Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXÍLIO.

    Aflorastes de um lugar, por mim esquecido, em que há muito jazias.
    Não pedi teu retorno.
    Invades sem permissão, querendo ocupar  espaços, que deixastes sem aviso prévio, como se ainda tivesse o poder de influenciar um coração, tantas vezes maltratado por ti.
     Não me digas que a culpa é da primavera que chega, florindo até  árvores antes secas.
     Ah sentimento que  estavas preso, isolado e mudo. A intranqüilidade que causas,  vai ser de onde retirarei forças para o seu retorno ao exílio.
     Que a solidão te seja leve.
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 04/09/2017
Reeditado em 27/10/2017
Código do texto: T6103870
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Felix Chaves
Palmas - Tocantins - Brasil
274 textos (14375 leituras)
19 áudios (512 audições)
2 e-livros (253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/04/21 19:47)
Felix Chaves

Site do Escritor