Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta Endereçada aos Justos

     Ontem, dia 18 de outubro de 2019, meu tel. celular que nasceu outro dia e não à 7 mil anos, emudeceu, calou-se; e não quis falar com ninguém. Por conta desse desaforado fora da lei, fiquei sem comunicar com meus amigos, familiares; e sobretudo, enviar os meus textos para o Recanto, acumulando para o dia hoje. O detalhe que só posso enviar 3 textos por dia, pois, não tenho posses o suficiente para pagar assinatura.
                   Necessito de um advogado para eu processar a empresa de telefonia responsável. Caso o egrégio leitor possua atribuição para tal, conto com vossos préstimos. Entretanto, saliento que sou um dependende assistenciado. Inclusive, devidamente, registrado no cadastro dos insuficientes econômicos do governo.
           Como insuficiência econômica, entenda pobre caloteiro.

Att.
Mutável Gambiarreiro

P.S.: sabia, rosnam, cacarejam, escrevem poesias, bufam, chamam qualquer um de golpista e facista, enaltecem irmã Dulce, porém nessa hora de precisão maior, ninguém se manifesta, todos se calam. Congelam-me! Celular é assim mesmo. O diabo que o carregue e lance-o numa caldeira fervente.


Família I
 A definição mais acertada, exata, milimétrica, antropofágica para a palavra família (entenda família terrena) é a defendida pelos espíritas, ao dizer que "Família é resgate cármico".
      Diferente dos hipócritas religiosos e falsos moralistas, que dão variados, espirituosos e  eufemicos significados à palavra família, completo a definição dada pelos espíritas com "e nada mais".
         No dia que souberem o que o tal resgate cármico pode fazer de benéfico socialmente, de integração coletiva, contruiremos uma sociedade melhor qualificada no que tange igualdade, fraternidade, solidariedade e justiça. Tanto é verdade, que são eles que mais operam, trabalham em prol dos mais necessitados e carentes.
        Todavia, ainda que os espíritas procedam como descrito, ocorre que no meio do caminho, há uma enorme e profunda vala separando o joio do trigo, entre as teorias e a prática, há uma assombrosa soberba; pois como disse Chico Xavier em seus últimos respirares, estão teorizando em demasia a doutrina e esquecendo do exercício da mesma; e sem a operosidade dos olhos, das pernas, das mãos e coração, pouco ou nada importa, o que se fala.
                  O espiritismo também cita que sem caridade, não há salvação. Isso todas famílias sabem; mas conceda-me mais um  segundo de sua atenção: é válido ser salvo, somente pela caridosa paparicação feita entre os membros de uma família biológica?


P.S.: não sou espírita, como não prego religião alguma. Aliás, tal qual a educação e ensino que sopram por aí, sob a qual o médico não reconhece a dor e a necessidade do paciente gari de permanecer respirando, o poder familiar e as religiões separam, desagregam. São líquidos não miscíveis.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 19/10/2019
Reeditado em 19/10/2019
Código do texto: T6773467
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2324 textos (53975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 04:30)
Mutável Gambiarreiro