Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dilálogos | Minha Flor

Estávamos no bar. Nos nossos momentos de desvario, olhando para o rio, e para a natureza ao nosso redor. O morro da concha sempre nos impressiona. É sempre lindo! Só sorri. Só me olhou.

– Flor...
– Oi.
– Quem você quer ser durante o meu dia?
– Ninguém!
– Como?
– Eu não tenho que ser nada, ninguém.
– Deveria me cobrar se seria a primeira pessoa a me dar “Bom dia!”, ou a última a me dar “Boa noite!”... É algo além de qualquer coisa.
– Sou qualquer coisa?
– Não!
– Certo!
– Isso é bom?
– É!
– Eu sou qualquer coisa?
– Não! É um algo além de qualquer coisa. Bom, deve ser importante, já que é a única pessoa a quem tenho vontade de mostrar toda e qualquer novidade.
– É! É algo além de qualquer coisa.


09,10/11/2016 | 01/12/19

Texto publicado no blog: https://francielysampaio.blogspot.com/2019/12/dialogos-minha-flor.html
Franciely Sampaio
Enviado por Franciely Sampaio em 01/12/2019
Reeditado em 01/12/2019
Código do texto: T6808262
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Franciely Sampaio
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil
107 textos (5585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 11:42)
Franciely Sampaio