APESAR DE VOCÊ

APESAR DE VOCÊ

Hoje o Bozo pensa que manda

Falou tá errado só tem discussão

A minha gente hoje canta

De boca de lado olhando o chão

Você que inventou esse estado

Não para de investir na volta dela,

Da escuridão. Você que inventou

O errado não passou quando de farda

De um mero e medíocre capitão.

Apesar de você amanhã há de ser

Outro dia. Eu pergunto a você

Onde vai se esconder quando

Tiver de responder pelos crimes

Hediondos da pandemia.

Como vai proibir quando o galo

Insistir em cantar a música sublime

Da democracia. Novo governo

Se legitimando e a soberania popular

Voltando para ficar. Ao chegar este

Momento, esse sofrimento o povo

Do Brasil vai cobrar com juros, juro

Todo o país reprimido, esse grito

Contido, esse discurso obscuro

Você que reinventou a peste do

Totalitarismo democrático, a

Revolução dos fanáticos, vai ter

De desinventar. Você vai ter de

Pagar dobrado cada morte de cada

Brasileiro pela Covid-19 que seu

Ministério da Saúde do general

Pazuello matou. O Pentelho obediente

Carente de caráter e de autonomia

Para administrar. Milhões de olhos

Vertendo o pranto de parentes mortos

Milhões de almas desesperadas pelo

Simples ar para respirar. Você vai

Pagar e é dobrado cada rachadinha

Que seu Assessor especial, o

Cérbero zero um, zero dois

E o sem cérebro zero três vão

Ter de amargar vendo o dia

Raiar sem pedir licença. Eu vou

Viver de rir que esse dia há de vir

Logo, mais rápido do q vc pensa.

Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 25/11/2021
Reeditado em 25/11/2021
Código do texto: T7393678
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.