Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





DOIS LADOS E UM SER


Evaldo da Veiga


Vou vivendo os dois lados meus:
um bom e o outro mau.
 Lados que tento harmonizar
em uma busca sem fim.

Queria ser melhor, criar uma pátria do bem.
Não bastar querer, é algo mais do que isso,
tem que contar com o apoio de muitos
e ter rigidez.

Mas um lado meu não gosta de rigidez,
gosta de viver solto, bem solto, curtindo vida e amor.

Esse é o meu lado bom do meu lado ruim.
valendo esclarecer, que os dois lados,
o bom e o ruim, subdivide-se em vários lados.
Não existe um comportamento estanque em mim.

O lado ruim, quem diria, logo nele
é que existe o lado do amor,
mas também existe o rigor, cobranças,
sente nojo e enjôo dos políticos, canalhas...
 
É um lado de paz e guerra. Um lado que também,
 para o meu alívio, cobra muito de mim mesmo;
ainda bem, embora eu não consiga satisfazer
os rigores do meu lado dócil muitas vezes,
e algoz outras tantas.

É um lado que fala do perdão enaltecendo-o,
mas é implacável com os erros repetidos, dolosamente.
São dois lados que no âmago, ama o amor...
Não agride, mas revida. Busca ser manso,
sabendo que tem que evoluir muito nesse sentido,
mas sem perder a indignação e jamais caminhar na trilha
dos bandidos oficiais, dos malditos malfeitores com imunidade,
 porque não existe na terra algo tão desprezível como eles,
a maioria dos políticos brasileiros

Evaldo


 














Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 04/10/2007
Reeditado em 16/07/2012
Código do texto: T680457

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
952 textos (314300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 11:43)
Evaldo da Veiga