Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso Tempo

     
        Ei, nada mudou.
As flores sempre se renovam e é em cada telegrama que recebo que celebro os nossos dias.
        Eu direciono meu pensamento e já não deixo a tristeza ser dor ou desamor.
Recordo e mergulho nas lembranças e penso na tua fala.
Faço de cada gesto o meu refúgio e fortaleza.
       
        Então, por muitos anos, fui tentando te esquecer…e tenho absoluta certeza que você também quase conseguiu mascarar o nosso tempo.
        Sabemos dessa enorme distância, cada dia maior.
Mas, não tão grande quanto os nossos sonhos.
       
        De repente percebo as nuances e sutilezas dos teus caminhos sempre renovados.
        Sempre diferente no movimento e no encantamento de olhar e cativar,
simples assim.
     
         O segredo que me passou por escrito há de ser mistério pra vida toda.
Como combinado a volta será em mãos.
 
        Agora então pode seguir teu caminho.
Já que, ainda prefere o  sistema “in” diletantismo.

        Sabia? Todas as vezes que chego à praia, controlo a velocidade do tempo e trago você para junto das minhas mãos.
        Caminhamos sem fim, assim, nesse mundo interessante e brilhante que podemos tocar e nos harmonizar, quantas vezes for preciso.
       
        Você é uma dessas pessoas raras, igual à primavera.
 Chega e transforma com a sua presença; contagiando e fazendo um verdadeiro milagre em cada coração.
       Ah, os ensinamentos teus.
Observação atenta para esta transformação e mudanças de estados.
       
        Gratidão e percepção da conexão, são os desejos adormecidos.
Para não romper esse fio mágico às margens dos sentidos.
       
        Hoje, me perguntou: quem sou?
Simplesmente, já não me reconheço.
Você era meu espelho.
       
        Não te esqueças meu coração: em momento algum fiquei distante.
Até hoje seguro sua mão. Olhe ao lado que vai me achar.
       
        Eu e você: a chuva fina que nunca cessa.
Que flui esperança à cada inesperado som.
       
        Quando o sol nascer ou a madrugada chegar antes do amanhecer,
sinta o amor inundando de paixão cada travessia do deserto.
       
         É do imprevisível sinal todas as respostas que o tempo diz do nosso estar
sem deslizes!
 Mas, como é sublime desafiar esse tempo com a verdade que há dentro de si e que traz quietude e paz.

        Que seja eterno o aconchego de cada ciclo que nos guarda para um dia despertar maior e intenso querer, o mesmo horizonte atento.
       
        Que buscamos Deus para confortar os nossos corações "in" gratidão perene.



       
Cemma
Enviado por Cemma em 08/11/2019
Reeditado em 08/11/2019
Código do texto: T6790425
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cemma
Crato - Ceará - Brasil, 59 anos
1049 textos (21003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:00)
Cemma