Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dor em meu peito

Sabe o que é triste, ter 30 anos de sonho correr atrás, não conseguir nada, parece que a vitória é criada para algumas pessoas, talvez não aquelas que merecem, tipo trabalhadores diários, que sofrem por preconceito, não pela cor do corpo e sim pelo status da sociedade, a vitória são criadas por uma mera sociedade programada, a vitoria nada mais é que criação da sociedade entregue a falsos merecedores de um status para se tornar importante, aquela que possui um numero, ou um “QI”. Falam que quem tem dinheiro, chama dinheiro, eu sinceramente acredito, que quem tem amigos corruptos, conseguem chegar no poder, quem tem crueldade consegue chegar ao poder, quem tem amor, quem luta pela verdade, apenas machuca e é machucado, você vai descrever sobre “Deus”, eu apenas acredito em fatos, e um fato é que por mais que criamos um valor e que tentamos chegar no mínimo de dignidade para sobreviver, acabamos sendo engolidos pelo mundo cruel de uma sociedade preconceituosa por valores humanos, onde uma pessoa que apenas deseja ter responsabilidade e criar uma família é humilhada e deixada de lado, por não tem experiência em determinado setor de trabalho, se pensarmos e analisar os dados, podemos ver, que um treinamento curto e simples já é capaz de capacitar essa pessoa para o cargo.  Se tentarmos ajudar uma pessoa de coração bom, podemos construir algo bom ao mundo.
Me dói, não o corpo mas o coração, pois infelizmente não sou o único a sofrer por preconceito, por falta de oportunidade, eu sou apenas um numero, apenas um digito, apenas mais um ser humano, Brasileiro ou não, procurando uma oportunidade, para evitar um ser humano voltado ao crime. Evitar a dor de cada mês, ano que se passa sentir necessidade, fome tristeza. Dói em meu peito, sair na rua, querer comer um lanche e não conseguir, querer comprar algo e não conseguir, não estou querendo comparar minha dor com a de algumas pessoas, que no frio não tem casaco, que na fome não tem pão. Apenas estou comparando minha dor a um sonhador que fez faculdade, cursando 4 anos, graças a ajuda de um irmão, pois não tive capacidade de bancar a mesma, conseguir números a uma empresa, números que renderam bom valores a mesma, e hoje sem desempregado, apenas sem oportunidade, sem sonho, sem vontade. Hoje entrego a um Deus, que não sei se devo confiar, se não sei se devo acreditar meu coração, esperando uma oportunidade.
vilson
Enviado por vilson em 30/03/2012
Código do texto: T3584067

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
vilson
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
385 textos (70662 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/19 17:20)
vilson