Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vive-se ainda o amor.

Vive se ainda o amor...

Hoje a procuro, hoje quero lhe ver.
No espaço da vida da vida em alegrias.
Quero sentir você como esperança.
Pretendo a vê-la sempre atraente.

Na maioria dos detalhes de beleza.
Da beleza escultural e da alma..
Aquela figura dos deuses.
Camuflada em estrutura de santa.

Ao distanciar de mim no tempo.
Deixou comigo a saudade e paixão.
Mas a certeza também que não a deixarai.
E para ti eu lutaria. E buscaria este amor.

Sabia que durante a vida haveria afastar
E permaneceria fatilhas de amizade.
Que é a proteção do sentimento amor.
Que entreguei a você...
E não o esqueceste. O adormeceu
Mas ainda o vive.....





ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 27/11/2007
Código do texto: T754397
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4106 textos (160413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 23:59)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA