Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bálsamo

Bálsamo

Tenha certeza, do amor que morreu, restará boas lembranças, que serão apagadas quando o novo amor chegar.

Do trabalho que você perdeu, restará experiências, que serão utilizadas no novo emprego. Do amigo que partiu, restará saudade, que com o tempo deixará de ser marca dolorida, e se transformará em lembrança gostosa de se ter.

O parente adorado que morreu, hoje é dor profunda, com o tempo, com o inevitável passar dos dias, será a foto no armário, lembrança de finados, ou recordação de bons momentos vividos, felizes aqueles que se tornam inesquecíveis.

A mãe que perdeu o filho é inconsolável, não existem palavras para amenizar a dor, para ela a história se inverteu, pois, ao invés dela, foi a sua cria que morreu, mas mesmo assim, Deus reservou-lhe, uma forma de amenizar tamanho sofrimento, é o passar dos dias, o próprio tempo, encarregado de transformar a dor sem piedade, em doce lembrança, e o que restou em saudade.

Não se desespere com a notícia de hoje, a serenidade e a confiança em Deus, são as bases para resolver o que se é possível resolver, e o que julgarmos impossível, entregue nas mãos Dele, a sua fé trará a resposta, antes mesmo do dia acabar.

Deus que é Pai amoroso, não nos abandona nunca, nem mesmo em meio a maior dor, são as nossas lágrimas que escondem a sua face, mas Ele sempre está presente. Não desista de ser feliz. Jamais!

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br
Paulo Roberto Gaefke
Enviado por Paulo Roberto Gaefke em 11/02/2012
Código do texto: T3493849


Comentários

Sobre o autor
Paulo Roberto Gaefke
Diadema - São Paulo - Brasil, 60 anos
117 textos (131738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/21 07:08)
Paulo Roberto Gaefke