Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coletânea II - ESTOU A PROCURAR VOCÊ. (ACHAREI)

ESTOU A PROCURAR VOCÊ. (ACHAREI).

A vida é uma sala de espetáculos
entra-se vê se e sai...

PROCURO VOCÊ.

Eu não sei, mas tenho vontades de te abraçar
E quero nem pensar que você não me aceite.
Quero tempo quero segundos para te amar.
Matar meus sonhos de estar com você...

Quero que me abrace forte e ouça os
Batimentos do meu coração. São por você
Sempre o aceitarei de todas as formas que vier
Tens todos os tempos para ficar aqui
Pois o meu amor é maior que tudo...

Mas nestes aconchegos que me chamas
Eu quero estar e permanecer.
Pois em você está minha vida e meu ser
Acatarei pedido por pedido.
Mas o pedido que preciso é que me faças
Eu vou te amar por toda a vida...

Farei todos os desejos e realizarei todos
Os pedidos que pede, pois o meu amor
É maior que minha própria vida.
Tu és minha vida que enche de alegria
Um sonho a realizar. Procuro você
Ate os cofins do mundo por amor

Dos desejos aos sonhos   Dos sonhos ao nosso convívio.
De teu corpo a minha posse e do meu  A posse que já possuías
Das fantasias de qualquer aspecto   Paixão eu as realizarei.
Por isto eu a procurei.  Te amo.

Procurar nem sempre encontramos o amor. Mas esta a nossa espera a Paixão de nossas vidas.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Este corpo sobre mim

Eu quero esse corpo junto ao meu.
E que ele seja meu complemento.
Que se integre em minha alma e a mim
E venha sem mistério e sem reservas.
É assim que preciso...

Quero sempre ser sua na noite
Escura, banhada sob a luz do luar
Aquecer-me em teu corpo
Ter o teu gosto em meus lábios
Amar-te sem pecado e dizer bem
Baixinho é assim que necessito

Ao estar junto a mim eu preciso.
A ti levar todo meu amor e paixão.
Este corpo farei em brasas.
As brasas do tesão .
Meus lábios deslizarão.
Sobre este corpo que tanto desejei.
O mal que possuis é nosso!
Os desejos ardentes que saciaremos.

Meu corpo aquece num conjunto
De suspiros e gemidos
E cada toque em meu corpo
Atiça minha libido e a ti
Entrego esse desejo proibido
Um amor em erupção
Almas, desejos e paixão
Um corpo nu sob o seu...

Os nossos desejos estão intimamente ligados aos prazeres de nossa alma. Que vive e planta amor
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Por que não somos amantes

Talvez se você me olhasse com outros olhos
E me desejasse de uma maneira que só você
Sabe, talvez fossemos amantes... Mas não!
Você me enxerga como uma garotinha
Algo intocável. Um amor proibido...

Eu a procuro Paixão e a vejo sempre
Não com os olhares que imaginas.
Até o momento esta faltando à coragem
De se revelar e chamar-te ao amor...
Como gostaria que fosse diferente.
Sempre a vi como a Mulher de sonhos.
Que ainda vou libertar dos medos
E a trarei para meus braços.

Coragem é que sempre falta
E às vezes o amor se deixa levar
Mas se queres me amar então que
Seja agora... Mas se não saberei esperar
Sempre existirão empecilhos
Mas agora então somos na realidade
Os amantes em sonetos e poesias...

Aos olhos dos outros somos amantes.
A nossos olhos somos amores.
Na vida somos eternos companheiros.
A poesia os apaixonados.
Aos sonetos a alegria
A nossos leitores o encantamento.
A nós somos eternos AMANTES.
A forma do nosso coração!??!
                                      (Pensem nisso)?
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM
Publicado no Recanto das Letras


Almas em parceria

O que faria eu sem ter você
Nasce de um segundo, vivo a eternidade.,
É incomum um fenômeno de mulher.
Uma alegria, um instante. Um amor.

Quisera eu ficar ao seu lado
Abraçar quando estiver triste
Sorrir de cada palavra alegre
Pronunciada, vindas desse
Teu coração majestoso
Quisera eu...

Neste dia quero petrificar.
Esta relação, pois a pedra é durável
Sorrimos a distância, não vejo seu rosto
Você também o meu, mas vê meu coração.
Lê minha alma pelas respostas que parte de você.
Coração chora. Alma padece. Distância...

O que faria sem ter você
O que seria de mim sem te conhecer
Seu rosto é uma imagem que surreal
Mas construída com carinho
Somos mais que amigos, somos
Almas completas de amor e paixão
Por tudo que criamos e escrevemos
Com o fervor de dois amantes da poesia.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


PROCURO.

Teus sonhos eu quero viver.
Da tua paz e compreensão eu preciso estar.
Da vida de suas alegrias farei parte.
Nos momentos de guerras pessoais e angustias
Preciso te auxiliar e vigiar.

Preciso que ajude a te encontrar
Pois quero fazer parte da sua vida
E um amor a dois devemos construir
Em momentos contínuos da vida
Meu amor procuro-o nesse mundo

Se existir empecilhos eu os retirarei do caminho
Tuas mãos eu segurarei e apoiarei a você.
Quando dos teus desejos eu quero participar.
A ver no pedestal que crio na imaginação.
Na vida que sonhei vivendo com você.

Amores temos, queremos e desejamos
Num verdadeiro mar de amor infinito
E de uma grandeza majestosa
Uma vida inteira temos e passaremos
Juntos, pois o nosso amor é eterno

No instante da vida que sonhei e amei.
Às vezes até acordado.
Ao tocar suavemente tuas mãos. Teu corpo.
Beijar seus lábios e sentir você.

Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Amor sincero

Hoje acordei pensando em você
Na noite que chegou e me amou
Nas horas que conversamos
Comemorando a nossa data especial
Essas lembranças fizeram ver
O quanto o meu amor é grande
E faz ter o seu amor sincero

Porque sempre estou em mim
E sempre procuro querer você
Nossos diálogos fatais
Que parecem todos em dias especiais.
Procuramos lembranças!
Que só faz explosões de sentimentos
Uma ternura sem fim. E beijos alucinados.

É esse amor que gosto. Do seu amor
De um sentimento simples e verdadeiro
Um amor quase aventureiro
Coisa gostosa de estar ao lado
Esse amor sincero que procuro
E me encaixo nele
Bombom amá-lo é que preciso.

Das belezas da vida.
É ter a capacidade de amar e ser leal.
Um amor capaz sim de ser uma aventura
E ao mesmo tempo eterno
Que nos dá o prazer de sermos um
Paixão sei que amar é muito mais que preciso.
É viver no emaranhado dos sonhos
É viver na luz da vida. Vida é luz do amor.
 
É maravilhoso amar e muito mais dizer
Te amo...
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


TE RESPONDO VOCÊ NÃO É GAROTA MÁ.

Não! Não sou mais aquela menina   Que você viu crescer
Aquela garota ingênua que corria   Atras de um amor perdido
Não sou mais a pureza   Um estereótipo de boa menina
Que insistia dizer e espalhar

De menina que sempre vi meiga  Como desenvolveu...
Da ingenuidade de criança   Uma fera, pouco domável.
Que maravilhas os olhares.   Dos que lhe causavas antipatia

Sou flor que criou espinhos   Para não ser tocada por você
Que tanto me magoou

É ainda a rosa que cultivei    Posso até não tocá-la
Mas é a rosa dos meus sentimentos.

Agora sou uma mulher Diabolicamente sensual
E terrivelmente inteligente  Armas poderosas para usar
E não cair na sua lábia

Um belo exemplar de fêmea   Erótica e sensual, terrível.
Que usa a poderosa arma teu corpo  Que alucina que nos leva as nuvens
Não é má garota. Teu corpo causa  A maldade chamada desejo...

Quando uma mulher usa sua duas armas, a sensualidade e a inteligência, ela consegue o impossível
A sensualidade combinada com a educação. A inteligência com a versatilidade. O corpo com a mente. Deus!! Me enlouquece

Não é má garota. Teu corpo causa
A maldade chamada desejo...

Ilia Noronha e Elio Candido de Oliveira


Raízes do amor

Eu noto algo de estranho em teu olhar
Pouco do sorriso que me encantou
A sua boca pouco fala...
Uma expressão de contenção de pensamentos.

Sou a mesma de sempre, talvez um pouco
Quieta, mas a mesma que o ama
E nem mesmo essa distancia ira
Me afastar desse seu olhar que me aquece

Talvez seja a inquietação pela falta
Que me fez você nestes dias.
O amor aumenta pela ausência
Mas creia busco seu olhar, busco teu sorriso
A cada minuto do dia e da noite.

Estarei aqui sempre a te esperar
Com o coração pequeno quando não estas
Sua ausência me feriu, mas o seu amor curou
E agora o que desejo e ficar no seu leito
E de lá jamais sair. Por que necessito de você

Aqui criei raízes e profundas
Só para te esperar e para te amar
Não poderei daqui sair nunca
Pois aqui esta e estará quem esperei
Quem guardo no coração. Para amar para sempre
Você Mulher. Você que amo.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Desespero de amor

A tristeza que a saudade nos causa
Aos grandes sentimentos da vida
Eu preciso estar sempre a seguir
Prometi a mim amá-la e será meu lema.

Jurei sempre ser sua. Para todo sempre
E irei cumprir ate o ultimo dos meus dias
Pois o amo com toda a força do meu coração
E sem você nada serei nessa vida.

Tuas juras eu guardei. O que nos causa
O temor e a talvez dúvidas
É o amor em excesso é o amar sem limites
Que extrapola as nossas capacidades.
As capacidades de amar

Deliciaremos aos poucos o nosso amor
Sem medo de que acabe, porque nunca acaba
Se estiver em excesso iremos medir
Não tenho pressa. Sempre estarei aqui
Por você e por mim. Amar-te é o meu destino

O que dizer de ti. Digo que te amo.
Cismas do fim. É o que me alimenta
Procuro conter. Procuro amar.
Desespero chama angustia e espera
Paixão para mim e para o mundo.
Eu grito. Te amarei para sempre

Se distância elimina os amores
Em nós essa distância é a razão
De estarmos tão unidos... (Ilia - Elio)
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM



Tenho Saudades...

São quase vinte umas horas.
Tem um espaço entre eu e nós.
Há silêncio na comunicação, nada aparece
É aquilo que nos falta. E que a nós seduziu

Um tempo sempre acaba e outro começa
Escrever é o que sempre aprecio
Esta perto de você é o que necessito
Amar é o que posso acreditar

Mas eu quero falar do tempo.
Da saudade que me causastes.
Ao me abandonar por longos dias
Que me deixastes a pensar?

Sei que não deveria, mas a vida
Prega peças que devem ser moldadas
Segui um caminho que não teve voltas
Mas a saudade que sentia de você era
Mais forte quero estar em seus braços

Buscou com certeza o apoio
As peças que precisavas. E com certeza
Falou alto seu coração benigno.
Que conciliou a necessidade com o amor.
E agora novamente em meus braços
Paixão você e especial.

O amor é com certeza o reflexo de nossas reflexões
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


NOS SEUS OLHOS ENCONTRAMOS
                            NOS SEUS OLHOS ENCONTRO

                            A paz que procuro há tempos
                             O amor perdido na infância
                           A saudade de estar ao seu lado
                             Uma alegria de viver sorrindo

                             Eu esperei um dia ver a vida
                        De uma forma feliz e com sabedoria.
                        E num especial estar sem saudades.
                          E nos meus olhos todos vissem
                                  A Paz e a alegria

                      Quero encontrar mais que esperança
                      Nos seus olhos a vida que me espera
                              Essa paixão de outrora
                              Que ao longo me segue

                        Além destes teus olhos eu quero.
                         Estabelecer na vida a sua vida
                             E muito mais ter você
                        Num amor sem fim e com respeito
                           De nós para nós e ao futuro.

                             Esse é o nosso segredo
                           E nos seus olhos encontro...


Os meus olhos serão sempre teus olhos à medida que cada vez mais me amas
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM



Porque força e luz.
PORQUE FORÇA E LUZ

O porquê de estar sempre a procurar.
Força e conseqüentemente e a luz
A força impulsiona a vida e os bens
A luz nos ilumina e  a existência

A força o equilíbrio da vida
Esperança contida num espaço
Onde a luz renasce livrando da escuridão
A continuidade do amor

Força e  luz
sempre dentro da gente
para pô-lo em ação se deve
unir coração e mente
E é a força do Amor
que faz ver

E é a força do Amor
que faz ver o meu para além
e sentir que mesmo na escuridão
a minha luz é feita de muita fé e de muito Amor

Porque a força é o amor  que em nós existe
A luz é o brilho no olhar,  mesmo que tristes;
Espelha as estrelas, onde o coração coexiste
Levando a força do viver, os males banistes
 Poesia a 10 mãos:
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Gritos do amor

Em outras paragens e outros caminhos.
Eu ansiosamente procurei você
Não consegui naquele tempo e espaço
Determinar tua presença e tua ausência.
E os sonhos sonhados, os gritos ecoados.
Do coração e da alma...

Esses gritos que sufocam minha alma
Desejam desesperadamente urrar
Meu coração aflito pede e implora
Por tua presença ao meu lado
Fico inquieta. Não sei esperar
Quero gritar para todos ouvir
Como eu amor você...

Sussurros teus um chamativo!
Que me excita em estar com você
E bem perto. Colado em ti.
Sei que muitas vezes nos desesperamos.
Pela ânsia de grudados estarmos.
Eu quero você colada a mim.

Estarei mas que colada
Ficarei sempre perto de ti
Um amor mais que perfeito
Um amor de desejo
Esses são os meus gritos de amor por você

Se todos pudessem ouvir os gritos do coração, todos nós teríamos uma segunda chance.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Eu quero você perto de mim

Situar-me neste dia e neste instante a presença
De uma quase loucura de não estar com você.
Caminho nesta rua não vejo, muitas vezes nem a mim
No abandono de mim mesmo. Choro!

As tuas lágrimas são minhas lágrimas
Se você chora eu morro de tristeza
Na solidão estou a caminhar
Mas você é minha sombra

Não existe solidão, pois não estou só
Você esta comigo, e bastante presente.
Preso estamos nos caminhos do amor
Eterno e construindo a saudade

Sempre estarei contigo
Onde quer que esteja
Acorrentados nossos corações estão
Saudades é o nosso conforto

Estamos encaminhados pela ordem natural.
Em qual devemos obedecê-la e muito mais suportar
Mas não basta ser presente e até ausente.
Eu quero você bem perto de mim...

A presença de nós, a presença de nossas almas é o fogo que atiça nosso amor.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Vou levar você à cama

Em um sono bom você aparece
Olha-me com uma olhar meigo
Mas cheio de desejo de me tomar
Aos poucos você me beija insinuando
Com os lábios a vontade louca de me amar

A procuro com amor e paixão.
Querendo ver seu lindo sorriso
Quando tu abres bem o coração.
E me diz vem meu amor.
Atraente tu estas é noite
Nos beijos o quase convite.

Entre carinhos e caricias
Um desejo eloqüente
Abraça-me e me beija
Uma proporção de amor
A nos entrega. E digo bem baixinho
Amas-me agora.

Entre teus braços e muitos abraços.
Caminho entre teus seios
Vou numa viagem louca com destino certo.
Que se dará na peludinha
E com certeza a mim ela espera.
Molhadinha de prazer
Vou levar você à cama...


QUERO AMANHECER EM SEUS BRAÇOS

Acordar ao seu lado numa doce manha
Depois de uma noite quente de prazer
Que me fez chegar ao paraíso de delírios
Deliciar seu peito em meu rosto
E apreciar as batidas do seu coração

Reconfortante é estar em seus braços.
Desperto com alegrias e ternuras
O nosso amor é aventuras
Vejo sorrindo quando acordas.
E novamente nos amamos.

Os seus beijos sinto o calor
Suas mãos acariciando minha pele
A textura do seu corpo
Um amor que nos tornamos um só
Em seus braços me entrego

Todos os carinhos eu sito o calor
Meu corpo sente estas caricias
Seu corpo sua alma
Tomei você como minha
Neste amanhecer tudo é você.
Nos meus braços permaneças


                               A grande alegria está na manha, olhar para o lado e ver que você ainda está aqui. Minha paixão.

Amor que encontrei

Eu quero um amor! Preciso dele.
Sendo ele diferente
Com uma dose de cordialidade
Alicerçando a existência futura

Quero um amor assim! Necessito dele
Que me queira sem medo
Ame-me com o coração
Tenha sonhos e bondade.

Uma possibilidade um sentimento.
Diferenciado sim. Igual e leal.
Que coração seja o guia
A alma guie as mensagens

Um amor eterno que procuro
Uma felicidade descomunal
Amar é assim em dose pequenas
Quantidades extremas.

Não há procura e sim os acertos.
Em nós a felicidade estará;
Em sentimentos mútuos
Onde paixão e amor reinarão.

Se ao menos no final de meus passos incertos. Eu tivesse como certo teus braços abertos
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


O amor vence as distâncias

A beleza quase irresistível que me encaminha
A estar sempre com saudades de você.
Que ainda nos provoca a termos sonhos.
E muitas vezes uma tímida e louca paixão.
Que se perde num emaranhado de situações.

Às vezes me pergunto de onde vem tamanho amor
Essa saudade que aperta meu peito e sufoca
Sonhos loucos que temos e sentimos
Por que não esta aqui ao meu lado?
Deixa-me essa sensação de solidão
Triste e amarga no coração.

Não importa a distância estamos.
O amor rompe as barreiras
E sempre nos faz amantes
A viagem do pensamento e a magia
De mim mesmo para ao seu lado estar
Arrebatar essa solidão.
E sustentar a paz e o amor

O amor percorre nosso caminho
Nenhuma distancia irá nos separar
Nosso amor é maior que essa imensidão de terras
Saudade viverá em mim como em você
Mas não matara esse amor que nasce
Amo-te e nada nos afastará...

Se a distância é quase empecilho, nós matamos a distância lançando nossos poemas, e com eles aliviamos a saudade.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Nós amigos eternos

O que escondes?
Neste rosto que eternizei em memória,
Que gostei em todo o meu coração.
Na alma que pareces ter.
De bela dedicada e tão amiga tornastes
Enfeita minhas noites. Faz sorrir minha alma
Que pouca e pouca vez fez alguma menção de forma nervosa.
Se aconteceu. Não sei.
Talvez fique nestas palavras que escrevemos,
Não tão simples, mas de extensão fantástica. Nossos poemas.
Nossas mensagens que se gravou no mundo.
Pois o mundo nos lê.
Não dou conta de expressar
Na realidade a amizade que tenho.

Não escondo nada apenas
Um grande mistério em minha mente
Que expresso em meu olhar
Mas nada disso impede o que sinto
Gosto de você como um irmão
Protege-me quando é preciso
Acolhe-me nas horas que peço colo
Enxuga minhas lágrimas com sua dedicação
Alegra-me quando aparece. Enfeita a minha vida.
Assim é nossa amizade transcrita
Em papeis que serão eternizadas
Em poemas escritos com amor e carinho
E mostrar ao mundo que
Somos amigos eternos...
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


Pensando em ti

Quando a noite vem e traz consigo a lua
O encanto das estrelas. A brisa toca meus cabelos
O cheiro do orvalho. A rosa semi-aberta
Todo esse movimento lembra-me de você

O crepúsculo vem e nós de corações em delírios
Buscamos sempre as maravilhas do estar em paz.
A gota de orvalho mostra tua beleza.
A noite convida a Rosa a se mostrar.
E o mesmo nos acontece, mostremos nosso amor.
A nossa felicidade amostra.

Sempre que uma musica toca
Uma vida renasce. Uma dor que se apaga
Meu coração revive uma sinfonia de tons
Amor que conduz a paixão. Alegria aparece
Transforma em harmonia
E aqui fico pensando em ti

Os sons são os acalantos de nossas almas
Uma esperança a mais e um afago.
Que se acompanha ao ritimo.
E esta sempre a elevar as tonalidades
Cria sintonia e cria a meiguice.
E em segundos nossos abraços.

Nos abraços nos confortamos
Carinhos entrelaçados
Mas quando acordo tudo está acabado
Aí sento na janela, olho para a lua
Contemplo sua beleza e vejo
Tudo faz pensar em ti...

Elio Candido MG e Ilia Noronha AM
Ilia Noronha
Enviado por Ilia Noronha em 28/11/2007
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T756976

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ilia Noronha César Neta). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilia Noronha
Manaus - Amazonas - Brasil, 34 anos
609 textos (49755 leituras)
7 e-livros (3260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 13:38)
Ilia Noronha