Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você a amante ideal.

Você a amante ideal.


Em carinhos e em saudades.
Em palavras e em coração.
Eu a busto e eu a quero.
Quero como nunca. Bem atrevida e
bem descompassada.
Eu a quero ainda. Sem preconceitos.
Eu ainda a quero bem sem limites
Mais que minha vâ sabedoria
permite pensar.

Eu a quero desprovida de vestes.
Vestes que eu arrancarei uma por uma
a dentes.
Que quero ainda neste corpo beijar
A todas as partes. A todos os caminhos.
E com paradas estratégicas.
Aquelas que bem conheces

Eu a quero molhada de tanto desejo.
Eu q quero toda ensopola dos delirios
De me esperar para o sexo e o amor.
Eu a revestirei, eu a ti estarei.
Como seu, e neste corpo irei permanecer.
Eu nao aceito não, eu não aceito fantasias
não realizadas.

Teu corpo moldarei com a lingua
Na forma mais linda de mulher amante.
A linda e desprovida amante.
A amante dos meus sonhos.
Que planta de amor!
A planta querida. Que a mim entregas.
E me realizas
Feliz muito feliz.
Minha amada e minha amante.


ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 11/10/2007
Código do texto: T689502
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 21:01)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA