Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acordamos . . . Amamos.

Acordamos. . . Amamos.

Nosso primeiro olhar, nosso primeiro encontro.
Nosso conhecimento e tão simples te ver
Uma brincadeira em agonia do destino
Onde nossas almas brincam de se conhecer
E tão conhecedoras já o são.
A louca imagem de se desejar .

Tornamos elementos conhecidos e conhecedores
Pela oferta de amor paixão e loucuras
Sem sequer tomarmos conta do que acontecia
Uma bela esperança realizada
Abertura de um sentimento eterno.

Dispara o coração e altera todos os mecanismos
De sedução e de paixão
Estabelece formas e idéias.
As delicias do bem querer as palavras
Incorpora os prazeres a doce maneira da vida.

Há sentimentos que se evoluem
A medida do tempo e do espaço
Que aguardam o comando das almas
Para os delírios de nos amarmos.
Em eternidade.





elio candido de oliveira
Enviado por elio candido de oliveira em 24/10/2007
Código do texto: T707392
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
elio candido de oliveira
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4860 textos (171307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/21 11:05)
elio candido de oliveira

Site do Escritor