Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 
Musa
 
Poeta... será que um dia... Tu nos dirás
Quem é esta musa que tanto te inspira.
Para falar de amor nos versos que escreves
 Me, fazes crer, que este amor não e mentira.
 
Poeta às vezes lendo teus versos... Eu penso
Nesta tua maneira fácil de expressar teu amor
Através dos versos, que tu envias ao mundo,
Mesmo, quando sinto que lamentas tua dor.
 
Poeta será que esta, é a tua grande verdade?
Em teus versos, choras e sofre, vivendo alegria.
Sentindo na felicidade de outros, tua felicidade.
 
Não poeta... Eu sinto, nestes versos que leio,
A grandeza do amor que alimenta a tua alma
E faz de ti, um ser que ama sem nenhum receio.

 
Pai!
Hoje invadi seu espaço, para lhe deixar
este poema que lhe escrevi com muito carinho,
pois é pai por tudo que você já fez por mim,
este poema nada representa, mas é de coração.
 
Pai um Feliz Ano Novo!
 
Eu te amo: Neli Vera Mattos
 
Pelotas: 31 / 12 / 2008 
 
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 31/12/2008
Reeditado em 31/12/2008
Código do texto: T1361791
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/21 20:02)
Volnei Rijo Braga