Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESÍGNIOS E DESTINO......


Não posso, por ti, ser acusado de não ter tentado nossa aproximação.
Sabes muito bem que, de todas as maneiras, tentei chamar tua atenção. Tenho certeza que o destino nos escolheu... que tudo correria perfeitamente bem para nós dois...  porque fomos atráidos por nossas almas.. pela força maís secreta do desejo.  No entanto, você preferiu os seus dogmas e tudo ficou para um outro tempo perdido.
Agora, a mola mestra que me impulsionava em tua direção enferrujou...   e somos agora dois estranhos no ninho.





***
Fernando Muller
São Paulo/SP, 12/09/2007
Poeta Cigano
Enviado por Poeta Cigano em 13/09/2007
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T650906
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Cigano
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
17 textos (2285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 08:23)
Poeta Cigano