Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINEREiZ DA MINERANÇA

Alííí ou pertim = Distância mineira – É alí bem pertim! – Daqui alií é perim qui só venu
Ândssi – Ânderson – Mia fia pois nomi di Andissi nu fii dela.
Antônti ou antionte  -  Antes de ontem – Fui lá antionte. Fui lá antonte.
Apá – Scápula – Eu tomei marjeito naapá
Arfena = Alfenas – U cê vai di oin parfena?
Ari – Ar – Soantônho butuô u palitó pur farta di ari.
Arpendi – Alpendre – varanda na frente da casa – Eu fiquei nu arpendi oianu até u trem pitá na cura.
Atazaná – Perturbar – Cê ta atazananu minha muringa
Badacama = debaixo da cama  - lá im casa nói guarda u urinó badacama.
Badapia = debaixo da pia – Badapia fica um truqueis.
Bádapônt = debaixo da ponte – A veim morav badapônt
Badrami – Baldrame – da tapera véia só ficô us badrami.
Baité = Abaeté – Mai im Baité é tão bão!
Bambóra = vamos embora – Bambora pu noss rancho
Banqueta – Barranco – Largato gosta de intocá nus buracu da banqueta.
Bão tamém = concordo com você – Num é bem ansim não, mai ansim é bão tammém.
Baquiara = Capim Braqueara -  Puis u jumentim lá nu baquiará
Baranga – Carro velho – Oincê panhô ess baranga?
Baratim = Coisas baratas – As carça tava baratim até.
Barguia – Braguilha/Ziper da calça – Iii, rebentô a barguia!
Barriado – Dia em que se enche as paredes de barro em casa de pau a pique. – Foi nu dii du barriado.
Bassora – vassoura – eu guardei a bassora lá nu suaio.
Bateu cum as deiz – Morreu – Sá Maria bateu cum as deiz fais tempo.
Bateu cuo rabo na cerca - Morreu – Seu Quimzim bateu cuo rabo na cerca hoje!
Beagá ou Belzonti = Belo Horizonte  - Eu vou é nessa coisa pá Belzonti?
Beleleu – Morreu – Iii essi já foi pu beleleu
Belêzz -  Beleza - Mai qui belêzz
Beraba = Uberaba – Cumpai, eu truxe um marruero di Beraba pas vaca
Berádurrii = beirada do rio – Na beradurrii tem a banqueta, cuidado.
Berlândia = Uberlândia – Berlândia oijimdia é um lejo de praça.
Besta quadrada – Pessoa ignorante – Mané du Justinu é uma besta quadrada.
Beudo – Bêbado – Bibi só um cadim de cajibrina i já fiquei beudo.
Biboca – Lugar difícil - pouco frequentado – Lá é uma biboca qui só venu!
Bicudo – Bêbado – Mai num é qui tudo saudo tem qui ficá bicudo?
Birité = Ibirité – Cê cunhece Birité cumpai?
Bitela (o) – mulher ou homem gordos - A Gini virô uma bitela, cuitada!
Bitiúra = Ibitiúra de Minas – Bitiúra é uma cidadim!
Bobajada – Bobagens – Nus, oin tem homi  é só bobajada que qui sai.
Boi di'mií = Bolo de milho – Na roça cumê um boi di mii é tão bão.
Bolero – Goleiro – Vai bolero, pega essi trem sô
Bolim – Bolinho de chuva – Em dia di chuva uns bolim é bão.
Bololô – Confusão – Nu fim dus festejo  foi um bololô.
Boncesso = Bom Sucesso – Eu já passei na coisa in Boncesso.
Bórdamata = Borda da Mata – Nus, cê é di Bordamata?
Brazía = Brasília – Eu nunca fui im Brazía.
Braziidimins - Brasília de Minas – Eu moro lá im Brasiidimins.
Brazóps = Brasópolis – Cê sabia qui im Brasóps tem corar da Igreja?
Brioso – que tem brilho – U vistido da dãozela era brioso.
Bubiça – Bobagem – U cê pareci quinum sei, fica cuessas bubiça!
Buenbarandão – Bueno Brandão – Im Buenobarandão tem um tar di Jair Asbar.
Bufunfa – Muito dinheiro – Um dii inda matu o boi é pego uma bufunfa na luteriii
Buíta – Bonita – Era uma dãozela buíta memo.
Buíto – Bonito – Cavalo buito qui só venu
Bunidimai – Muito bonito – Essi trenzim é bunidimai.
Buraquim – Buraco pequeno, orifício – Tinha um buraquim piquinim na janela.
Butuô o palitó – Morreu – Zé du Tejo butuô o palitó, cuitado!
Buxa – Esponja – Muié, passa a buxa na mia cacunda.
Cá – com a –  U Cê tá cá cara suja.
Cabocu – Caboclo – Home saudável e simples. Ditim é um cabocu bão!
Cachola – Cabeça – Mai ocê gosta di azucriná mia cachola hein?
Cacunda – Costas - Tava Cuma dor de cacunda que ia até a iscadera.
Cadim – um pouquinho – mai um cadim dessi quejim cumai!
Cadizopô = caixa de isopor
Café pelanu – Café muito quente – Quemei u bico cuessi café pelanu.
Cafezin – café – Dá um cafezim cum pão di quej.
Cafungá – Fazer carinho – Dei uma cafungada nu cangoti dela.
Cagô na retranca – não sustentou o contrato
Caisopô – Caixa de Zopor – Puis as carni na caisopô pa nói levá pá cumê nu camim
Cambito – Pernas finas – Ela fica cum regatiriça cuaqueis cambito di fora.
Cambuquirrr = Cambuquira – Inda num fui im Cambuquirr
Campiá – Sair às pressas – Foi só scuitá u baruiu que ele campiô nu baquiará
Cangote – Nuca – Cafungá nu cangoti é bão!
Caninana – além de cobra – pinga boa – Vamu tomar uma caninana cumpai?
Canjarana – Pinga, cachaça – A canjarana desceu rasganu cumpai!
Canjibrina – Cachaça – Vamu ingulí uma cajibrina cumpai?
Capadu – Porco gordo – Quandu vai cheganu perto di matá u capadu é tão bão.
Capoti – Casaco – U capoti da cumai Batiana é pretim pretim.
Caracó – Andradas – Tudo dii tim qui  nu Caracó.
Carça – Calça – Mia carça é rancatoco.
Carcar – Ferroar – Mai a abeia deu uma carcada na mia sombranceia!
Carcô u nhami – Chamou a atenção – Ele chamô Juliana e carcô u nhami nela.
Carin heim?! = muito caro – Essa brusa tá carim heim?
Carmóps = Carmópolis  - Tá tudo carim im Camóps.
Casdavó – Casa da avó – Na casdavó u cafezim vem pelanu.
Casduzoto – Casa dos outros – Na casduzoto u cê fiquetim.
Casim tra daorta – Privada – Corri lá na casim tra daorta
Cata jeca – Ônibus que faz linha na zona rural – Peguei o cata jeca bem cedim
Cê dá trabai dimai – Você dá muito trabalho – Noss fii, u cê dá trabai dimai sô
Cê é fii di quem? – Você é filho de quem?
Cê já coisou o trem – Você já fez aquilo – Iu docim? Cê já coisô um trem?
Cê mexe cumquê – Em que você trabalha – Lá na rua u cê mexe cumquê?
Cê num some não – desconfiado do mineirim safado – Cê num some não qui ti pego dipoi.
Cê qui sabi – Você é quem sabe. Cê qui sabi si vai o não uai!
Cê tá cuzidu  – preguiça, corpo mole, cansaço – Ei, mai oij cê tá cuzidu memo viu!
Cê ta jóia – Você está bem? – Oooo viadu! Cê tá bem?
Cêbêsta sô! - Você não tem juízo? – Tô falanu, tô falanu, cêbesta sô!
Cêéfiidiquem? =Você é filho de quem? – Cunheçu cê não. Cêéfiidiquem?
Ceica – cerca – Num é qui jumento sartô a ceica
Cêmês quifaiz? – É você mesmo quem fez? – É um cêmês quifaiz essis trenzim?
Cêucontá cêsentichora – Se eu te contar, você senta e chora – Cêu contá mia vida cêssentichora
Chão Vermei = Alterosa – Lugazim que num moro di jeito ninhum é nu Chão Vermei.
Chapa – Dentadura – Tuda noit tem qui tirá a chapa
Chicra – Chícara – Só bebo café na chicra.
Chispa daí – Sai daí depressa. - Cê pega essi cachorrim e cispa daí!
Chô pegá prô cê - deixe que eu pegue para você. - Chô pegá prô cê essi trem!
Chô pô prô cê,– Deixe que eu ponho. - Chô pô prô cê essa caxim lá inriba
Chovê issaí – Deixe-me ver isso – Ôh! Chovê issaí na tua cacunda?
Chucha issuaí e vâmbora – Guarde tudo – Chucha issuaí i vambora di vereda.
Coisa – Trem de ferro – Muié, pega us trem que a coisa vem vinu.
Coisim – Boióla -  Esse coisim, sei não!
Coméquivai? – Como fazer para ir – Ocê aí, mi diga cuméquivai lá nuspritá?
Comeu fubeca – Passou aperto – Zetim cumeu fubeca nu atrais da hora.
Condo – Cômodo – Mia casim tem trei condo.
Confórfô, eu vô – Conforme for, eu vou – Óia, danu certim, conforfô eu vô.
Confórfô.  Conforme for – Conforfô eu vô lá na boca da noiti.
Conselei Lafaeti = Conselheiro Lafaiete – U cê sabi oin fica Conselei Lafaeti?
Contage dasabróba = Centro de Contagem – O lugazim qui é Contage dasabroba!
Corar – Coral – grupo de canto – Na mia terrim tinha até corar
Córgu – Córrego – pesquei essis trem lá nu córgu du cumpai Quim.
Corguim – Riacho – Iiii! Lá é um corguim di nada!
Corosena – Querosene – Vô tacá corosena naqueli tufo di paia i lascá fogo.
Cortô um doze – Passou apertado – Foi andá di oroscopo e cortô um doze.
Cream – Crime – u danado praticô um cream!
Creduincruiz – Creio em Cruz – espanto – Nuss u bichu era fei dimai, creduincruiz!
CreinDeuspai – Creio em Deus Pai = desconjuro – Gosto dissu não, creindeuspai!
Creindeuspai = meu Deus! – aquele muié é feia dimai, creindeuspai.
Cú di mundo – Ibaité – Sô u cê memo qui mora naquê cu di mundo.
Cuaquela – Com aquela – Põe essi cavalo cuaquela égua pá vê qui trem qui vai dá.
Cuaquele – Com aquele – Ela tinha feição cuaquele rapais.
Cuatesta – Com a testa – Deu uma trupicada e foi cuatesta nu chaõ.
Cuesse – Com esse – Vai cuesse qui vô cuoto.
Cuitádocê – Coitado de você = desdém, incapacidade. Prosianisso? Cuitadocê!
Culiado – maquinação, conspiração, trama -  U homi fêis uma culiera danada!
Cuma – com uma – Oi tô cuma nhaca!
Cumê di capitão – Comer a refeição sem talheres – Lá é  cumê di capitão tudiii!
Cumé qui vai nesstrem? – Como se vao nesse lugar -  É lá u cumiss? Cumé qui vai nesstrem?
Cumé quicevai?' = Como vai você? – Cuméquicevai cumai?
Cumé quisetá? – Como está você – Cumé quisetá cumpai?
Cumé quocêchama? = Qual o seu nome? – Cumé quocechama fii da zunha!
Cumê um trem – Comer alguma coisa – Vamu passá nessi treco e cumé um trem?
Cuméquicêchama? – Qual o seu nome = Cuméquicê cham memo?
Cumiço – Comício – Eu fui nu cumiço daquele tonto, iii, tá cus burro n´água viu!
Cumidera  – muita comida – Nu casório du Ditim tinha uma cumidera, nuss!
Cumprentendenu? –compreendeu? – É dessi jeitim, cê tá cumprendenu?
Cumu – Como – Cumu é o nome du minhinu?
Cuoto – Com o outro – Andava cuoto u tempo tudo.
Curchuado – Acolchoado – Ela tinha um curchuado qui era uma bunhiteza.
Custipá  –r esfriar – Oij manheci mei custipadu.
Dá os trem prusôtu – doar as coisas – Nu frii é hora di dá uns trem prusôtu
Dá uns tapa na orêia – Mãe brava com filho – Siucê num pará vô dá uns tapa na orêia.
Dedéu – Algo bom – Essi pudim tá bão pá dedéu.
Dedim di prosa – Conversar um pouco – Eu dei um dedim di prosa cus amigu antônti.
Deitô na puera – foi muito rápido – Pegô o pangaré i deitô na puera.
Deitô no roçado – Levou a sério a tarefa – Era cidim e eu já deitei nu roçado.
Dendapia = dentro da pia – A  escumadera tá dendapia.
Denduforn = dentro do forno  - U biscoitu tá denduforn
Denduforno prassá – Dentro do forno para assar – Infia essi trem denduforno prassá!
Dêsbençôi – Deus lhe abençoe – Bença tii! Dêsbençoi subrim!
Dêstiabençôi - Que Deus te abençôe – Dêstibençõe, vai cum Deus.
Deusdi – Desde – Deusdudii quiu cê vazô, eu tô ness peleja!
Dexa de bestage – deixe de bobagem – Faissu não, dexa di bestage sô!
Déztercer – 13º salário – Déztercer teu já vei?
Diameia – Lavoura de meeiros -  Prantei um café diameia.
Dibaidascuberta – Debaixo das cobertas = Iiii! Vô tendê não. Já tô dibaidascuberta!
Difidimai  – muito difícil -  Essi trem é difidimai, uai, ninguém feis inda!
Diia! = Bom dia – Diia cumpai!
Dimái da conta – além dos limites – Eu tava beudo dimai da conta memo.
Dinterim – O dia inteirinho = Trabaiei u dinterim i num ganhei nem um cafezim!
Dipindurado – Dependurado – U rabo di tatu tá dipindurado tradaporta!
Direção – Volante – A direção du fuscão do Andi é piquininim.
Dirrubá – derrubar – Num dirrubei ninhuma arve.
Disgramô tudim  – deu tudo errado – Iiii, fiquei u dii interim fazenu e disgramô tudim.
Disinvorvenu – Desenvolvendo – Ele tá ficanu disinvorvido.
Dispená Sabiá – Masturbação – U rapaiz tava dispenanu a sabiá dibaxo da ave.
Dispoi – Depois – Dispoi di moiá um cadim é só sapecá
Divera! – É verdade, é mesmo – Divera iss cumai!
Divereda – Rápido – Ela foi divereda pá casa.
Divinóps = Divinópolis – Eu morava im Divinóps
Dôcindileit – Docinho de leite – Dôcindileit é bão dimai da conta memo.
Dôdistamu  – Dor de estômago – Tô Cuma dor distamu!
Doidimais = doido demais – Tirar bichim di porco doidimais.
Doncêé? = De onde você é? – Uai rapai, nunca vi oncê, doncêé!
Duvideodó – Descrença, desafio -  Cê tá falanu iss,  duvideodó!
Duzôtu – Dos outros, que é de outras pessoas – Num rivira us trem duzôtu!
Ê trem bão = Gostei – Ê trem bão tá essi mii mãe!
Eguim – Égua pequena - A eguim assustô cu Candim e saiu divereda.
Êita ferro! – Perplexo, abismado – Óia lá a biboca qui u caminhão caiu? Eita ferro!
Émêss? - É mesmo? – Eu já vim di lá! Nuss émess?
Êmissi – Êmerson – Um Êmissi é um cabocu sacudido.
Enchê uszóio – Boniteza, beleza, muito apreciado – Era uma reis di enchê uszóio!
Então veja na prática a linguagem do povo mineiro das regiões norte, nordeste, triângulo, sudoeste, centro de Minas prosiano: Sab cumpai, isturdia, mai o meno meiidiimêi, achu qui era transantonti. Mia fia foi preiscola i tava cum jeidichuva. Um nuvião preto vinha cumeno badamata. Ei sô, tive qui pô o genipapo na bagagera uai e levá a minhina di troti preiscola.  E a chuva ainda pego noi nu mei caminhu. Moiemo cadinho mai deu tempinda. Tá cum jeidichuva traveis cumpai, tá quánahora, dexoí, sêsquivem eu vórto e nóis proseia mais um cadim. Puis tenho que tomá um trem e pegá o oinbu paipá casa, uai. Inté cumpai!
Epassaqui? = ele passsa aqui? – Iii, fica briosa, epassqui quando vortá.
Espia só procêvê – Olha só isso, veja só – Espia só procêvê essi trem!
Esquentá a pioenta – preocupação, aflição, sem paciência – Isquentei a pioenta onti.
Fafavô – Faça o favor – Fai favô di vim aqui um cadim?
Faiznão = Não faça isso.  Mia fia, faiznão!
Fazê os trem prus coco – Fazer de qualquer jeito – Vamu fazê us trem prus coco oij!
Fazênuora – Esperando, descansando – Tô fazênuora qui até u patrão vim.
Feróis – Feroz – Ágil – U carro era feróis.
Fesjunina – Festa junina - Gosdi dimai  da conta di fesjunina.
Festejo – Vários dias de festa – Quando chega us festejo é bão dimai.
Fiédazunha = Xingamento próximo de filho da puta – Vorta aqui seu fiédazunha!
Figu – Fígado – Oij tô cuma dor nus figu!
Fingidiégua – fazer-se de bobo – A hora qui u cê tivê iscuitanu fingi diégua!
Fioticruizcredo – Esquisito, feio, chato, inconveniente – Sai prá lá fioti dicruiscredo!
Fogo di paia  – nada a ver – Issu qui u cê tá michiricanu é fogo di paia!
Friagi – Friagem que faz mal – Sai dess friagi, minhinu sinão cê vai custipá!
Froxim –  frouxo - cansado – Ela tá froxim di tantu tabaiá
Fubeca – momento difícil - Bastião Fermiano comeu fubeca no morrindaspeda isturdia, uai.
Furunfá – Ficar de agarramento, relação íntima – Eita ferro! Mai furunfá é bão di mai!
Gãe – Ganho – Quantu u cê gãe?
Gai – Galho – U gai da arve caiu.
Gambiarra – Serviço mal feito – Aqui é tudim gambiarra, até us fius.
Ganhô minino – Deu à Luz um bebê
Garroti – novilho – Era um garroti taludo.
Gastura –  Aflição, mal estar – Cumi aquele franguim cum arrois, mai deu uma gastura!
GendiDeus! – Gente de Deus! = Exclamação, espanto – GendiDeus, u que foi esse trosso!
Gentaiada medonha – Muitas pessoas. Eu fui lá cuêis, mai tinha uma gentaia medonha.
Gibera – Bolso – Guardou os cobre na gibera
Gora – Agora – Gora num sei cumu é.
Gora – Agora – Matutei dimai, gora já sei u qui vô fazê.
Gorá – Fazer dar certo ou fazer dar errado. Eu fiis tudo certim, mai cumpai Neis ficô goranu.
Góracêdu = Agora cedo – Goracedu já bati mii pas galim.
Górinhamêis = Agora mesmo – Tirei leit gorinhamêis.
Goro – Gol – Jogaru u tempu tudo i num fizergoro.
Gradimai docê – Amo você – Miquilina, toô mei canhadu, é qui graddimai do cê!
Gripdiporcu – Gripe suína – Cê já tomô varcina pá gripdiporcu?
Grude – Comida – O grude oij sai mai tardi.
Grujeta – Gorjeta – Dei uma grujeta na Igreija
Guatambú – Cabo de enxada – Quero vê é nora di pegá nu guatambú
Guenta a mão: espere um pouco, já resolvo, já venho – Vô alí um cadim, guenta a mão aí!
HU! Viádu! = Oi amigo! – Hu viádu, vem qui.
Iguá – Igual – Essi é iguá aquele.
Imbrui – embrulho - Inbrúia dôidôci quivôlevá
Imbruiamen dioin – Dramim - Sô tem remedim pa imbruiamen dioin?
Imbruiamen distamo - Estômago embrulhando –  Tem remédio pa imbruiament di istamo?
Imbuscado – Dia chuvoso – Oij tá imbuscado
Impazinadu – Comeu demais – Saulo tá impazinadu di tantu qui cumeu
Impêim – Empenho – Si num tivé impeim num vai.
Impiado – Empilhado – Deixa tudo impiado na tuia.
Impuiadô – Sátiro/ Irônico – Gonçarvi é um cabocu impuiadô
Incacifadu – Em dúvida – Eu tô incacifadu cuessi trem!
Incasquetá – cismar, botar uma ideia na cabeça, ´Iiii! Ela incasquetô qui eu num tô suzim!
Incimdacama = Encima da cama – Essa gata só fica incindacama
Incruzado – Cruzado – Vamu incruzá a a prosa agorim.
Incruziada – Encruzilhada – Perto du morrim das peda tem uma incruziada
Incuído – Encolhido – O bizerro tava incuído di friu
Incurujá – Enconlher, deitar – Tava incurujado dendicasa!
Infastiadu – Mal estar, indisposição – Passei infastiadu u dii interim
Ingaiado – preso – O cachorro ficô ingaido
Ingastaiou – Agarrou, emperrou -  Essi trem ingastaiô qui, num sei não!
Ingeim – Engenho – Tinha um barui nu zinco du ingeim.
Ingenhero – Dono do engenho – Dorfino é u dono du injeim
Ingoli – Engolir – Ingoli loguisso minhino
Ingraçanu – Começando a namorar – Loguim ela tá ingraçanu cum cabocu.
Ingrisia – Confusão – Ela tá numa ingrisia medonha.
Injesti – existe – Essi trem qui vancê tá prosiano não injeste.
Inredar – Fofocar – Mariazim tava inredanu da irmã dela.
Inriba – em cima – Tá inriba desse trem aí uai.
Inroda – em volta de – a minhina dançô inroda.
Inrolo – Confusão – Eis intraru num inrolo danado
Insesti – Insistir – Num insesti cum minhinu!
Intafuiado -  Escondido - Vi um cadin di tudo uai, puis eu tava intafuiado badacama.
Intafuiado – escondido – Ele intafuiô nu fundo du suaio do paió.
Intalado – Entalado – Xico intalô nu suaio do paió
Intanguido – Molhado – U minhinu veio intanguido de chuva
Interso – Interesso – Eu interso nesse trem uai
Intimado – envaidecido – ela ficou intimada e serena.
Intindido -  Inteligente, sábio – u dotô é um homintindido
Intipatia – Antipatia – eu tenho uma intipatia desse povo
Intojo – gente enjoada, chata, metida, purgante – Aquela muié da banca da fera é um intojo!
Intorná – Derramar – U leitintornô na vazia.
Isburrifo – Pingos de líquido – Isburrifô croro na ropa.
Iscadera – Quadril – Aquela potranca tem a iscadera larga!
Iscangaiado – Estragado, acabado – A San Tônha tá iscangaiada.
Iscareceu – Escarcéu – Ela feis um iscaraceu lá in casa
Iscôdidente = escova de dente – Oin cê poi a iscôdidente?
Iscôdidenti – Escova de dente – Fiii? Oin cê pois a iscôdidenti?
Iscuitá – Escutar – A vó num iscuita.
Isguaritar – fugir, sumir – A porquim carioca isquatiô memo!
Isgumitá – Vomitar - Ela manhiceu isgumitanu até as tripa
Ispiá – Espiar – Eu tava ispianu pu buraquim da porta.
Ispia só – Observe, veja, preste atenção - Ipia só pu cê vê nu qui vai dá essi trem ingastaiado.
Ispiano – ficar olhando – Tava ispiano o cê dibuiá as corda
Ispicula  – Especule, procure informação. Eu tava ispiculanu e num vi nada.
Ispigão – Espigão – Cume do monte – Quando ocê chegá nuispigão, dá um berro.
Ispim – espinho – Fincô um ispim di uriço nu pé
Ispingarda – Espingarda – Um tirim di ispingarda.
Issé bão dimái da conta! – muito bom – Uma cajibrina cum torremu, issé bão dimai da conta
Istii – Estio – Hoi istiô bem
Istilique  – chilique, ataque de nervos – Nuss, tem hora qui ela tem uns istilique!
Istribado –  muito rico – U Rogerão tá istribado u fidumazunha!
Istribuchô – debater-se. – O cachorrim tava istribuchanu nu terrero.
Istrovo – Estorvo – Num vê qui tá istrovanu?
Ixerço – Exército – Miu fii tá servinu u ixerço.
Ixesti – Existe – Num ixesti nada iguá, num insesti, purquê num tem memo.
Jacú – bobo, da roça, ignorante, medroso – Mai u cê é jacú memo heim, mongó?
Jiriza – Raiva – Tô cum jiriza da bagagera.
Jude – Ajuda – Jude eu qui.
Kidicár = kilo de carne – U cê vê um kidicár?
Lá praqueis cafundó – Lugar longe e feio, vilarejo - O Tiãozim foi morá lá praqueis cafundó
Ladera – Morro íngrime – Era uma laderera oin u oroscopo caiu.
Ladilá dapia = do lado de lá da pia – U troço tá ladilá dapia
Laimcass -  Lá em casa - Vai tomá um cafezin laimcáss
Lambiscanu – petiscando – Eu tava lambiscanu até o grude saí
Lambisgóia – Mulher de língua afiada – Ela é a maió lambisgóia du arraiá.
Lambreta – moto pequena – Miu pai tinha uma lambreta
Lâmpia – Lâmpada – acendi a lâmpia du currá bem cedim
Lançante – Morro leve, pouco íngrime – Tava subinu u lançante digavá.
Largato – Lagarto – Um largato comeu us pintim tudo.
Lascá – Também usado para ação – Vô lascá u pé na arei, loguim tô lá.
Lasquêra – dificuldade. Pode ser também coisa boa! Ô lasquêra é essa muié!
Latrina – Privada – Fai déi dii qui num vô na latrina cumai!
Lejo de homem – Homem muito grande – Ferite é um lejo, tá loco.
Lidilêit = litro de leite – Dá sei pão di sar e doi lidilêit.
Lindura – Muito bonita – Essa frô é uma lindura.
Lisura – Algo liso – A chão da casa tava uma lisura medonha.
Liticador – liquidificador – panhei um liticador zerim, da britânha.
Logali = é logo ali – Vai di vereda, é logali.
Loguisso – Resolver logo com alguma coisa – Comi loguisso sô Zé i para cuesse trem.
Longe paá incardí – muito longe – Rapai, mai lá é longe pá incardi!
Lucinado – louco – Joaquim tava lucinado di tudo.
Lugazim – Lugar pequeno – Mai lá é um lugazim di ripiá.
Lugazim – Lugar pequeno – Mai num é qui u safadu levô a minhina praqueli lugazim!
Luis – Luz – A luis pagô
Lumiano –  iluminando - Jacó tava cua testa lumiano!
Machar – Marchar – Us requinho machava qui só venu.
Maginar – Imaginar – Dispensa de agradecimentos – Num pricisa agradicê, magina!
Magrela – Biscicleta – A primera magrela qui panhei era bunhita bunhita.
Maiado – manchas do animal com cores diferentes – Cachoro maiado.
Male – mal – a cumai tá male di tudo!
Mamparra – Preguiça – Oij tô cuma mamparra!
Mamparrero – preguiçoso – Eita muleque mamparrero!
Marelo – Amarelo – Ela tá cum marelão! Deve sê pobrem di figu.
Marjeito – Mal jeito – extensão muscular – peguei marjeito nu
Marmota – Alguma coisa feia – Nus ucê tá uma marmota oij!
Marrado – Amarrado – Marra bem marrado essi trem
Marruá – Touro – O marruá du cumpai Dito é um lejo.
Masca – Máscara – Vô comprá uma masca pra mim.
Massagá – amassar – Vamu massagá u barro pá fazê u barriado do Tim.
Mastumá = massa de tomate  - Eu gosto de macarrão cum mastumá.
Matutanu – pensando, raciocinando, cismando – Tava matutanu qui e num intindi o trem sô.
Maussú = Manhuaçu – Inda num fui im Maussú
Medonho – Grande – forte – ágil - O tropero era medonho.
Meidaprás = meio da praça – Nóis andava pu meidaprás.
Meidiimei – Meio dia e meia. – Já passava di meidiimei e nada du Candim vim!
Meiidiimêi = Meio-Dia e Meia – Já era meidimei e a coisa num vinha.
Mémo = Mesmo
Mia fia é espândiga – Minha filha é extrovertida
Miacumai – minha comadre
miafía = minha filha
miamiga = minha amante
miamuié = minha esposa
miavó = minha avó
Michiricanu – Falando sem saber – fofoca – U cê michirica di mai muié!
Mii dipipoca – Milho de pipoca – Tudo dumingo dinoit nós rebenta miidipipoca.
Minduim – Amendoim – Ritim tem tant pereva, diiz quié du minduim
Minerança – Mineiros reunidos – Tava uma minerança medonha.
Minim – Pequena mina de água – Fica pertim da minim ládi riba.
Minhã – Amanhã – Minhã bem cedim eu campeio
Mio – Milho – a roça di mio já secô.
Mió qui tá tênu – É o melhor que está tendo = Essi trem é u mió qui tá tênu.
Mirmã – Minha irmã. – Mirmá num tem sussegu horninhuma!
Miu fio é sacudido – Meu filho é bonito
miusubrim = meu sobrinho – Miusubrim já é véi
miutíi = meu tio – Miutii tem uma lambreta
Mixirica – Tangerina
Mocorongo – jacú, bobo, idiota – Num injeste um mai mocorongo do quiucê!
Módiviola – Moda de viola, cantoria com viola.- Ei mai eu gostu di uma módivioa viu!
Moiá – molhar - Poi ponhá ladiladapia pamoi num moiá
Môidicôvi – Mólho de couve – Ei gosto di moidicôvi. Mai gostu mai inda di viradicôvi.
Mongó – Pessoa desligada – U Filipi é mui mongó uai!
Monscrars - Montes Claros – Perdis Monscrar fica porteirim
Morrin – Morro pequeno-  U morrim lá é curtim qui só venu
Mortero – Foguete de vara – Na festa de san Jão só tinha mortero.
Mossião – Monte Sião – Mossião é a cidadutricô
Mundaréu – Muitas coisas  - Era um mundaréu di bobrinha numei dus bobrão.
Muntuêra – O mesmo que mundaréu, muitas coisas. – Era uma muntuera di pipinu, tá loco viu!
Muringa – Cabeça – Cérebro – Tô cum dori na muringa oij!
Murrinha – Pessoa chorosa, desentendida – Uuuu minhina murrinha é o cê!
Murundum – pequeno morro, Monte de coisas, - Era um murundum di curchuado na cama.
Musculento – Musculoso – O moço era musculento, um lejo de braço.
Né = Não é mesmo?
Néca de pitibiriba – Nada – Imprestá us cobri aqui u cê vem, agor pagá, néca de pitibiriba!
Némêzz -  Não é mesmo – Cajibrina cum leite fai má, nemezz
Népussivi – Não é possível. Ucê foi im Roma i num viu u Papa? Népussivi!
Nháca – cheiro ruim impregnado, cecê, coisa podre, mal olhado – Essa latrina tá uma nháca.
Nheca – Quando a coisa vai piorar – Essa ingrisia vai virá nheca
Nigucim – Qualquer coisa pequena, negocinho. – Dexeuvê essi negucim aí uai!
Niiaria – Pouca coisa – Vendeu a casa pruma niiaria
Niim – Ninho – A jurití tá nu niim
Nilsin meu fii vem cumê miii!! = A mãe chamando o filho para comer milho
Nimim – Em mim = ex.: Num  incosta nimim.
Ninhuma – Nenhuma – Num tinha ninhuma prima lá. E a luis vermeia pagada.
Nique – Níquel – dinheiro – A hora que dirrubei us nique nu barcão ele marelô.
Nirvusía – Estresse,  incomodado, irritado – Mai deu uma nirvusia nimim aquelora!
Noitchi = Boa noite
Nole – Nó – Ele deu um nole e foi imbora.
Nóssinhora = Nossa senhora – Nóssinhora  qui foi essi trem?
Nossiór = Nossa Senhora – Nóssiór qui narquia!
Nóz = Nossa Senhora – Nóz, foi muidifici!
Nú = Nossa Senhora – Nú, o trem tá fei dimai!
Num cridíto nesstrem – Não acredito nisso, descrente – Num cridito nesstrem que o cê falô.
Numtôvênu – Não estou vendo = Numtovênu o trem qui ocê viu não!
Nunguêntoissu – Isso me irrita, isso me chateia = Não agüento isso.
Nutiça – Notícia – Ucê anda mai qui nuteça ruim.
Núúú, ta friidimai – Nossa, está muito frio – Núúú tá friidimai nessi campim qui.
Nuvii – Novilho – Quantus cobri u cê qué nu nuvii?
Ô dó – pode ser: que pena, coitado ou: duvido, desconfio, desafio. Tá duentim? Ô dó!
Ó quieu falei cocê – Olhe que eu falei com você! Ó quieu falei cocê transantoni viu!
O trem tá feio – Situação difícil, problema, confusão. U trem tá fei du oto lado du ispigão
Óia – Olha - Óia, lá vem o oins da seis!
Óia que trem sacudido – Olhe que coisa linda – óia qui trem sacudido é essi vasim di frô.
Oin – Onde – Oin será qui Miquilina isguaritô?
Óipaíssu – Olhe para isso, admiração  - Gerardo, óipaíssu qui, vê si tem arrumação essi trem.
Óiqui ó – Olhe aqui, olhe! Jeito de mostrar ou chamar a atenção. – óiquió, u cê toma jeito!
Óiquichero = sinta o cheiro – Óiquichero bão tá essi trem qui!
             Óiquió – Olhe aqui -  Ói qui pru cê vê qui trem grande!
Oncê mora = Onde você mora? – Oncê mora Gerardim?
Oncê tá = aonde você está? – Oncê tá gora?
Ôncêlávai? – Para onde você vai? – Ôncêlavai essas hordanoit?
Oncotô- onde que eu estou? – Oncotô, viru, viru, viru i dô nu memo lugá.
Ondiéqui ucê tá = local de encontro – Ondiéqui ucê tá muié?
Ônpass u oin? – Onde passa esse ônibus? – Onpass u oin nessi trii!
Ôôô íngua! – pessoa chata, murrinha, chata demais! Essi cumpai num dá, ôoo ingua!
Orfinu = Ouro Fino – Norfino tem u minhino da portera.
Orguiu – Orgulho – Ele ficô orguioso aquele dia.
Orninhuma – Hora nenhuma – Num prosiô orninhuma na runhão.
Orora – Aurora – A orora du dii lá i vem.
Oroscopo – Helicóptero – U oroscopo caiu na ladera di Spirtu SanDorado.
Orpreto = Ouro Preto
Orvai – Orvalho – U orvai da minhã é brioso.
Óssócêvê = olhe só para você ver – U relogim é uma bunhiteza, óssócêvê.
Oto – Outro – Um cumê dessi, num tem oto iguá
Padaná = Muito – U garroti deu trabaio padaná.
Padento – Para dentro – Chama as criança padento.
Padiminas  – Patos de Minas – Us qui nasci im patiminas é paturebi
Pagá – apagar – Paguei a luis na hora certa.
Paia – Palha – A paiada já tá quai cabanu
Paint – (pintar) – minero – impresta o seu paint, esqueci o meu sô!
Pamói – Para que DÊ certo – Pamói dá certo é dessijei
Panhá – Colher/comprar – Eu tô panhianu pesco./ Panhei um capoti que é uma bunhiteza.
Panhá ropa nu vará – Pegar a roupa no varal. Vamu catii panhá ropa nu vará, vamu?
Pão di sar – Pão francês – doi pão di sar bem quentim.
Papiroqui – Peteleco – Num é qui ele feis um papiroqui?
Para di azucriná! – Pare de me importunar = incomodar. – Para di azucriná mia cachola!
Paraisóp – Paraisópolis – Nunca vi lugá pá ventá iguá Paraisóp.
Pasdidenti  – Pasta de dente – Intafuiaru u dedo nu mei dess pasdidenti
Pass pacá,  Passe para cá, - Pass pacá u franguim cum quiabu.
Passarim – Passarinho – Eu vi um passarim!
Passo – Pássaro – Iscuitei um passo cantanu
Pastéis dimiii – Pastel de milho. – Num peleju cum pastéis di mii não.
Patinga = Ipatinga – Eu peguei um tanto di tabatinga lá im Patinga.
Peleja – Movimento no trabalho – Passei u dii interim pelejanu.
Pênis – pênaut – Vão cobrá nus pênis
Peraí – Espere – Peraí qui jávô
Perdicasa – Perto de casa. – Perdicasa tem um pocim di pexe.
Pereva – Pereba – Joãozim tá cum pereva nas perna.
Perrengado – Doente – O tii tá perrengue!
Pesco – Pêssego – Si tem uma fruita boa é pesco.
Pia – pilha  de objetos ou pilha de rádio – A pia di café caiu. Comprei a pia do rádio.
Picô a mula – Foi se embora – U moço levantô cedim e picô a mula.
Pilim – Pelinhos – U minhinu tá disinvorvenu, tá até pontanu pilim nu bigodi.
Pingânu di sono – Com muito sono – Já vô incurujá, tô pingânu di sono!
Piruleta – Pirueta – Ela foi virando piruleta
Pisca pica – Seta de carro -  U pisca pisca do teu fiêti quemô.
Pititinha – coisa ou pessoa pequenininha, delicada. A gatim era bem pititinha.
Poi tirá o cavalin da chuva – Não acredito em você
Poindiôn = ponto de onibus – Parei lá nu poidiôn
Poinditács = ponto de táxi – ondi fica o poinditacs
Póipô – Pode colocar – Pói pô u curchuado aí memo.
Póipopó – Pode por o pó - Ô cumpai, póipô u chapéu baidobanco e vem padento. A muié ta fazenu um  trem aqui,  já quinoi enche o pancho. Inquantisso bebe uma caninana, uai.
Pon cê vai = Pra onde você vai? Pron cê vai minhã?
Pôn nois tamuínu = para onde nos estamos indo?  Pôn nois tamuínu cumpai?
Poncovô? = para onde que eu vou?
Pondiôns – Ponto de ônibus, parada de coletivo – Vô guardá nu pondiôns memo.
Ponhá – pôr – Ela ponhô a bassora tradaporta.
Pontanu – Apontando – Ele tá pontanu um trem lá uai.
Popa – glute – Ela tava cá popa da bunda pá fora.
Pópounpoquin = pode colocar mais um pouco...
Poquim – pouquinho – Eu quero um poquim dessi bolim
Porteirim – Porteirinha – Cidade do Norte de Minas – Mia tia vevi em Porteirim
Potranca – Moça nova – Zé Nardinu tá ingraçanu cuma potranquim qui é uma belezura
Povii – Polvilho – Fiis um biscoito di povii.
Prantá – Plantar - Tamu prantanu bacaxi
Precisfalácocê – Preciso conversar com você. – Gerardim, precisfalácocê homi!
Prédião – Prédio – Arranha céu – Torre - Mai era um predião!
Prédio – casa – sobrado – Eu tenhu um prédio tamém.
Preguento – esforçado – Sô Zé é preguento que é uma coisa
Prele – Para ele - Candinhu deu banoite prele.
Prestenção – prestar atenção – Num passa nu sinalero vermei, prestenção ôô!
Priciá – Apreciar – Nói pricia muito quibebe na janta.
Priscischorá? – Precisa de chorar? = Num priscischorá, eu vorto otodiii.
Priscisimbora – Precisa-se de ir embora - Cumpai, a prosa tá boa, mai priscisimbora
Pron – para onde - Pron nóis vai?
Prosa marela – Conversas indevidas – Num vem cuessas prosa marela qui não!
Prosa rúim – Conversa chata, desagradável – A prosa tava rúim pádaná, mia noss!
Prosea rapidimais – Fala muito rápido – U cê prosea rapidimai sô, pra quê isso minhinu!
Prumá – Emprumar – Ele prumô a iscadera e foi.
Pruma – para uma, por uma – Ele comprô um rebengue pruma niiaria.
Pulim – pulinho = Indicação de lugar – Daqui alí é um pulim
Purcausdiquê? – Por causa de quê – Purcausdiquê ocê num vai vortá mai!
Purrá – Empurrar - Poi purrá badacama esse trem.
Quadatárdi = Quatro horas da tarde
Quai – Quase – Tava prosianu e quai titubiei
Qualé – Qual – Qualé u mocim qui falô qui vim?
Quánahora – quase na hora. – Tá quanahora di nói iimbora!
Quancêpênsquinão – Quando você pensa que não – Quancêpensquinão, lá tá ela travéis.
Quancêvêm? – Quando é que você vem? – Quancêvem panói prosiá di novo?
Quâncusta – Qual o preço. – Quancusta essi trem?
Quancusta = quanto custa – Quancusta a cirola?
Quânquié  = quanto custa  - Quanquié essa carça?
Quansans cê tem? – Qual é a sua idade? – Quansans cê tem memo?
Quantáujôgu – Qual o placar do jogo? – Quantáujogo, pareci que u zagueru feis goro?
Quantazóra – Que horas são? – Quantazóra será gora não cumpai?
Quantisso – Enquanto isso – Fica aí, quantisso vô alí.
Quarterão – Região – U cê cunheci quarterão intero?
Quascôcaio – Quase que eu caio. – Nuss, tá lisim qui, quascôcaio, creindespai!
Quebranti – Quebranto – Pá curá quebranti é só pô uma fitim vermeia nu pescoço
Quendéra – Quem me dera – Quendéra eu fossi riquim!
Quentá soli – Aquecer ao sol – Vô quantá soli um tiquim!
Quexada – Javali – Eu já cacei uma quexada uma veis.
Qui cê tá rumanu? – Onde você está trabalhando – Qui cê tá rumanu essisdiii?
Qui diabeiss? – O que é isso, que coisa é essa? – Qui diabeiss qui u cê ta fazenu?
Quicêqué? – O que você quer? – Tá aí di zoím torto, u quicêqué?
Quidicarne – Quilo de carne. – Rapaizim, dá um quidicarni pá eu levá.
Quiném – Igual – Essi relogim é quiném aqueli du Barbosim.
Quióração = Que horas são – Quioração gora?
Quitanda – loja de frutas e legumes – Fui na quitanda comprá uns nhami.
Rachar u bico – Rir muito -  Nuss, dipoi qui ele foi bora eu rachei u bico.
Raidosa – Radiosa – Ela tá raidosa dimai.
Ranca toco – Calça jeans – Panhei uma carça rancatoco antonti.
Ranjá – Arranjar – Num é quiele aranjô a roda da magrela?
Rapa du tacho – filho ou filha caçula – Tonim é a rapa du tacho.
Rapáai. – algo fora de série -  Rapáai, nunca vi falá isso!
Rapô nas tabuim – ficou com medo – a hora qui ele viu a coisa feia, rapô nas tabuim
Rebengue – chicote – Eu levei muita rebengada quando era minhinu.
Redá – Arredar - Vem judá redá ess trem quió.
Redá uns trem - Arrastar móveis do lugar. Vamu arredá esse trem lá pu cantu
Regatera – Arteira – Ei mué regatera pá daná.
Regatiriça – Arteirisse, provocação – Eli num rijeste essa regatiriça.
Reiva – Raiva – Mai dá uma reiva iss!
Relampio – Relâmpago – Tá trujevenu e relampianu naquela nuve lá.
Remédar –imitar, fazer igual – Ele tava remedanu eu, fiqui cum reiva memo.
Requim – Soldados razos – Machá é cus requim
Resmuê – Ruminar – A vaca tava resmuenu
Retratim – Foto 3x4 – Num é qui eu tem di tirá um retratim pamodi o serviss!
Revertréis – Errado – Num sei purquê ela fais tudo di revertréis.
Rijesti – resiste – Num leva ele, ele num rijesti.
Ringí – Ranger – O trem ia ringinu nu caminhim
Ripiá – Arrepiar – Fiquei cum tantu medo qui até ripiô us pilim du zuvido.
Rivira – Revirar, mexer – Eu rivirei tudim i nada!
Rôsdoce – Sobremesa arroz doce. Cumi muito rôsdoce, tô impanzinado.
Ruditrais = rua de trás – Eis passaru dipressa na ruditrais
Ruditrás – Rua de traz. – Eu morei na ruditrais muituzanu.
Rudumêii = rua do meio – Mia prenda vévi na rudumei.
Runhão – Reunião – Teu fii falô pu cê í na runhão di pai?
Sapatão – Botina – Vô panhá um sapatão quarqué dii
Sapecá – Queimar – Tava sapecanu u capadu bem cedim.
Sartá – saltar – U rapaiz deu um sarto qui fiquei bobo di vê
Sartô di banda – Sair fora do assunto -  A hora qui eli falô eu sartei di banda.
Scrivinhá – Escrever – Uai,  eu tava scrivinhanum um trem, mai num gorô não.
Scumadera – Escumadeira – Truce uma scumadera novim.
Sem doci – sem açúcar  - U cafezim tá sem doci
Sengraceza – Pouca vergonha, descaramento – Zezim fica cum sengraceza cuessa coisa!
Sêsquivêm = sexta que vem – Sesquivêm eu vorto.
Séssetembro = sete de setembro  - Tudo séssetembro tem macha du exerço
Simiante – Semelhante – Era simiante a nossinhora.
Sinalero – Cemáforo – Num poi passá direto nu sinalero.
Sistença – Assistência – Tonim dá sistença pu minhinu
Sõe – Sonho – Tive um sõe tão  fei que fui pará dibadacama.
Sole – Sol – Ôi, u sole tá tininu
Soli pelano – O sol escaldante – U soli tava pelanu aquelora viu!
Sombranceia – Sobrancelha – Meu zóio tem sombranceia finim!!!
Spirsandorado – Espírito Santo do Dourado – Lá nu Spersandorado, mai tem genti feia!
Sturdia – Outro dia passado – Sturdia tava passanu e vi aquele trem memo.
sturdia = outro dia  - Sturdia sô Lindorfo vei vê nóis!
sucêfôeuvô = se você for eu vou – Oia, sucefô euvô na festa di fuguera.
Sumiidém?– Oi, você está sumido – Uai, o cê tá sumiidém!
Supens – Suspenso – Pindurei a jatirica supens nu ari
Sussega o facho – fique quieto – Sussega u facho cumai Zefa!
Tá – está – U cê tá frochim memo uai.
Tá co cê – Está com você. – Tá co cê a chavi da budega!
Tá cum jeidichuva  = Está na hora de ir embora – Cumpai tá cum jeidichuva, já tô inu!
Tá cum jeidichuva = Conversa ruim - Óia, tá cum jeidichuva, oto dii nói prosea mai.
Tá taiano meu sangue – Está me irritando – O cê tá taianu meu sangue sô.
Tabaio – trabalho – Oij tabaiei um monti.
Tacá – Colocar – Vou tacá essa panelim nu fogo
Taludo – bonito, gordo – U minhinu era taludo memo.
Tamãe – tamanho – U badrami era du tamãe du pé da arve.
Tamburete – Banquinho de cozinha – vamu sentá nu tamburete cumpai.
Tamu – Estamos – Tamu cumendo minduim
Tandicoisa – Tanto de coisa, muitas coisas. – eu truxi da venda um tandicoisa!
Tapuraí = Procurar algo – O barde tapuraí memo.
Táquantu-u-bóbrão? = Está quanto? Quantus cobri tá u bobrão?
Tar – tal – Eis proseia qui tem uma tar di quexada lá ristinga du Nesto.
Tardanoiti = Tarde da Noite – Eu vim di lá tardanoiti
Tardji! = Boa tarde – Tardji cumai!
Tchauprôcê – Adeus, até logo – Tô inu memo, tchauprocê aí!
Té pareci – Desconfiança de que alguma coisa aconteça.- Cê tá falanu isso, mai té pareci qui é!
Tem base? – Pode isso? Não credito! – Ele falô qui mora im Auoca (Aiuruóca) Tem base?
Tem cabimento? – Pode isso? É possível isso? – Ele chamô nói pá sê padim dele, tem cabimento?
Tem gái não – Sem problemas, sem dificuldades. – Tem gai não cumpai, é sim memo!
Tenu um tróço – nervoso, desmaio – Iiii, ela tá tenu um tróço!
Terno – Turma – Nóis tava num terno pá cumeçá a roçada.
Terrão – Torrão – Tava aranu terra e dá danu tanto terrão
Tianhento – Menino pidão – Nussinhora, cumu essi minhinu é tianhento, credincruiz!
Tidiguerra = tiro de guerra – Us requim morava nu tidiguerra
Tinunu – O máximo de qualquer coisa – U arami ceica tá tininu
Tirim – Barulho pequeno – bombinha – Deu só um tirim!
Tissodaí = tira isso daí – Tissodaí seu fii da zunha
Titubiá – cambalear – Fui titubianu pu camim.
Tô lascadu – quando as coisas dão errado, situação difícil. – Gora tô lascadu di veis!
Tô na rôia – Muito atarefado, - Ô cumpai, dipoi nóis prosea, tô na rôia oij.
Tô tráis docê – estou atrás de você – Num tá veneu? Tô tráis docê!
Toin tomá bain - Estou indo para o banho, - Toin tomá bain, só um tiquim já vorto.
Tôincasa – Estou em casa. – podi vim, tôincasa memo!
Tope – Morro – Pá chegá lá tinhum tope bem brabo.
Tortô – Entortou – Não deu certo, reprovado – Iii! Gora tortô tudo memo!
Torremu – Torresmo – Si tem um trem que eu pricio é torremu
Trabucada – Bem boa – A cajibrina era trabucada cumpai!
Trabuco – coisa forte, revolver – Ele tirô u trabuco da cintura.
Tradaporta = atras da porta – a cirola tá tradaporta deis dionti.
Trádaserra = atrás da serra – Trádasserra tinhum rii diágua  frii qui só venu!
Transantônte = há três dias atrás – Fai transantônti quia cumai Nêis tevi qui.
Trapaiado – bagunça, desorganização, sem sentido. – Tá tudo trapaiado aqui oij.
Travêis – outra vez – Num é qui miu fii ganhô a turiada travéis.
Treco – Bar – Fernandinho tem um treco lá na pracim!
Trem – todas as coisas – Pói pô essi trem na chicra.
Trem garrado – Trânsito parado – Muié, oi vô demorá, o trêm tá garrado qui.
Trem zangado – Coisa estragada – Pareci que esse trem zangô!
Troço – Fese – Tem um lejo di um troço ladila damoita
Trupicá – Tropeçar – Deu uma trupicada qui até a tampa do dedão saiu.
Truvejão – trovão – Mai deu cada rai e cada truvejão
Truxe – Trazer – Eu que truxe essi trem aí!
Tufo – volume grande – Truxe um tufo de batatdoce
Turiada – Tourada – Rodeio – Eum muntei nu burrim i turiei eli.
Turrão – pessoa ranzinza, rabugento, brigão, cabeça dura. – Juquim é muiturrão.
Turviá – Escurecer – Já tava turvianu e u Zequita num parecia.
Turviá – Ficar Turvo - Tava começanu turviá. Ele incontrô cuCandinhu e Dito duadorfo.
U! trem caru! – Coisa cara – U! trem caru tá esse sapatão
Uai = interjeição mineira de espanto, afirmação, questionamento – Falei pucê num í uai!
Um mondi trem – muitas coisas. – Tinha um monditrem na arpendi.
Uma reis – Uma cabeça de gado – Um bovino – Breganhei u cavalim numa reis!
Urinó – Pinico – Essi urinó tá pidinu oto.
Uspritá – Hospital – Mia cumai tá nuspritá.
Uzomi – Polícia – Iii, é uzomi, rapemo nas tabuiim
Vacaiado – Avacalhado, desleixado, bagunçado. – Ocê é muitavacaiado fii!
Vai cagá di morro abaixo pra vê a bosta rolá = A pior ofensa a outra pessoa no Norte de Minas.
Vamu picá mula?' = Desagradabilidade – Bora que essi trem tá ficanu nheca
Varado de fome – Com muita fome, faminto. – Tava varado di fomi e vei um torremu cum lombim!
Varcina – Vacina - Iii, fico doidim quando tem qui tomá varcina.
Vazia – Vazilha – Lá incas tem um vasiami medonho!
Veiacu – Velhaco – Mai u tropero é veiacu dimai uai
Vévi – vive – Ninguém vévi sem um cumê
Vidiperfumi = vidro de perfume  - Eum comprei um vidiperfumi na venda.
Vigii  mim – Cuide, tome conta, olhe. – Vô alí memo, vigii mim qui já vorto.
Vila Bertina – Vila Albertina – Lá im Vila Bertina é buíto!
Viradicôve – Virado de Couve – Um viradicôve cum fejão e torremo, é bão dimai sô.
Vixxxxxxx = Espanto – Nus, que trem mai fei é iss! Vixxxx!
Vô cascá fora – Vou sair depressa = ir embora ou sair de situação.-  Ichi, vô cascá fora dissu!
Vô tráis docê = vou atrás de você – Vai inu qui vô tráis docê
Vorta – Volta – Vorta aqui trem safado!
Vôtiligá! – Eu vou telefonar para você! – Vôtiligá nora qui chegá lá.
Xô cabádicopiá' = Me deixa acabar de copiar? Xô cabádicopiá i pico a mula.
Xô ticontá um negócio – Falar alguma novidade -  Xê pracá qui vô ticontá um negócio.
Xôvê – Deixe-me ver, dar uma olhada. – Noss, dexôvê tamém esstrem!
Zenzivite vort – Duzentos e vinte volts – As lâmpia lá incasa são tudo zenzivite vort.
Zip – Ziper – U cê num sabi que barguia i zip é u memo trem?
Zóidacara – Os olhos da cara = coisa muito cara. – Fui panhã uma carça, mai tava nu zóidacara.
Zoim – Olhinho – Ela tem um zoím medonho.
Zóio – Olho – Eu tô cuma dor nu zóio.

(obs: essa lista está sendo editada continuamente)

Acácio
Acácio Nunes e VV AA
Enviado por Acácio Nunes em 22/06/2018
Código do texto: T6371118
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Nunes
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil, 58 anos
439 textos (170192 leituras)
1 e-livros (19 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/18 15:38)
Acácio Nunes