Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trigésimo nono contopoesia ou o espelho está mentindo





                           

                        Não pense que você me engana, este seu olhar de peixe morto, esta sua barba mal feita, esta cara de espanto! Você finge que sou eu, mas eu bem sei que você é o outro, aquele ladrãozinho furtivo que rouba meus versos e devora minhas lembranças, você até roubou o meu rosto, mas não vai levar a minha alma. O espelho está mentindo, foi você que morreu, eu ainda não nasci...












Francisco Zebral
Enviado por Francisco Zebral em 04/11/2019
Código do texto: T6786716
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Zebral
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
7413 textos (443887 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:42)
Francisco Zebral