Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos inesquecíveis amigos!

Não sei se consegueria traduzir de melhor forma o que sinto!
(E para ser sincero não tentei!)



Os amigos ficarão... no peito
As poesias e "contos" soltos ao vento
Pousaram em algum lugar!!!

Um ruído seco abafado.Um travesseiro arremessado com precisão destrambelha o velho despertador de vez.
Não teria mais conserto.
Peças se espalhavam pelo quarto, rodinhas, rodonas, balancins e engrenagens.
O plástico do mostrador oscila como uma piorra teimosamente a bailar.
O poeta olha o feito, boceja e tosse.
-Segunda-Feira paro de fumar!
Uma frase que há anos é dita mecanicamente
E as segundas serão as ultimas provavelmente de sua vida.
Coloca água a ferver, enquanto espera o chiado relembra a noite passada, rostos,gatos, cachorros, figuras, pessoas , gente que é gente, gente que não é gente, imbecis com seus rompantes ,ignorantes, sábios e loucos.
Um vício, um lazer, uma loucura os sites de relacionamentos na Internet.
-Fariseus hipócritas! Com que direito?
Regurgitam frases catadas na “Net”, pesquisam ditos marcados, ouvidos em rodas de mais sapientes, antevendo a necessidade de que as usariam para impressionar.
“Tens que ser doutor”!
-Pobres mentalidades, salivas jogadas em salões de beleza e jogos de pôquer e conversas de" madamas”
“O meu filho é doutor e o seu o que faz?”
Narizes empinados que roubam oxigênios, devedores incontestáveis da lei da ação e reação.
Se chover, morrem afogados.

Notou que falava sozinho, a chaleira apitava como um trem, desencarrilhando seus pensamentos.
-Não aceito!Não permitirei nem a mim e nem a ninguém que “avacalhem”o direito básico de qualquer ser, o de sentir.
Não quero perdoar nem uma vez, são especialistas, que deliberadamente, feito ratos de esgoto fuçam a procura de pessoas com uma única missão:
Causar confusão, gerar discórdias problemas, intrigas, fofocas.
 É "mau caráter" mesmo!

Uma, duas ou quatro colheres de café, ficou em dúvida, colocou duas e meia.
O cheiro subiu, lembrou dos “Sem títulos”, os famosos puxa-sacos, antevêem o necessidade de um dia se livrarem de alguma encrenca dizendo que são amigos do doutor sicrano, ou são perfeitos idiotas, amebas que rodopiam catando migalhas de atenção e elogios furados
Tornando-os além de idiotas, analfabetos sem desconfiometro, são tão dispersos em atitudes como em respeito próprio, são ofendidos, literalmente achovalhados e com uma simples frase, esquecem e se derretem como sorvete ao sol e lambendo o que cai.
-Estes sim, os mais irritantes!
Tem os mentecaptos de pai e mãe, os infantilóides com atestado e os machos não tão machos! Com medos de descobrirem seus mais escondidos segredos.
Tem os que aproveitam á oportunidade de ofender as mulheres, aproveitando-se das “entrelinhas” extrapolam em ironias jogadas como M no ventilador.
Ameaçam com seus títulos.
Fedem!
Felizmente o PC não emana cheiro.
Mal resolvidos, nunca amados, viraram bestas “ululantes!.

Sorvendo cada gole de café como néctar, não pensa, fala sozinho:

Os covardes são poucos e não escondem sua condição, ditam novas normas,não se intrometem e tampouco opinam sobre qualquer situação.
-Revesten-se da armadura da isenção.
Que lástima! Não sabem o que é ter um verdadeiro amigo, jamais sentirão o valor de uma amizade.

Apalpa os bolsos a procura do isqueiro, o cigarro no canto da boca aguarda ansiosamente que lhe queime e os pulmões não conseguem transmitir-lhe a necessidade de ar puro, então, dá-lhe tosse.
Para no tempo, no espaço, precisa de uma atitude, precisa agir, para ele é uma questão de sobrevivência e não tolera nem a idéia que lhe surge, para esquecer.
A mulher chega, passa por ele, afagando-lhe a cabeça.
-Bom dia ,o que houve, acordou cedo?
Não responde, conjectura idéias, borda soluções, alinhava decisões.
De relance, vê seu cão, que o olha com “cara” de cachorro pidão.
O animalzinho quer atenção e não ganha.
Ele porem esta parado, seus olhos distantes não focavam, como estivessem procurando um ferrolho para destravar uma janela que permitisse a entrada do raio da decisão .
As horas passam, perdeu o horário do serviço.
-Hoje não vou trabalhar, vou pensar!

A mulher já o conhecia muito bem, trinta e tantos anos ao seu lado, já sabia até a solução que ele tomaria, mas jamais naquela hora ela o questionaria.
Sabia que qualquer solução da parte dele seria coerente e justa. Afinal ela sabia que o esposo conhecia o ser humano no olhar, tinha a certeza que jamais ele usaria desta experiência adquirida em  mais de duas décadas na lida com bandidos de todas as categorias, ele não faria um julgamento ou agiria precipitadamente.

O despertador não o acordou.
O café já estava na mesa.
Beijou a esposa, fez festa para seu cachorro, brincou até cansar.
Ligou o PC, se conectou.
Em letras "garrafais", gritou desesperadamente, um pequeno texto em caixa alta e corpo 20:

SE...
NÃO CONSIGO DIZER O QUE SINTO.
NÃO RESPEITAM AQUELES QUE SENTEM .
NÃO CONSIGO COMPACTUAR COM INJUSTIÇAS E HIPOCRISIAS.
MENTIROSOS SÃO OS GUARDIÕES DA VERDADE.
IMBECILIDADES SÃO MAIS RESPEITADAS DO QUE SENTIMENTOS.
INCOERENCIA E MEDO FAZEM PARTE.
COVARDIA É ACEITA SEM QUESTIONAMENTOS.
IDIOTAS CONTINUAM INFESTAR O AMBIENTE COM SUAS IDIOTICES.

Os amigos ficarão no peito
As poesias e contos  soltos ao vento
Pousaram em algum lugar!

Desconectou,
não tossiu,
suspirou aliviado!

A “máquina” jogada no canto da garagem “dispensa” qualquer comentário adicional, assim como seus rascunhos pendurados ao lado da churrasqueira auxiliam a queimar o carvão.



































.














Kia
Enviado por Kia em 29/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T715587

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Kia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kia
Itapema - Santa Catarina - Brasil, 66 anos
106 textos (7675 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:42)
Kia