Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VALE DO SEU CORAÇÃO

Após a pequena colina há uma benção à se conquistar. Esta tão próxima que se pode sentir o cheiro do orvalho sagrado dos campos. Sentimos no coraçao a sinfonia eterna no bater do vento em nossa fronte nos dizendo " como é bom você estar aqui " com o sibilar da corrente do norte à nos brindar o dia. O céu, ah, céu...Com luz tênue com desfile celeste das nuvens que nos convidam à leve garoa, exaltando o arco-íris que passa ao horizonte, beijando as terras verdejantes em extensão além. Jardins naturais se expõem sem a timidez de serem belos e simples, nos abraçando, como que criança dizendo que o animalzinho de estima, naquele momento tão curto das nossas sensações e tão eterno para nossas almas. Há um porém, o preço dese vale é que reflita na jornada que te trouxe aqui. Dos mares de prantos que tu velejou até esta costa, lembra-te que o que te trouxe não foi a ventania da aflição, pois essa ja é um efeito por si só. Foi tua busca por este vale que sempre esteve nos teus anseios mais secretos e que por muito tempo em suas preces, cultivou no teu olhar de criança, fitando com maravilha o que com fácil agrado te contentou no carinho dos que te amam. Lembra dos dragões que te cercam a alma, que para muitos são coisas pequenas e sem significado mas que te mexeram o íntimo, fazendo-te iniciar tua epopéia pessoal. Pois à cada alma ha um monte de infortúnio que tentam encobrir o vale sagrado de teus sentimentos, que te fazem se emocionar com uma canção de Natal, com o riso de sí próprio, com o ato desatrado de nossos pais ou os pés sujos de areia e limpos de consciência. Tal qual nós mesmos quando ainda crianças, que aos poucos deixamos de acreditar que aind devemos continuar em nossas buscas, pois a busca sincera leva à revelação e o espanto ao atravessar a porta nos deixa mais conquistados por nós mesmos pelo que amamos e quem amamos. Se recebemos um não da vida, lembre-se, nao é ela e sim o monte das idéias que construímos em torno da nossa simplicidade que não quer possamos ver o vale sagrado de nossos sentimentos. Então vem, vem comigo e te mostro o vale que no qual vivo. Vale cercados de Anjos e bem aventuranças onde ninguém que não se rendeu ao seu coração no bem pode conquistar. É o tesouro que jamais acabará por se eterno e sem limite, que quanto mais vivemos, mais mais anjos nos tornamos. Onde nenhuma dor aplaca tal conquista, cada um ao seu passo, ve o vale verdejante e sagrado, o vale do seu Coração.

Esse texto eu dedico à todas as pessoas que sofrem de depressão. Cada uma ao seu termo e em qualquer condição. Que Deus Ilumine à Todos e que nossos Natais lembremos desse vale Sagrado do nosso Eu.

Inspirado na música DARK SKY ISLAND de minha musa ENYA
Aluísio Bórden
Enviado por Aluísio Bórden em 07/12/2017
Código do texto: T6192670
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluísio Bórden
Teresina - Piauí - Brasil, 43 anos
233 textos (10685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 17:10)