Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÉS INESQUECÍVEL

Não posso te imaginar,
Porém, és inesquecível.

Inesquecível como o calor
Que chispa de tuas palavras
A me aquecer  os sentidos.

Imaginar-te, como...
És puro enigma para mim

Se estás a subir ou descer,
Não o sabem os teus,
Que dirá os de além mar.

Não  posso te  imaginar,
Porém, és inesquecível.
Inesquecível,  como conto predileto

-Bom dia, disse a raposa.
-Quem és tu...
-Sou uma raposa.
-Vem brincar comigo.
-Eu não posso brincar contigo...Não me cativaram ainda
-Ah, desculpa... Que quer dizer cativar?
-Significa "criar laços"
-Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos, não tenho necessidade de ti e tu também não tens necessidade de mi. Aos teus olhos sou apenas uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas - teremos necessidade um do outro - Serás para mim único no mundo e eu serei para ti única no mundo... (Saint-Exupéry, 1943).

Não  posso te  imaginar,
Porém, és inesquecível...

Entretanto, de mim...
Sou como sou, nem mais nem menos,
Puramente eu, ou talvez, senão, mais um Wally na multidão.
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 05/07/2016
Reeditado em 05/07/2016
Código do texto: T5688069
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 55 anos
489 textos (18458 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 04:40)
Cláudia Célia Lima do Nascimento