Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trigésimo quinto contopoesia ou sonho lúcido e surrealidade







                    Os lugares são os mesmos: oceano dentro do quarto, caminho de pedra entre as nuvens, cachoeira no deserto; primeiro você caminha numa grande rua com casa e edifícios e ao virar a esquina está em pleno bosque, em uma grande fazenda, com trilhas e montanhas. Tudo tão nítido, tudo tão sólido que você tem muita dificuldade de distinguir o que é sonho lúcido e o que é surrealidade.












Francisco Zebral
Enviado por Francisco Zebral em 29/10/2019
Código do texto: T6781823
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Zebral
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
7473 textos (445736 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 23:37)
Francisco Zebral