Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quatro Paredes

Quatro paredes.

Quantos e quantos foram os  momentos
Talvez alguns encontros em camuflagem.
Uma quase loucura de amor.
Que nossas almas tentam ocultar.

E nossos corpos não aceitam
No silêncio e no coração a exposição.
Ocultando os medos e temores.
Tira os mistérios e as verdades.

Disfarçamos e depois dizemos
Sem querer! Procuramos descobrir
Segredos que se ocultam no nosso ser
Que nos tira a razão e afligi o coração.

Numa emoção de amar.
Num grito em explosão.
Na paz e no entrelaçar de nossas almas
Com uma quase pequena tortura.

Em quatro paredes nossos segredos.
Sorrimos e nos amamos,
Sorrimos e nos escondemos.
O amor. Em quatro paredes.

As amizades e o amor são sentimentos que só se eternizam
se atrelaçados aos sentimentos do coração (elio .isa).
 

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 03/11/2007
Código do texto: T721831
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:05)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA