Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oração e meditação para fazer a santa vontade de Deus: Espiritualidade ou Misticidade da vida como o processo de transfiguração ou vir-a-ser: devir, Dasein: o ser-aí !

"Ame e seja livre em Jesus: Ame e faça em o que queres bem feito no amor... de Jesus." Santo Agostinho de Hipona

Ame sempre: até a consumação ou fim de seus dias...
E terá a eternidade de amor e para amar...

Só o Amor nos plenifica e eterniza no Bem de Deus.
Para sempre em Jesus no Espírito Santo como fez e faz aos eleito e às eleitas de Deus como a virgem e os apóstolos e a nós, hoje.

Foquem e fiquem no amor e amorização de Deus cuja ação é amar sempre no dia a dia... até a eterna realização nossa em Deus. Até o fim ou consumação dos séculos ... Amém!

A gente sempre precisa de oração para fazer a santa vontade de Deus.

Com Deus ao nosso lado nada faltará.

Que Deus sempre ilumine os nossos caminhos e a nossa vida

Sim: Ele é o supremo Pastor das almas, fundador da "Minha Igreja", isto é, da Igreja do próprio Jesus como entregou a São Pedro na citação entre parênteses.  (Mt. 16, 16-19)

Mt16, 16-19: é passagem decisiva para nos indicar a autoridade de Jesus sobre Pedro como Pedra da Igreja - Fundamento escolhido pelo Fundador Jesus. E Pedro recebe as Chaves da Igreja para ligar ou desligar o que for conforme a vontade de Deus para o bem da Igreja e orientado por Jesus.

Ora, se Pedro é Pedra ou Fundamento por ordem e em nome de Jesus, cabe-nos aceitar o que o Senhor nos indicar: inclusive, o que colocou adiante para administrar, santificar, servir e se sacrificar pela Igreja de Jesus.


Assim, Pedro repassou seus erros, assumiu tudo em Jesus e pela Igreja como em João 19 e 20: afirmou Pedro amar Jesus por 3 vezes depois de negar 3 vezes Jesus.


Com efeito: Pedro morreu pela Igreja em Roma e com Paulo em 64 ou 42 d. C. - ambos a sua maneira: Pedro crucificado de cabeça para baixo enquanto Paulo, por ser cidadão romano, foi decapitado e não crucificado como Pedro. Romanos na carta fala de Pedro em Roma: alugou casa e era vigiado noite e dia por soldado, até o fim de seu julgamento.


Portanto, as duas colunas da Igreja se espelham em Jesus morto por nós, ambos pela Igreja e por amor a Jesus. Testemunhas fieis e mártires ou heróis da fé.

Os Atos dos Apóstolos nos contam parte desta interessante história de Pedro e Paulo, e citam os outros apóstolos ... Era a primeira HISTÓRIA DA IGREJA compilada por São Lucas. E os exemplos maiores da Fé em Jesus na Igreja Apostólica depois da morte de Jesus, que expandiu de Jerusalém pelo Império Romano e entre os Gregos até no Coração do Império a Fé em Jesus chegou, graças a Paulo e Pedro como testemunhas vivas e fortes desta HISTÓRIA INICIAL DO AMOR no Novo Testamento.

Com Deus tudo podemos, Deus é a nossa luz e a nossa salvação.

Sim, essa é a Certeza traduzida na Fé, na Esperança e essencialmente na base da Caridade que tudo vence e suporta. A caridade é a Essência de Deus: Deus é amor, quem ama nasce de Deus... Faz o bem e o bem vence de Deus em Jesus para nossa salvação e a Glória do Altíssimo, como cantam os salmos. Sempre, a oração deve ser orar = ação no amor e por amor e com amor... Sem amor, nada tem sentido... Tudo em vão!!!

Sim: só o amor em Jesus nos leva a Deus e nos ajuda a vencer a dor, a amor e perdoar como mandou Jesus na Cruz...

Só o Amor nos plenifica e eterniza no Bem de Deus. Para sempre em Jesus no Espírito Santo como fez e faz aos eleito e às eleitas de Deus como a virgem e os apóstolos e a nós, hoje.

______________

O pouco a cada dia nas crisálidas as libertam na metamorfose das lindas asas que tinham ocultadas dentro do casulo. As nossas almas e nossos corpos nos dizem para que somos criados por Belíssimo Engenho do Engenheiro da Nova Criação em Jesus e a Mãe de Jesus: o modelo Plural da Mulher pura e liberta a que toda mulher pode aspirar na jornada aqui terrenas rumo à Morada Celestial: Creio na vida Eterna , amo a vida Terrena efêmera e aspiro completar no meio ser com os outros a minha jornada ou travessia...
Até a plena manifestação do me ser no Ser Divinamente Alegre e a Felicidade inesgotável, irredutível, infinitamente possível...
Somos belos embora vez por outra sofridos nos pareça nos feios e insuportáveis.
O tempo nos dá tempo para nós descobrimos a essência de nós na filosofia e Espiritualidade ou Misticidade da vida como o processo de transfiguração ou vir-a-ser: devir, Dasein (termo no alemão: o ser-aí)  ! Aleluia! Amém!

__________

Assim seja, Assim será! Sejamos de Jesus por meio de Maria e com Maria, amemos a Jesus, eternamente! Ela disse: "- Façam o que Jesus mandar..." João 2 (Bodas de Caná da Galileia: Jesus e sua mãe foram convidados...).

______________

Somos do céu: aqui travessia em dobragem é... é o que vem depois... aqui temos o processo e a vitrine ativa é a ceia eterna com a alegria nas Moradas santas e celestiais com a Mãe de Jesus, a senhor de Lourdes e outros títulos carinhosamente postulados a essa boa mãe que acolhe as nossas em porfia e alegria.

J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 11/02/2020
Reeditado em 11/02/2020
Código do texto: T6864029
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1568778 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/04/21 14:34)
J B Pereira