tradução de verbos em português para o inglês traz seus dilemas e conflitos que não podem ser explicados por via de regras. Sobretudo, muitos que desejam trabalhar como tradutor devem perceber que os verbos em português produzem obstáculos a sua tradução. Sempre que alguém inexperiente em tradução se depara com a tradução de um texto, ele optará por aquela tradução que aparece nos dicionários bilíngues português-inglês achando que o texto estará traduzido corretamente. Significa isto que não podemos usar as palavras que aparecem nos dicionários bilíngues português-inglês? Não que alguém não possa usa-las, mas se ele fará uma tradução ele precisará tomar muito cuidado para não verter um texto literalmente.

Tratando-se dos verbos em português, pode-se notar que eles são vertidos por verbos frasais em inglês, quer na linguagem formal ou informal. Uma pessoa que não fala outra língua se perguntará: Por que o tradutor verteu esta palavra em português por esta palavra, e não por aquela palavra que aparece nos dicionários bilíngues português-inglês? E provavelmente ela não encontrará uma resposta precisa, se ela não tiver profundo conhecimento dos verbos em português. Tampouco adiantará ela tentar traduzir se não souber o uso formal e informal dos verbos em português.

Por exemplo, os verbos “reduzir”, “revisar” e “entregar” em português. É bom lembrar que um verbo isolado da frase tem um sentido vago, não definido. A dificuldade posta diante do tradutor será escolher os verbos em inglês que corresponderão aos verbos “reduzir”, “revisar” e “entregar” em português. As seguintes frases em português tornarão mais claro a compreensão destes verbos.

“O governo quer reduzir o preço da gasolina.”

“Você tem que revisar o livro e entrega-lo daqui a uma semana.”

A primeira coisa que vem à mente é optar pela tradução que aparece nos dicionários bilíngues português-inglês. Assim, a pessoa que não tem noção de tradução vai traduzir “reduzir” por “to reduce” em vez de “to cut down on”, “revisar” por “to revise” em vez de “to go over” e “entregar” por “to deliver” em vez de “to hand over”. Observe a tradução das seguintes frases em português para o inglês.

“O governo quer reduzir o preço da gasolina.” – “The government wants to reduce the price of gasoline.”

“Você tem que revisar o livro e entrega-lo daqui a uma semana.” – “You have to revise the book and deliver it in a week.”

Será que as traduções estão corretas? Sim, elas estão corretas de certa forma. Contudo, deve-se notar que os verbos “reduzir”, “revisar” e “entregar” podem ser traduzidos por verbos frasais em inglês. Reformulando as frases ficariam assim.

“O governo quer reduzir o preço da gasolina.” – “The government wants to cut down on the price of gas.”

“Você tem que revisar o livro e entrega-lo daqui a uma semana.” – “You have to go over the book and hand it over in a week.”

Levando tudo isto em consideração, o tradutor enfrentará muitos desafios e problemas que não podem ser resolvidos pelo o uso de dicionários bilíngues português-inglês. Traduzir não é só passar uma palavra para outra língua. É uma habilidade que requer completa habilidade linguística e criatividade.

Aprendendo a traduzir frases e expressões idiomáticas em português para o inglês.

Traduzir não é uma tarefa fácil, mas também não é um bicho-de-sete-cabeças. Com muita prática e habilidade linguística uma pessoa pode fazer uma boa tradução.

O processo de tradução começa pela análise da frase ou expressão, e depois pela verificação de cada palavra para descobrir qual é o sentido dela nas frases. Então, o tradutor usará seu conhecimento léxico, pois é obrigatório que ele domine tanto o léxico em português como em inglês a fim de escolher as palavras exatas para traduzir corretamente as frases e expressões em português.

Observe a frase a seguir:

“Ele está completamente abalado ao ser informado que o irmão dele foi atropelado hoje de manhã.”

Como ficaria a tradução desta frase em inglês? Qual é o primeiro passo a ser aplicado na tradução desta frase?

Ocorrerá na tradução da frase “Ele está completamente abalado ao ser informado que o irmão dele foi atropelado hoje de manhã” a verificação léxica, a análise do contexto, as regras gramaticais e a ordem das palavras, o nível de linguagem (se trata de uma frase formal ou informal), o estilo e a semântica. E a tradução da frase para o inglês ficaria assim.

“Ele está completamente abalado ao ser informado que o irmão dele foi atropelado hoje de manhã.” – “He is completely shaken up when being informed that his brother was run over this morning.”

Observe que a parte da frase “ao ser informado” é traduzida por “when being informed that”, sendo que também pode ser vertida “on being informed that”.

Alguns textos em português utilizam frases que possuem um contexto bastante difícil de ser traduzido. Veja as seguintes frases.

“Marcos ficou detido ao ser interrogado pelos policiais.” – “Mark was held in when he was questioned by the police officers.”

“Ela ficou surpresa ao ter notícias da mãe.” – “She was surprised when hearing from her mother.”

“Eu estou muito feliz por entender o significado do enigma.” – “I’m very happy to understand the meaning of the puzzle.”

Nota-se nas frases que as estruturas “ao ser interrogado pelos”, “ao ter notícias da”, e “entender o significado do” é muito complexa.

A tradução de expressões idiomáticas em português para o inglês segue um rumo diferente, e, portanto, o tradutor terá de encontrar uma expressão equivalente em inglês para verter uma expressão idiomática em português, visto que as expressões idiomáticas em português não podem ser traduzidas literalmente, isto é, palavra por palavra.

Observe as expressões idiomáticas a seguir:

“Não ter onde cair morto.” Tradução literal em inglês: “Not to have where to fall dead.”

“Ser um bicho-de-sete-cabeças.” Tradução literal em inglês: “To be a worm of seven heads.”

Qualquer tentativa de traduzir uma expressão idiomática em português palavra por palavra para o inglês soaria estranho e até mesmo engraçado.

“Não ter onde cair morto.” – “To be as poor as a church mouse.”

“Ser um bicho-de-sete-cabeças.” – “To be a hideous thing.”

Por fim, traduzir frases e expressões idiomáticas em português para o inglês exige um conhecimento linguístico mais profundo. Que as informações apresentadas aqui possam servir de ajuda para todos os que desejam se aprofundar na tradução.

Traduzindo o infinitivo de um verbo em português para o inglês.

De acordo com o Dicionário Escolar Academia Brasileira de Letras de Evanildo C. Bechara, define o infinitivo como “forma nominal de um verbo, pelo qual este é referido e dicionarizado e que termina em -ar, -er, -ir, conforme seja o verbo da 1ª, da 2ª ou da 3ª conjugação, respectivamente, ou em –or se for o verbo pôr ou qualquer um dos seus compostos” em português.

O infinitivo de um verbo é constantemente usado tanto na linguagem escrita e oral em português. E como já foi mencionado, o infinitivo é a forma básica de um verbo que termina em -ar, -er, -ir e -or em português. Tratando-se da tradução do infinitivo de um verbo em português para o inglês, nota-se que o infinitivo aparece constantemente após certos verbos em português que ao ser traduzido para o inglês exige a partícula to. Veja os seguintes exemplos.

“Almejou fazer algo.” – “To yearn to do something.”

“Querer fazer algo.” – “To want to do something.”

“Ter a tendência de fazer algo.” – “To tend to do something.”

“Alegar fazer algo.” – “To claim to do something.”

“Tentar fazer algo.” – “To try to do something.”

“Aconselhar alguém a fazer algo.” – “To advise somebody to do something.”

“Começar a fazer algo. – “To begin to do something.”

“Fizer alguém fazer algo.” – “To cause somebody to do something.”

“Estar morrendo de vontade de fazer algo.” – “To be dying to do something.”

Observação: A estrutura “fazer algo” em português e seu correspondente em inglês “to do something” nas seguintes frases podem ser substituídas por outro verbo.

“Esquecer de fazer algo.” – “To forget to do something.”

“Eu esqueci de abrir algo.” – “I forgot to open something.”

“Parar para fazer algo.” – “To stop to do something.”

“Ele parou para olhar algo.” – “He stopped to look at something.”

“Precisar fazer algo.” – “To need to do something.”

“Eles precisam comer algo.” – “They need to eat something.”

Como se traduz o pronome apassivador se para o inglês?

Há muitas frases construídas na voz passiva sintética em português que utilizam o pronome apassivador se. Não existe o pronome apassivador “se” em inglês. Surpreendentemente, este pronome apassivador em português pode dar certa dor de cabeça para aqueles que não têm habilidade com tradução.

Observe as seguintes frases:

“Usavam-se covas e redes para captura-los.” [“Covas e redes foram usadas para captura-los.”] – “Pits and nets were employed to capture them.”

“Estima-se que...” [“É estimado que...”] – “It is estimated that...”

“Fala-se português no Brasil.” [“Português é falado no Brasil.”] – “Portuguese is spoken in Brazil.”

“Exige-se experiência.” [“Experiência é exigida.”] – “Experience is required.”

“Procuram-se vendedores.” [“Vendedores são procurados.”] – “Salespeople are needed.”

“Vende-se computadores.” [“Computadores são vendidos.”] – “Computers for sale.”

“Aqui não se fala inglês.” [“Inglês não é falado aqui.”] – “English is not spoken here.”

“Aluga-se uma casa.” [“Uma casa é alugada.”] – “A house is rented.”

“Vendem-se carros.” [“Carros são vendidos.”] – “Cars are sold.”

Observação: Note que a voz passiva sintética com o pronome apassivador “se” é traduzido pelo verbo “to be” em inglês no presente (“is, are + particípio passado do verbo”), no passado (“was, were + particípio passado do verbo”) ou formas compostas (“has been, have been + particípio passado do verbo”) e em alguns casos nas formas (“is being, are being + particípio passado do verbo”). Se você colocar os verbos que estão na voz passiva sintética com o pronome apassivador pronome apassivador “se” na voz passava analítica (“verbo ser + verbo no particípio”) ficará melhor de traduzi-lo para o inglês (“verbo to be no presente – is, are + particípio passado do verbo, no passado was, were + particípio passado do verbo ou formas compostas has been ou have been + + particípio passado do verbo, ou ainda por is going to/are going to, was going to/were going to + verbo no infinitivo”). Certos verbos como “desesperar-se” etc que estão na voz passiva sintética com o pronome apassivador se são traduzidos no passado imperfeito: “Desesperaram-se todos os passageiros.” – “All the passengers fell into into despair.”

“Sugeriram-se muitas alternativas.” [“Muitas alternativas foram sugeridas.”] – “Many alternatives have been suggested.”

“Já se inaugurou a ponte em Lago da Pedra?” [“A ponte já foi inaugurada em Lago da Pedra?”] – “Has the bridge been open to the public at Lago da Pedra?”

“Resgatou-se a menina.” [“A menina foi resgatada.”] – “The girl was rescued.”

“Fala-se o inglês e francês no Canadá.” [“O inglês e francês são falados no Canadá.”] – “English and French are spoken in Canada.”

“Louve-se a Deus.” [“Deus é louvado.”] – “God is praised.”

“Têm-se tomado todas as precauções.” [“Todas as precauções foram tomadas.”] – “All precautions have been taken.”

“No momento de estourar-se a bomba.” – “At the moment when the bomb was going to explode.”

“Fala-se sobre reforma agrária.” – “The agrarian reform is being discussed.”

Frases com o pronome apassivador “se” em português mudam radicalmente quando são traduzidas para o inglês.

“No juntar-se as folhas, notou o escrivão a falta de uma.” – As the sheets were gathered, the notary noticed that one of them was missing.

“Louvaram-se os presidentes.” – “The presidents were praised.”

“Louvou-se os presidentes.” – “The presidents were praised.”

“Mataram-se os escravos.” – “The slaves were killed.”

“Matou-se os candidatos.” – “The candidates were killed.”

“Sequestrou-se a milionária.” – “The millionairess was kidnapped.”

“O IDH baseia-se em dados sobre renda, escolaridade e expectativa de vida.” – “The IDH is based on income, education and life expectancy data.”

“Transformou-se o encontro em uma grande festa.” – “The meeting was transformed into a big party.”

Observação 1: Os verbos na voz passiva sintética com o pronome apassivador “se” que estão no singular em português, cujo complemento estiver no plural é traduzido no plural em inglês, e não no singular.

“Fuzilou-se os prisioneiros.” – “The prisoners were shot by a firing squad.”

“Segue-se uma série de convenções.” – “A series of conventions are followed.”

Observação 2: Os verbos na voz passiva sintética com o pronome apassivador “se” que estão no plural em português, cujo complemento estiver no plural é traduzido no plural em inglês, e não no singular. Exceto nos casos em que o complemento do verbo estiver no plural que é traduzido por um substantivo incontável no inglês (“information”, “family” etc).

“Fizeram-se várias tentativas para ajudar os sem-tetos.” – “Several trials were made to help the homeless.”

“Vendem-se batatas a bom preço pelo produtor.” – The potatoes are sold at a good price by the producer.”

“Compraram-se salsichas no talho Sanzot.” – “Sausages are bought at the butcher’s shop Sanzot.”

“Dão-se informações neste balcão.” – “Information is given in this room.”

Já que ficou claro aqui como é feita a tradução de frases na voz passiva sintética com o pronome apassivador “se” em português para o inglês, veja agora a tradução das seguintes frases.

“Precisa-se de cozinheiro neste restaurante.” – “A cook is needed in this restaurant.”

“Perdeu-se um cachorro.” – “A dog was lost.”

“Pede-se silêncio nesta sala.” – “Silence is asked in this room.”

“Se diz que...” – “It is said that...”

“Os cães se lavam.” – “The dogs are washed.”

“Precisa-se de professores de inglês.” – “English teachers are needed.”

“Trata-se de casos delicadíssimos.” – “These topics/cases are extremely delicate.”

“Precisa-se de ajudante.” – “An assistant is needed.”

“Precisa-se de jardineiro.” – “A gardener is required/needed.”

“Como José se conheceu pelos irmãos.” – “How Joseph was recognized by his brother.”

“Espancaram-se os presos antes de fugir. – The prisoners were spanked before they scaped.”

Nota: “Trata-se de...” é traduzido por “it is about...”, “it is a question of...”, “it is...”, “it is the case of...”, “we are dealing with...”

“Trata-se de um assunto particular.” – “It is about a private matter.”

“Trata-se de especulações científicas sem fundamento.” – “We are dealing with groundless scientific speculations.”


O processo de tradução do português para o inglês.

Tradução é o ato ou o resultado de reproduzir um termo ou um texto de uma língua (língua-fonte) para outra (língua-alvo).

1) Tanto as equivalências semânticas como estilísticas devem ser preservadas no processo de tradução.

2) Há também ajustes estilísticos e especialização técnica na tradução de um texto escrito.

3) Encontrar o equivalente léxico é muito importante no processo de tradução.

4) O que está escrito na língua-fonte deve estar em harmonia com a língua-alvo. Deve-se fazer uma tradução mais exata possível de cada palavra ou texto a fim de transmitir o máximo do significado da língua-fonte.

5) Expressar com exatidão a palavra ou texto a ser traduzido por observar e analisar as construções gramaticais, a ordem das palavras, aspectos sonoros peculiares a linguagem metrificada.

O que mais dificulta a tradução de uma palavra, de uma frase ou de um texto de uma língua para outra?

Veja por exemplo a palavra balão. A compreensão correta desta palavra é implicará na tradução dela. Não se pode traduzir uma palavra sem que antes ela seja analisada e compreendida a fim de encontrar o equivalente léxico correto para traduzi-la. Em inglês, há as palavras “airship”, “balloon”, “probe” e “bubble” como equivalentes da palavra “balão”. Porém, apenas saber que estas palavras em inglês são os correspondentes léxicos da palavra “balão” não é suficiente. Há mais coisas envolvidas. O contexto é que determinará o sentido e a compreensão correta da palavra “balão”. Para entender melhor isto, veja as seguintes frases com a palavra balão e as traduções equivalentes delas em inglês.

1. “Construíram um novo balão para o transporte aéreo.” [Neste exemplo, a palavra “balão” é sinônimo de “dirigível”.] – A new airship was built for air transportation.

2. Eles lançaram um novo “balão” para estudar as estrelas. [Neste exemplo, a palavra “balão” é sinônimo de “sonda espacial”.] – “They lunched a new probe to study the stars.”

3. “Você pode me ajudar a encher estes balões.” [Neste exemplo, a palavra “balão” refere-se a um “objeto inflável que é usado como brinquedo ou para ornamentar festas de aniversário”.] – “Can you help me blow up these balloons?”

4. “Verifique o balão que aparece na gravura.” [Neste exemplo, a palavra “balão” refere-se a “uma caixa de diálogo mais ou menos circular geralmente acima dos personagens para indicar suas falas”.] – “Check the bubble in the picture.”

Pode notar que tanto a compreensão de uma palavra como o sentido dela podem ter efeito no processo de tradução?

Veja por exemplo a frase: “A Jéssica gosta de sentar no banco do parque e ver as pessoas tomando conta de seus afazeres.” Observar o sentido de uma frase é muito importante antes de traduzi-la. Mas outros aspectos são relevantes como as construções gramaticais, a ordem das palavras e o contexto. Outros fatores que são importantes têm a ver com o tipo de linguagem que está sendo utilizada. A frase é formal ou informal? Na frase deste exemplo, nota-se que ela possui idiomatismo, ou seja, é constituída de linguagem idiomática. Veja como esta frase ficaria em uma tradução para o inglês.

“A Jéssica gosta de sentar no banco do parque e ver as pessoas tomando conta de seus afazeres.” – “Jessica likes to sit on the park bench and watch the people go about their business.”

Este mesmo princípio com respeito a tradução de uma frase se aplica a tradução de um texto.

O papel da gramática na tradução do português para o inglês.

Gramática é a exposição teórica e prática das várias formas e métodos usados em determinada língua para ensinar as regras das palavras.
Todos os idiomas têm suas gramáticas, que explicam a função e as regras das palavras, a associação que ambas possuem na frase e na elaboração de um texto escrito. Portanto, nem todas as estruturas mais profundas de uma língua aparecerão nas gramáticas. Portanto, não se pode esquecer que a gramática ainda serve de monitor para uma linguagem correta e elegante.

Acredita-se que frases prontas cuja fórmula é verbo no infinitivo + mais complemento (objeto direto ou indireto) em português com suas respectivas traduções em inglês são mais fáceis de serem aprendidas do que regras gramaticais, aliás, perder tempo tentando traduzir uma frase usando um dicionário bilíngue português-inglês pode ser muito entediante, ou mesmo frustrante.

Tome por exemplo, uma frase pronta como “procurar por algo” em português. Daí você quer a tradução de “procurar por algo” em inglês, mas não consegue encontrar num dicionário bilíngue português-inglês. O que você tem que fazer para traduzi-la corretamente em inglês? Você deverá ser muito habilidoso, começando por compreender que “procurar por algo” pode ser usado de forma idiomática. Procurar por algo é traduzido por “to search for something” ou “to look for something”.

Exemplo 1: “Estou procurando um novo emprego.” – “I’m looking for a new job.”

Exemplo 2: “Eu procurei por João em toda parte.” – “I searched for John everywhere.”

Usar fórmulas prontas com o verbo no infinitivo + mais complemento (objeto direto ou indireto) em português com suas respectivas traduções em inglês pode ser mais econômico do que tentar procurar palavra por palavra em um dicionário bilíngue português-inglês.

“Fazer algo com alguém.” – “To do something with somebody.”

“Escutar algo.” – “To listen to something.”

“Pagar algo.” – “To pay for something.”

“Falar sobre algo.” – “To talk about something.”

Nota: As palavras “alguém” e “algo” nas frases dos exemplos acima formam o complemento do verbo em português, o que significa que podem ser substituídas por outra palavra.

“Fazer algo com alguém.” – “To do something with somebody.”

“Não quero fazer negócios com o João.” – “I don’t want to do business with John.”

“Escutar algo.” – “To listen to something.”

“Ele gosta de escutar músicas de noite.” – “He likes to listen to music at night.”

“Pagar algo.” – “To pay for something.”

“Você quer pagar os livros em parcelas?” – “Do you want to pay for the books in instalments?”

“Falar sobre algo.” – “To talk about something.”

“Antônio está falando sobre os planetas.” – “Anthony is talking about the planets.”

O processo de tradução do léxico em português para o inglês.

Define-se léxico como conjunto de palavras de uma língua.

Quem trabalha com a lexicografia sabe o quanto é difícil definir e organizar palavras em um dicionário. Agora imagine fazer isso do português para o inglês. Para este trabalho é necessário um lexicógrafo bilíngue que tenha bastante conhecimento de lexicologia.

A lexicologia é um ramo da linguística que investiga a origem, a formação, as variações flexionais, o significado e a história das palavras que formam o léxico de uma língua, bem como uso destas palavras pelos seus falantes.

Se você abrir um dicionário verá que as palavras estão organizadas em ordem alfabética, divisão silábica, categoria ou classe gramatical, ordem de numeração com a definição e exemplos.

Tratando-se da tradução do português para o inglês pode-se se dizer que os dicionários bilíngues português-inglês são muito limitados quanto a dar o correspondente léxico exato de uma palavra. Estes tipos de dicionários só dão traduções aproximadas levando o tradutor muitas vezes a questionar se as palavras que são traduzidas realmente ajudarão a fazer uma tradução exata, fiel de uma frase ou texto.
Veja por exemplo, a palavra “antagonizar” em português. Esta palavra faz parte do léxico brasileiro e significa “opor-se a”.

Observe agora o uso da palavra antagonizar nas seguintes frases:

“A classe operária antagoniza a classe burguesa.”

“Brecht antagonizou-se com Stanilavski.”

A tradução mais aproximada de “antagonizar” é “to antagonize” ou “to oppose”. Embora a palavra antagonizar tenha como equivalentes léxicos “to antagonize” ou “to oppose” não significa que não exista outro(s) verbo(s) em inglês que seja(m) equivalente(s) dele(s).

Se você só encontrou a opção “to antagonize” em dicionário bilíngue português-inglês e não há outro verbo que corresponda a antagonizar neste dicionário, você poderá recorrer a um verbo sinônimo de “to antagonize” ou “to oppose”. Os dicionários bilíngues português-inglês também não trazem todas as traduções precisa de uma palavra da qual uma pessoa olhará para ela é dirá: Será que usar esta palavra realmente refletirá com exatidão o que está escrito em português? Por exemplo, você talvez não encontre a tradução de antagonizar em um dicionário bilíngue português-inglês, mas poderá encontrar em outro. Infelizmente, estes dicionários dão pouca importância para o contexto das palavras e colocações. (Para mais informações veja o tópico Tradução de colocações do português para o inglês.) Porém, pode-se encontrar mais opções de tradução para palavra “antagonizar” em outras fontes de pesquisa.

“To antagonize” e “to oppose” são as opções mais comum que traduzem a palavra “antagonizar” em português. A palavra “antagonizar” também pode ser traduzido por “to contend against”, “to work against” e “to dispute with”.

Muitos sem experiência de tradução verteriam as frases “A classe operária antagoniza a classe burguesa” e “Brecht antagonizou-se com Stanilavski” da seguinte maneira.

“A classe operária antagoniza a classe burguesa.” – “The work class antagonizes the middle class.”

“Brecht antagonizou-se com Stanilavski.” – “Brecht antagonized Stanilavski.”

Porém, pode-se verter as frases novamente assim.

“A classe operária antagoniza a classe burguesa.” – “The work class contends with the middle class.”

“Brecht antagonizou-se com Stanilavski.” – “Brecht contended with Stanilavski.”

Lexicógrafos bilíngues são muitos cautelosos na preparação do léxico de dicionários bilíngue português-inglês. Do mesmo modo, quem deseja trabalhar com tradução precisam dominar bem suas habilidades linguísticas e manejar corretamente as ferramentas que ele usa para traduzir.

Para concluir, lembre-se que traduzir palavras do léxico português para o inglês é necessário aprender corretamente o contexto das palavras, e também dominar a relação sintática que as palavras têm entre si.

A tradução de advérbios para o inglês.

O advérbio é uma palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e de outro advérbio.

O que torna mais difícil a tradução dos advérbios em português para o inglês é a posição deles na frase. Pois há advérbios que são colocados entre o pronome nominativo e o verbo, ou os que são colocados entre o substantivo e o verbo, e ainda outros advérbios que são colocados depois do verbo, no início (os verbos de interrogação, por exemplo) ou no fim da frase em português.

Observe as frases em português com advérbios com suas respectivas traduções em inglês:

“Seu pai não chegou até agora.” – “Your father didn’t come as yet.”

“João muitas vezes falava sobre a criação do universo.” – “John often used to talk about the creation of the universe.”

“Ela sempre toma o café da manhã de manhã.” – “She always has breakfast in the morning.”

“Eles nunca foram a Londres.” – “They have never been in London.”

Note que a posição de certos advérbios varia quando traduzidos do português para o inglês como você terminou de ver nos exemplos. Veja outros exemplos com advérbios.

“Faz algum tempo que não vejo o Marcos e a Maria.” – “I don’t see Mark and Mary some time ago.” Esta frase também pode ser traduzida assim: “It’s a long time since I saw Mark and Mary.”

“Isabel esperou pacientemente pela mãe dela.” – “Elizabeth waited patiently for her mother.”

“Antônio de boa vontade ajudou os sem-tetos.” – “Anthony freely helped the homeless.”

“Você será ricamente abençoado se fizer o que é certo.” – “You will be richly blessed if you do what is right.”

“Ela correu rapidamente a fim de alcançar os amigos dela.” – “She run quickly in order to catch her friends up.”

“Minha família partiu para o oriente.” – “My family went away eastwards.”

“Deus, com toda a certeza, salvará as pessoas boas.” – “God, by all means, will save the good people.”

“Provavelmente ele morrerá antes de chegar em casa.” – “He will probably pass away before getting home.”

“Quanto vezes deve ir ao posto de saúde?” – “How often should I go to the health center?”

“Nós, certamente, queremos que o Carlos se dê bem com o irmão dele.” – “We certainly want Charles to get along with his brther.”

Há muitas frases em que os advérbios são empregados antes dos adjetivos em português para modifica-lo. Veja os seguintes exemplos.

“Paulo é muito pobre.” – “Paul is very poor.”

“Ele é extremamente agressivo com os pais dele.” – “He is extremely violent with his parents.”

“Maria se acha muito mais inteligente do que a Jéssica.” – “Mary thinks she is much more intelligent than Jessica.”

“Seu carro é bastante rápido.” – “Your car is fast enough.”

“Eu não sou tão bom quanto você em matemática.” – “I’m not so good as you in math.”

Os exemplos aqui não incluem todos os advérbios em português que são traduzidos para o inglês.
Giljonnys Dias
Enviado por Giljonnys Dias em 04/06/2018
Reeditado em 16/06/2018
Código do texto: T6355265
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Giljonnys Dias
Lago da Pedra - Maranhão - Brasil, 32 anos
68 textos (1485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/18 13:57)
Giljonnys Dias