Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos Pastores amados, e demais Cooperadores de Cristo

Sobre o Autor
Saudação ao Pastor amado e demais Lideranças
Prefácio
Introdução
01 – Referencia Bíblica chave para o assunto e tema principal
02 – Entrando no Assunto
03 – Entendendo um pouco melhor esta parábolas
04 – O servo bom e Fiel
05 – O servo Mau e Injusto
06 – Conclusão



Sobre o Autor

   Seu Nome é Cidinei da Rosa, nascido no dia 11 de agosto 1980, naturalidade brasileira, sua cidade natal, Aurora, este autor como muitos outros pela fé acreditou na pregação do evangelho, e sendo assim rendeu-se ao chamado do Senhor e salvador de nossas vidas, a Jesus Cristo, ao ponto de  se tornar realmente um crente pela leitura das escrituras sagradas, e por crer foi batizado no ano de 1997, e por que continuou crendo e perseverando na fé foi chamado ao pastorado e consagrado, em uma convenção reconhecida nacionalmente, também aceitou para sua vida o ministério da música, o louvor seja dado ao Senhor, e hoje é casado com a evangelista Daiane da Silva Genuino da Rosa, e deste enlaço geraram o seu filho amado Israel Genuino da Rosa, enfim, dentre tantos ministérios exercidos e vividos entre eles, há um em especial, que é o projeto principal de Deus para a humanidade desde o Jardim do Éden, a família, são esses os verdadeiros adoradores que Deus sempre esta continuamente a procurar, a família cristão unida em oração, sendo assim confirmados em parte atalaia e em parte profetas, segundo a vontade manifesta do espírito santo de Deus, exercendo sempre a leitura das escrituras sagradas, e tendo o esforço de entender a vontade do senhor o altíssimo soberano, afim de dar prosseguimento na divulgação e propagação do evangélico de Jesus cristo, por toda região por eles alcançável, amém.



Saudação ao Pastor amado e demais Lideranças
  Inicialmente antes de tudo minha saudação a todos os queridos leitores, Pastores, encarregados e lideres de outros ministros e ministérios, que a verdadeira graça e a paz vos sejam multiplicadas, em nome de nosso senhor e salvador Jesus Cristo, e isso para com todos, amém, desde já o meu muito obrigado a você querido leitor, que este livro seja uma grande benção na sua vida assim como para mim foi um prazer escrevê-lo, sabendo que de Deus será a verdadeira recompensa para todos nós, desde agora para sempre, amém.

Prefácio

  Minha verdadeira motivação em escrever este rico livro direcionado principalmente aos queridos e amados pastores, e aos lideres e encarregados de trabalhos ministeriais, é que após a leitura, o Espírito Santo posso ter a liberdade de ministra ao seu coração, a pura e agradável vontade de Deus para a sua vida pastoral, a você caro leitor, por meio desta obra, espero poder dividir a minha visão a luz das escrituras, da forma de como o senhor bom Deus me capacitou, para interpretar e discernir toda boa palavra, as ricas passagens bíblicas citadas nas escrituras,a fim de juntos poder chegar a um fim proveitoso e edificante para vida de cada um, sendo assim convido você a de  juntar a mim nesta meditação da palavra de Deus nos assuntos a seguir.

Introdução

  O Assunto que aqui será discutido é especialmente direcionado as lideranças maiores, para aqueles que se encontrão nos trabalhos ministeriais e atuando como cabeças, e que de alguma forma são participantes de áreas administrativas do corpo eclesiástico da igreja, recomendado na verdade a leitura a todo e qualquer público, mais especialmente aos encarregados e ministros chefes, assim como as cooperados em departamentos ministeriais, sei que muitos poderão até dizer, duras são essas palavras, quem as poderá ouvir, mesmo assim eu lhe encorajo a estar determinado comigo a fazer toda a leitura até o fim, vai sim valer a pena todo o esforço, a palavra de Deus chamais voltara varia, amém

Referencia Bíblica chave para o assunto e tema principal, Mateus 24:45-51 na versão ARC

A Parábola do Servo Fiel e Vigilante

    Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o Senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. Porém, se aquele mau servo disser consigo: O meu senhor tarde virá, e começar a espancar os seus conservos, e a comer, e a beber com os bêbados, virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera e à hora em que ele não sabe, e separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Entrando no Assunto

  Como ponto chave para esta obra vamos meditar agora em "Mateus 24:45-51 ARC" e juntos com entendimento estudar esta rica e objetiva passagem bíblica, com o intuito de nos examinarmos a nós mesmo, e então após o enriquecimento que ganharemos nesta leitura, finalmente juntos sim chegarmos a alguma conclusão, de que como Pastores e cooperadores de Cristo, estamos ou não no centro da vontade de nosso sumo Pastor, Jesus Cristo, ao qual todos deveremos prestar todos contas, de toda boa ou má obra,  no tempo determinar, segundo a sua vontade,amém.
 

Entendendo um pouco melhor esta parábolas

  Entendemos que no dia em que Jesus estava a apregoar esta parábola, os seus discípulo também estavam ali com ele, atenciosos, e é certo que minuciosamente ouviam todos juntos a bendita parábola do servo bom e vigilante, pois estavam destinados e se tornar os futuros lideres da igreja do nosso Senhor na terra, eram estes que estavam na presença do messias, em processo de formação para se tornarem os pioneiros do reino, no trabalho e aplicação do evangelho da graça, e sabemos bem que esta foi um palavra dura, uma palavra de exortação e confronto,  o que me fez uma vez mais pensar, a luz das escrituras, será que estamos no centro da vontade do nosso senhor ? será que seremos aprovados ? vamos meditar a respeito disto então.
  Percebemos na parábola que o senhor citado é dono de todos os bens, é a representação perfeita de Deus, Jesus Cristo, aquele que levanta o servo, e o coloca em lugar de honra, para governar com autoridade e poder as suas posses, as que são transmitidos com a autoridade do seu nome, e são confiadas para que sejam administradas segundo a vontade do seu querer, sim é verdade, dele e por ele para ele são todas as coisas.
 
O servo bom e Fiel

  O Servo bom e fiel, sim Deus espera mesmo deste servo fidelidade e também prudência, o devido cuidado e respeito com todos os seus preciosos bens, as primícias do seu reino, e esta bem enfatizado nesta parábola, ele é o senhor, nós somos os servos, e dele são as posses, e percebemos que logicamente o apascentamento e a palavra de Deus, o cuidado com os outros, saber zelar por aqueles que ele nos confiou, e para todos os que com carinho serem encontrados fiéis e irrepreensíveis em toda boa obra, esses ouviram um dia a sua voz dizendo, bem aventurados, que tem um significado muito recompensador e especial, mais do que feliz, realizado, para aqueles a quem seu senhor chegar de surpresa e os achar trabalhando de acordo com seus mandamentos, a equidade do julgamento de Deus os fartara, certamente haverá uma grande recompensa a quem for encontrado fazendo a coisa certa, e por terem sido fieis no pouco o seu senhor um dia os colocara sobre o muito, a obra que colocou suas mãos certamente crescera, haverá uma grande multiplicação, vai sim valer a pena ser fiel ao um Deus tão maravilhoso, para um dia poder ouvir, “ venha servo bom e fiel, entra no gozo do seu senhor, Deus seja louvado, amém.

  O servo Mau e injusto

 O servo mau, tentemos por um momento criar sua imagem em nossa mente, para criarmos um modelo de exemplo, recriar um servo em uma atitude reprovável, o servo mau, falar sobre aquele que não se preocupou em nenhum momento, em fazer vontade do seu Senhor, seguindo somente suas próprias idéias, e somente as suas vontades, satisfez todas as suas concupiscências, agindo como se fosse o senhor e dono legitimo de todas as posses, das que recebeu pela transferência de autoridade a ele confiadas, pois sabemos bem como cristãos que somente o Senhor pode transferir poder e autoridade, mais enfim, continuando a meditar na  referencia bíblia de "Mateus 24:45-51 ARC", a qual estamos explanando, vemos e imaginamos este servo agindo infielmente, desprezando a vontade do legítimo senhor, de quem o havia o chamado, e embriagando-se cada vez mais em suas palavras persuasivas, como fazia o rei Saul, tendo a ter muitas desculpas para sua mau conduta reprovável, tinha sempre uma frase de explicação pronta na ponta da língua, que foram certamente para sua destruição e tristeza, um costume rotineiro na vida deste rei como esta nos relatos e registros bíblicos, sempre embriagado com suas palavras, foi ele  o primeiro rei de Israel, e foi chamado pelo próprio Deus, para ser um homem bom justo e honesto, era uma das primícias entre de todos os filhos da tribo de benjamim, e foi escolhido a dedo, e por fim chamado para governar todo um povo, liderar toda uma nação, mais a inteligência humana, a astucia e estratégias, os meios políticos e injustos, foram a sua queda, o homem que havia sido chamado para ser grande, se demonstrou depois tão desvirtuado diante os preceitos de Deus, e sendo assim foi mui grande a sua queda espiritual, e a seguir fracasso em todo restante de ética e moral que ainda avia lhe sobrado, perdeu até mesmo a paz, perdeu tudo, até a sua vida e de seus filhos por fim, na sua triste historia de desobediência,  podemos trazer a memória esta historia, e comparar com os exemplos dos dias de hoje, de homens, de um homem que não era obediente a Deus, que agia por conta próprio,anarquista, era ele o seu próprio líder, o final de seu reino foi um desastre, foi entregue nas mãos dos seus inimigos, mais seu sucessor, o segundo rei a ser empossado em Israel, sobre ele, o que podemos trazer a memória sobre ele? O que explanar dos registros bíblicos ?  Davi não era muito melhor que Saul, na verdade não, não se engane, era um péssimo pai de família, talvez até pior que Saul, como homem da sua casa, cometeu muitos pecados questionáveis, sim ele os cometeu, um homem que sedia as suas paixões, ele era muito falho, matou, roubou, mentiu, adulterou, se fez de louco para não perecer, “foi um homem bem tramposo como costumam dizer os gaúchos”tudo esta nos relatos da escritura sagrada, você mesmo pode conferir, e muitos mesmo foram os seus delitos, se eu procurasse todos os erros de Davi, talvez escrevesse uma livro mais grosso que esse, mais por agora apenas vamos comparar alguns dos erros, e falhas éticas humanas e imorais de Davi, com os erros e falhas de Saul, o diferencial não é tão grande,  mais vi algo que me chamou a atenção, e parei para analisar, e justamente na parte do caráter, na atitude de cada individuo aqui citados, a forma de interagir e responder no momento a qual foram confrontados e advertidos por homens de Deus, o comportamento apresentado durante e após receber um exortação e admoestação, da parte do senhor, foi nesta hora que eu pude identificar um diferencial, então minuciosamente comparamos Saul e Davi, e realmente já perceber Davi reconhecendo e assumindo o seu erro, reconhecendo os seus pecados, aceitando a correção de Deus para sua vida, havia motivação para jejuar e orar sem fingimento, o verdadeiro esforço de cada vez mais criar em si mesmo um coração puro  de verdadeiro arrependimento, diante de um Deus que ele sabia muito bem ser é onisciente, um Deus que é poderoso para discernir entre verdadeiros e falsos de coração, no momento de  quebrantamento.
  Mais, por outro lado vemos o rei Saul, sempre desobediente, teimoso, anarquista, ele sempre foi seu próprio líder, nunca aceito as regras e as autoridades a cima dele, agindo sem escrúpulos perseguiu até mesmo seu servo fiel, a Davi, seu ajuda dor, o conservo a quem Deus confiara a ele, o que foi sempre fiel ao serviço do rei, a esse o rei Saul procurou ferir e matar, e isso a qualquer custo e injustamente, usando a autoridade e poder que Deus o deu para fazer suas próprias vontade e maldades, perseguir a quem Deus quer bem,a quem o Soberano Senhor colocou no palácio para o ajudar no ministério do Reinaldo, Davi não venceu guerras por ele mesmo, não matou o gigante somente por que deu vontade de fazer algo grande, ele exerceu esse feito a servido de Deus, e conscientemente a serviço também de toda uma  nação, uma vitoria para todos, ele estava a serviço do rei, mais o rei o rejeitou e em seu coração, planejava o mau para o jovem Davi
  Podemos trazer a memória uma passagem muito interessante, onde Saul decide matar todos os sacerdotes, pelo simples fato de que eles ajudaram e acreditavam nas promessas de Deus para a vida do jovem Davi, condenados a morte injustamente por dar uma benção ao jovem, para que ele pudesse continuar seu caminho e ser bem sucedido na trajetória que estava a tomar, exatamente em um momento da história que Saul estava a perseguir Davi, para matá-lo, os sacerdotes ajudaram o jovem, e isso muito irou a Saul, então frustrado por não ter sucesso na perseguição a Davi, esse homem anarquista mata todos os sacerdotes ao fio da espada, os mesmos a quem Deus colocou ao seus cuidados, para que nenhum mau os acontecesse, como esta escrito na nossa palavra chave “Mateus 24:45-51 na versão ARC  O meu senhor tarde virá, e começar a espancar os seus conservos,” Saul não teve o cuidado pelos conservos a quem Deus deixou a seus cuidados, antes, em rebeldia como o exemplo que temos da atitude de Caim, que disse em resposta a Deus, “Não sou o guarda do meu irmão”, e nunca foi zeloso mesmo, na escritura é apresentado como o assassino, e de seu próprio irmão na verdade, e por que ? por que seu coração era mau, ciúmes e invejas imperavam com poder em seu mau caráter, e isso é verdadeiramente triste e inconveniente, desconfortável em nosso raciocínio, que desde o principio Caim foi malfeitor, indigno da presença de Deus.
  Será que hoje nosso coração já é mais puro que coração de Caim ?, qual é agora  o verdadeiro sentimento dentro de nós, a respeito daqueles que governam cima e abaixo de nós na hierarquia ? se fôssemos postos a prova hoje, qual seria o resultado ? Os amamos ou os adiamos ? não devemos querer mau a eles, aos maus lideres, nem torcer ou desejar em nenhum momento suas derrotas, como verdadeiros cristãos devemos orar pela liderança geral da igreja, não desejamos o fim de Saul para nenhum dos nossos Cooperadores de Cristo, chamais, antes em oração roguemos por mais Davis, embora falhos e em muitos momentos agindo fora do centro da vontade de Deus, teremos a fé e certeza, que ainda sim, serão homens que quando verdadeiramente exortados e admoestados pelo pai, retornaram pela fé ao verdadeiro centro da vontade de Deus, por a amor e obediência, por esses motivos serão chamados de nobres em nosso meio, sim, vai valer apena orarmos por nossas lideranças, Deus vai abençoar o servo bom e fiel, amém.

Conclusão
Queridos Pastores, e amados cooperador de cristo, trago agora a sua memória a seguir a seguinte passagem que está em “João 21:17, ARC”
“Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.”
  E eu sei que com confiança posso crer, e posso mesmo acreditar com convicção, que você o ama como eu, e se é assim, este amor certamente será verdadeiro,  ansiosamente não vera a hora de agradar esse mestre, o sumo pastor, Jesus Cristo, sei também e quero mesmo acreditar que de hoje em diante você também ira apascentar as ovelhas e cordeirinhos de cristo com maior temor, ainda que antes governado do seu jeito pessoal, sabendo agora de que por ele,é para ele, que realmente são todas as coisas, como ele disse a Pedro, apascenta as minhas ovelhas, cristo não deixou de enfatizar claramente que são dele as ovelhas, pois era ele que iria em breve na cruz pagar um alto preço, preço alto demais, preço de sangue na cruz, não esquecendo disse devemos continuar a carreira que nos foi proposta com fé e determinação, sabendo que se agirmos justamente, seremos recompensados no tempo certo, por que aquele é senhor de todas as coisas, recompensara a cada um segundo suas obras, e todos nós vamos querer ser encontrados no dia do senhor como sendo a representação do servo bom e fiel, e que assim seja.


Hebreus 12:6 ARC
porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe.







Pastor Cidinei da Rosa
Enviado por Pastor Cidinei da Rosa em 14/09/2018
Reeditado em 18/09/2018
Código do texto: T6448653
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Pastor Cidinei da Rosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pastor Cidinei da Rosa
Terra de Areia - Rio Grande do Sul - Brasil, 38 anos
8 textos (102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 04:23)
Pastor Cidinei da Rosa