Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO

T e m p o

O passado. Aquilo que vivemos. Que sonhávamos. Ser eternidade. Se foi naquele dia. Mesmo em ânsia de segurar. 
De que ele esperasse,sem piedade. Sem magoa os sonhos se foram e na busca e nas fugas.
Enterrados em tristezas infinitas. Em magoas. Nada nos salvava. Nem nós mesmos. Procurar caminhos. Não! Não era possível. Todas as barreiras. Todos caminhos interditados. Aquelas imagens. Os sons. Os gritos as palavras. Não se ecoaram mais. Silenciaram. Naquele dia na tarde. Alguns vestígios. Algumas anotações. Poemas e frases desconexas. Todos os sistemas de mensagens . Desarticulado. Desligado mesmo. Nossos nomes, pronunciados por todos. Nunca por nós. Nós estávamos fora ... Partir é preciso. 
Ir sem destino também, novos caminhos. Nova vida. E num dia. Distante. Muito distante
Tempo certo. Tempo de te encontrar. Tempo de ver. Tempo de viver.
Da juventude em questão. E até da infância. Muitos esquecer. Nós lembrar. Lembrar e sonhar com futuro. Caminhamos como antes. Amando e explorando. As nossas verdades o amor antes e pós vida..













ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 02/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T635731
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 09:50)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA