Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dona de si:



Uma mulher resolvida, intimida qualquer homem.
Mas antes de chegar nessa fase, ela já passou por maus bocados, já juntou seus cacos, mergulhou em abismos profundos, mas engoliu o choro, e seguiu.
Não tão firme quanto gostaria, mas a cada tombo, mais forte ela renascia.

Há quem diga, que ela se tornou fria, mal sabem esses, que ela apenas aprendeu a pisar nas pontas dos pés. Há lugares que são como areia movediça, é por isso que ela vê bem, onde é que pisa.

Depois de tantas dores, não é qualquer pessoa que fica na sua vida. E não é que a pessoa não queira ficar, hoje é ela, que não faz questão de nada.
Hoje ela não tem medo da vida, não tem medo de dizer o que pensa, ela sabe o que quer, e sabe bem como chegar até lá.

"Ela é dona de si, e quando ela descobriu isso, ela não foi de mais ninguém."
Porque para amar, não precisa se perder, muito menos se encontrar, é preciso estar inteira, e outro também deve estar.
Texto de #Andrea_Domingues ©

Andrea Domingues
Enviado por Andrea Domingues em 14/08/2019
Código do texto: T6719960
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrea Domingues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Domingues
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 38 anos
333 textos (4905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/08/19 02:10)
Andrea Domingues