Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia 111 II Crônicas 23 – 29. A ingratidão de Joás, Os mercenários de Amazias, A soberba de Uzias, O renovo de Ezequias.


17 de Abril de 2019

Hoje dispensando a usual introdução e seguimos para a continuação da história do pequeno Joás, salvo por Jeosabeate e seu marido Joiada; Joiada cuidou e protegeu o pequeno Joás até que tivesse sete anos, ocasião em que, aliado com os levitas, o proclamou rei destituindo (e matando) Atalia (2Cr 23.1-15), dessa forma, com apenas sete anos de idade, Joás tornou-se o mais novo rei de Judá.
Enquanto Joiada viveu, Joás seguiu os caminhos do Senhor (2Cr 24.2), nesse período ele foi um rei que se dedicou a consertas os estragos feitos ao templo e a fé Judaica por intermédio de Atalia. Joiada viveu uma vida farta, faleceu aos 130 anos e, por conta dos benefícios feitos a Judá, foi sepultado junto com os reis de Judá (2Cr 24.15-16)
Joás então se desviou dos caminhos do Senhor e passou a adorar outros deuses; Deus no entanto, enviou o profeta Zacarias, filho de Joiada para falar a Joás. Joás então, ignorando todo o bem que lhe fora feito por Joiada, mandou matar a Zacarias (2Cr 24.20-22).
Deus pesa a mão sobre Joás, de forma que guerras se levantam e ele acaba sendo assassinado e dando lugar ao seu filho Amazias; Esse, por usa vez, pareceu mais prudente que seu pai; em dado episódio, ao guerrear contra os amonitas, Amazias resolveu contratar soldados de Israel para lhe auxiliarem no combate. Sabemos que Israel andava distante de Deus, então Deus lhe envia um profeta que diz para que desista de se aliar com esse povo. Mesmo tendo prejuízo financeiro, porquê já havia pago os soldados, Amazias decide ouvir a orientação divina (2Cr 25.6-10).
Mais uma vez inteiramos aqui o conselho de observarmos bem as nossas alianças e decidirmos com sabedoria com que nos juntamos; que a sabedoria de Amazias sirva para nós como exemplo, mesmo sofrendo prejuízos, vale mais a pena estar com Deus.
Falemos de Uzias, um homem que era amante da agricultura e da tecnologia (2Cr 26. 10;15), fez plantações e construiu máquinas de guerras, mas, havendo estabelecido o seu reino, acabou por se desviar do Senhor tentando oferecer incenso diante de Deus; os sacerdotes até tentaram lhe avisar, mas, cheio de seu orgulho, irou-se contra eles e acabou ferido de lepra pelo Senhor (2Cr 27.16-21).
Outros reis se levantaram nesse meio tempo, como Jotão e Acaz, mas nos deteremos  em Ezequias, um rei que decidiu resgatar tudo o que fosse possível no que tange ao culto ao Senhor; após Acaz quase extinguir a adoração a Deus, seu filho Ezequias reina e tenta levar todo povo de volta aos cainhos do Senhor. Ele reabre as portas do templo e trás de volta os louvores ao templo (2Cr 29.25).
A maioria dos  feitos de Ezequias estará em nossa leitura de amanhã, portanto aguardemos melhor momento a fim de apresentarmos esse grande homem de Deus
 
Adriel M
Enviado por Adriel M em 17/04/2019
Código do texto: T6625551
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adriel M
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
167 textos (759 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/19 20:42)
Adriel M