Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dôo Amor

Dôo o meu Amor.
Ele é dócil, companheiro e festivo.
Quando quer demonstrar
carinho, lambe minhas pernas.
E se você souber acariciá-lo,
Amor lamberá  as suas pernas também.
Nunca me traiu.
É de uma fidelidade ímpar
consegue me encontrar
em meio à multidão.
Sempre nos reconhecemos pelos carinhos
e pela peculiaridade de nossos cheiros.
Estou muito triste por ter que doá-lo
O único motivo é que ele odeia voar.
E eu adoro voar,
atravessar fronteiras
como se fosse pássaro.
Por isso, dôo o meu Amor.
O Amor é lindo!
Tem um olhar meigo
nunca discute comigo
e nem reclama se leio um livro
e não lhe dou atenção...
Está sempre ao meu lado.
E, quando as crises me dominam
ele apenas me olha. E espera.
Pacientemente, me espera.
Interessou-se pelo meu Amor?
Aceita-o?
Ah! Nunca o acorrentei.
Então, não sei como ele reagiria
caso fosse acorrentado.
Gosta da liberdade,
de rolar na grama,
de deitar em minha cama.
O Amor é tão lindo!
Tem os pelos macios
e adora um agrado.
Aceita o meu Amor?


Condição para tê-lo:
“gostar de cão
e cuidar com carinho”.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 04/11/2007
Código do texto: T723270

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
509 textos (25928 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 10:48)
Dora Leal