Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A boneca Maria Emília já não gosta  mais dos filmes de terror, vez por outra, acorda de sobressalto, por causa de  pesadelos habitados por criaturas diabólicas, que outrora, via na TV. Assim, logo que  passou a pensar como um adulto humano considerou que monstro é criação de mentes doentias: diabinhos que o autor transfere em forma de imagem para livros, revistas, e  telinha  da televisão.

Insone, ela refletia: Se é verdadeiro dizer que os sinais sonoros e visuais descortinam emoções,  também é verdadeiro afirmar que este  mesmo conjunto de imagens e som leva a atitudes e condutas de acordo com a percepção, em torno da qual, orbita sua alma. E, pela primeira vez, a boneca de pano foi tomada por  sentimentos humanos, desejou ser uma rainha, ter muitos súditos e um grande exército para combater o inimigo que lhe perturba o sono. 

***
Adalberto Lima, trecho de Estrela que o vento soprou (obra em construção)
Adalberto Lima
Enviado por Adalberto Lima em 05/11/2019
Código do texto: T6787743
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adalberto Lima
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil, 67 anos
3676 textos (443726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:20)
Adalberto Lima