Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

                              AH... O AMOR !

       O amor é  tão essencial quanto o ar...
       Mas afinal o que é o Amor?
       À menção desta palavra tão concisa, quantos pensamentos,
       quantas comoções vibram em nosso interior...
       Amor é... Com certeza cada um teria algo a dizer...
       Alguém talvez diria que o amor é indefinível.
       Mas em algo seriamos unânimes: Não sobrevivemos sem
       o ar...E não sobrevivemos sem o Amor...
      Nossa saúde e portanto nossa qualidade de vida, depende
      da qualidade do ar que respiramos... 
      Precisamos respirar ar puro para que possamos viver mais e 
      melhor. Isto é inquestionável.
      Ninguém questiona a qualidade do amor que se vive...
      Nunca quanto agora o amor e o ar foram de qualidades tão 
      questionáveis...
      E nunca quanto agora os consultórios de doenças respiratórias e emocionais estiveram tão sobrecarregados..
     Algum equívoco fatal está ocorrendo nestas áreas...
     Vamos examinar um ângulo por exemplo, ou se quiserem,
  um "tipo" de amor em todo seu processo... 
 Vamos nos deter em um tipo, o mais crucial, o mais vital, aquele
sem o qual eu não estaria aqui, sem o qual, mesmo que eu viesse a respirar(essencial à  vida) eu acabaría por definhar e morrer...
  O amor dos pais, ou na falta deles alguém que assuma esse
  amor com todas as suas consequências...
  Olhando esse amor, percebe-se, ele não é o amor-do-prazer,
 amor paixão, ou algo nessa linha... amor vida curta esse...
    Ai de nós se assim o fosse..     
  Esse amor essencial à vida, tanto quanto o ar, ele tem um custo-beneficio, usando uma linguagem bem contemporânea...
  Ele implica em  abrir mão do que é apenas  "gostoso", em optar pela  vida...
  Desse tipo de amor, tanto quanto da qualidade do ar,
 vai depender, nossa saúde, e até nossa sobrevivência..
  È certo aínda, que, tanto esse amor quanto a pureza do ar que respiramos, podem não trazer prazer imediato," lucros"
 digamos, à  curto prazo...
 Mas  ambos são tão necessários à  manutenção da vida...

 O amor, quando contaminado pela poluição do culto exacerbado ao prazer, pode inclusive, atirar seus rebentos pela janela,por exemplo...
È o avêsso do amor como fonte e expressão de vida
 Isto é algo terrível, algo, como o  amor se auto-devorando...
 A antítese do amor. ..
 Na busca desmedida do Prazer,  o amor adoece, acaba gerando morte.... Precisamos redefinir o Amor, cuidar dele tanto quanto do meio ambiente, para o nosso bem e o bem dos nossos "filhotes"...
    Alguém que  está acima de qualquer suspeita, viveu o
Amor até  suas últimas conquências!  Para que o AMOR
pudesse sobreviver através das gerações...
  Ele quer que vivamos o Amor em plenitude !
  E a plenitude do amor pode passar pelo caminho da renúncia! 
 Renunciar ao que é circunstancial em favor do essencial...
  Jesus é o nome do Senhor do amor! Amor capaz de gerar vida plena!
  Amor que faz com que respiremos e nos movamos em
um clima de Paz... Dele, dizia o salmista  ..."Porque em vós está
a fonte de vida..." salmo35-10...
 Jesus encarnou o AMOR! Conhecendo-o, podemos conhecer,
 respirar e  viver o amor... Mais aínda, podemos Ser, com Ele e através Dele ... Esta descoberta  da nossa essência trará para cada um de nós uma fonte de alegria que  nem mesmo a dor 
fará secar...

  Bom final de semana!

  

 

  

    
      



     

 

Teca
Enviado por Teca em 04/04/2008
Reeditado em 05/04/2008
Código do texto: T930749

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1159 textos (126541 leituras)
5 e-livros (1558 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 18:55)
Teca

Site do Escritor