Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Capítulo 03: A fuga e a desconfiança inesperada. ( O segredo do Porta-Malas! Parte 2)

__ Estranho, será que ele ouviu ou sentiu algo? – suspeita Deivid
__ Não sei, mas alguma coisa com certeza o chamou a atenção para correr assim. – afirma Duda.
Triste e desanimado Gah volta para o coreto, e ao chegar, vê a curiosidade no rosto dos amigos e logo diz:
__ Não precisam nem perguntar, ouvi passos e vi alguém nos observando da porta, por isso aquele grito. Também foi esse o motivo de ter saído correndo. Toda tentativa foi em vão, o infeliz conseguiu fugir de novo.
__ Não fique assim! Agradeço pelo que está fazendo por mim, você é muito corajoso sabia? Imagina se algo acontece com você? Obrigado Gah. – consola Sara o amigo.
     Gabriel agradece e volta para casa. Os demais também se despedem e prometem voltar no dia seguinte.  Ao voltar para casa preocupada com o amigo Sara recebe mais um aviso surpresa.

Serei o mistério que seu amigo quer tanto desvendar. Presta bem atenção no que diz aqui:
“O mistério do aviso de hoje é a resposta do silêncio amanhã ou depois”.
Não tente novamente!
                                            L.V
 
__ Meu Deus! Agora ele está indo longe demais, está partindo para os meus amigos. Esse bilhete mesmo devia está com Gabriel, não comigo. E agora? Não quero metê-los nesse assunto, mas alguém vai ver isso já.  Gabriel precisa parar ou nem quero pensar no que pode acontecer daqui para frente.
Responde Sara saindo para levar a indireta a Gabriel e afirma que ele terá que parar de correr atrás do misterioso, querendo ou não.  Ela pensa em um jeito de convencer Gabriel a ficar quieto, mas teme ser quase impossível conhecendo bem o jeito dele. No dia seguinte Sara chega mais cedo ao coreto e encontra justamente Gabriel sozinho, o que ela já esperava acontecer.
__ Olha só quem está aqui, justo quem precisava.
__ Sara você tão cedo por aqui? Bons ventos te trazem?
__ Se fosse você bateria na boca antes de dizer bons ventos te trazem, pois a coisa está ficando séria demais, não acha?
Sara entrega a Gabriel um recado. Ele não entende e questiona:
__ O que é isso?
__ Veja você mesmo e tire suas conclusões.
Gabriel fica perplexo e ao mesmo tempo furioso, pois nota que o recado é para ele.
__ Droga! Quer dizer que realmente temos um mistério? Sara, por acaso, não acha que isso irá me parar acha?
__ Aí é que está o problema. Não estamos tendo escolhas, você não pode mais se meter nisso, terá que me prometer Gah.
__ Tudo bem eu prometo tentar, não sei se vou conseguir. – afirma Gabriel cruzando os dedos.
Os demais chegam ao coreto e estranham a conversa entre os dois. Duda desconfia de que tem algo a mais acontecendo e comenta com Roberta, que concorda com a irmã mais velha. Luiza  questiona Sara:
__ Amiga está tudo bem? O que tanto vocês conversam, podemos saber?

     Sara e Gabriel se olham e não respondem nada, a desconfiança entre os demais amigos aumentam. Duda e Roberta se interessam em descobrir o que está acontecendo.  Em um momento inesperado Sara decide contar uma verdade e diz:
 __ Podem sim, recebi mais um aviso dele, um completo louco. Cada vez que recebo um papel meu primeiro pensamento é que tem mais uma das terríveis ameaças dele, não gosto nem de pensar. Fico toda arrepiada de saber que a qualquer momento ele pode cometer mais uma loucura, se é que ele é capaz e eu não duvido nada.
__ Mais um aviso dele? De que ou de quem está falando Sara? Não estou entendendo e imagino que os outros aqui presentes também não. O que está acontecendo que não estamos sabendo? Explique-se. – pede  Bia a amiga.
__ Não sei, não sei... eu juro que ainda não consegui entender o que essa pessoa que se auto intitula LV pretende. Sabem de uma coisa que posso dizer? Tenham medo, mas não é um medo qualquer é um medo que te leva a um perigo, talvez o que tem um destino monstruoso.  – explica Sara com lágrimas escorrendo pelo rosto.
__ Está brincando, não está? – diz Duda impactada.
__ Não, queria eu poder brincar quanto a isso, mas seria algo muito maldoso de minha parte e essa não seria eu, seria uma bitch.
__ Eu já sabia. – afirma gah
__ Como assim? Só estamos sabendo agora por quê? Desde quando mantemos segredos entre a gente? – questiona Bia se lembrando dos SMS recebido por alguns.
__ Desculpa gente não ter contado antes e ter contado primeiro a Gabriel, mas estou com medo, com já sabem. Vejam estou toda arrepiada, mas há um tempo que venho recebendo esses bilhetes escritos por esse tal de LV.  Inclusive aqui está um dos bilhetes que eu recebi e já até passei saber sobre o que diz e sim temos um mistério nas mãos. – diz Sara entre um soluço e outro.
__ Gente isso realmente está muito sério, temos que tomar uma atitude mais séria. Mas a questão é que não sabemos os riscos e Sara não chore mais, daremos um fim nesse enigma, eu prometo. – diz Deivid.
__ Eu também prometo. – afirma Gabriel.
__ Nós todos prometemos. – afirma Duda ainda chocada.
Sara agradece e joga o bilhete sobre a mesa, todos ficam perplexos ao confirmarem o mistério em que estão envolvidos. Duda se aproxima e ler para si só e fica sem reação, completamente paralisada.
__ Leia Duda! Está ficando muito interessante. Mas leia em voz alta. – afirma Bia.
__ Não tenho coragem. – responde Duda sem se mexer.
__ Nossa está cada vez pior isso. Agora alguém pode ler? – Pede Maria Luiza.
__ Se Duda não ler, leio eu.  Toma Gabriel a iniciativa.
Gabriel pega o papel, mas não diz nada, Roberta curiosa pergunta:
__ O que está escrito? Fala! Queremos saber.
__ “Não Ignore este aviso; existe algum passado de um membro da sua família que não é tão interessante, talvez curioso. Tanto que não se deve tocar nesse assunto. Se fosse você procuraria saber por que”! LV.
É isso que está escrito gente. – responde Gah.
     Restavam apenas alguns dias para o fim das férias e Roberta, Maria Luiza, Gabriel, Rafael e Deivid estavam preocupados com o que poderia acontecer caso alguém soubesse do segredo que eles mantinham em relação a um novo aluno do colégio em que estudam. Eles marcam uma nova reunião e em uma conversa pelo celular Duda escuta mais uma conversa de sua irmã Maria Luiza:
__ Sim continuaremos mantendo isso. Não pretendo acabar o que nos diverte por causa de uma conversa com a Duda, acham mesmo necessário? Se fizermos discretamente tenho certeza que não irão nos descobrir.
__ Nos encontraremos hoje para discutir isso ok? Às 14 horas no nosso clube, o que acham? – sugere Roth
__ Seria muito arriscado, alguém pode nos ouvir e aí já era, ficamos sem saída e eu tenho certeza que não é isso que desejam, é? – responde Gah.
Duda imagina de quem ela está falando, mas fica em dúvida, pois sua irmã disse diversão e teme está julgando erroneamente.  A conversa se estende e ela segue ouvindo atrás da porta. Maria Luiza teme está sendo espiada e diz:
__ Se ouve atrás da porta é porque não sabe conter a vergonha na cara. Espero não precisar ir até a porta e descobrir quem é. Não procure por que nunca se sabe o que pode achar.
Duda escuta e fica incomodada se retirando do local voltando para o seu quarto, mas afirma para si mesma:
__ O que eu vou achar? Não mesmo Maria e sim, o que já sei. É melhor baixar o orgulho, porque eu já cansei de ser besta.
 Duda segue pensando em seu plano. LV segue para o clube dos garotos e os aguarda escondido numa banca próxima.   Os garotos voltam a se reunir e dessa vez para saber de Sara o que LV sabe sobre seu pai, sem saber que estava por perto o perigo. No clube todos aguardam Sara chegar, o que não demora muito. Ela chega e a reunião começa, Gabriel bate na mesa chamando a atenção de todos.
__ Pessoal então temos muito que conversar hoje, façam silencio, por favor. Então Sara lembra quando nos mostrou aquele bilhete de LV? É sobre essa pauta que vamos discutir. Diga-nos o que LV sabe sobre seu pai? Já tomou posse desse conhecimento?
__ Sim pessoal, e já questionei o meu pai sobre o assunto e a única coisa que fez foi dizer que o passado a gente deixa para trás e me proibiu de tocar no assunto novamente, mas é claro que não desisti. Ele terá que me contar ou LV mesmo dirá, creio eu.
__ Mas você sabe que tem algo de errado, não sabe? Porque ele não iria negar se não temesse algo. – afirma Gah.
__ Tem outra questão pessoal, como podemos afirmar que LV dirá caso ela não descubra? E o que vamos fazer para proteger a Sara? Não devemos acionar alguma autoridade? – questiona Duda.
__ Duda tem toda razão, isso está indo muito longe e não podemos ter certeza de que ele dirá algo, afinal ele é o vilão e não o pai da Sara. Antes de qualquer coisa precisamos de um código para que ninguém entenda do que estamos falando. – sugere Bia.
__ Uma autoridade? Não sei se é uma boa ideia, até por que teria riscos? Já imaginaram do que ele pode ser capaz? E assim, até que eu estou gostando dessa brincadeira de detetive. – diz Gabriel sorrindo como se não levasse a sério.
LV fica furioso ao ouvir autoridades e decide dizer umas verdades aos garotos. Gabriel teme ter alguém por perto e sai para verificar, os demais estranham.
__ Gabriel o que é? Não para quieto. – questiona Deivid.
__ Verdade já tem um bom tempo que está caminhando pelo clube. Algo te incomoda? – pergunta Duda também aflita.
__ Não sei, sinto que estamos sendo ouvidos. Esperem vou aqui fora olhar, já volto.
__ Não deve ser nada Gah, mas se faz questão, vá. Só peço cuidado! – exclama Sara.
__ Também não estou gostando disso gente! Tem alguém lá fora mesmo? – questiona Roth.
__ Psiu! Vou abri a porta. – pede Gabriel.
Ao olhar de um lado para o outro ele não vê nada, sai até uma das esquinas olha e também não vê nada além do comum, a banca cheia, os carros indo e voltando e o mesmo clima de sempre. Ele volta para o clube e fica intrigado, logo Maria lhe pergunta:
__ Então tinha alguém lá fora? Viu algo de diferente?
__ Que sensação esquisita, não. Não vi nada tudo igual como sempre esteve. E o pior é que mesmo indo até lá não me sinto confortável.
__ Não disse que não era nada? Esquece isso, já está virando paranoia sua Gah. – afirma Sara.
__ Não adianta, ele é sempre assim gente. Por que não acostumamos ainda? – brinca Deivid.
__ Pois é, já deviam mesmo está acostumado. – concorda Gabriel.
__ Credo gente que conversa pesada. Vamos voltar a falar da Sara? – pede Duda.
Do lado de fora, alguém caminha em direção à porta. O barulho de carro atrapalha ouvirem os passos e eles continuam como se nada tivesse acontecendo. A porta é aberta e todos se assustam. Gabriel sai para verificar e não vê ninguém e retorna assustado.  Os garotos decidem se manter em silencio por um tempo e se aproximam, mas nada acontece. Duda diz:
__ Gente a porta abriu sozinha? É isso mesmo?
__ Não. Alguém abriu e se escondeu ou não fechamos direito.
__ Não fechamos direito, relaxem foi só o vento. – afirma Deivid abraçado com Maria Luiza.
__ Prefiro acreditar nisso também. – concorda ela,
Sem dá tempo de responder nada, volta a bater com força a porta, mas um aviso vem junto. Todos se abraçam, exceto Sara que vê o papel no chão e se abaixa para pegar. Ela mostra para todos e eles se olham sem reação.
     
       Não se façam de investigadores somente agora.  É bem tarde para isso, irão se perder em meus mistérios. Estou mais próximo do que vocês imaginam.
Tanto que acabei de assustar vocês com um bate na porta.  Se a polícia souber de algo, Sara que sofra as consequências.
Abraços queridos. L.V
     O bilhete deixa todos se olhando. Sara fica trêmula só de pensar no que poderia está ou não escrito. Ela o guarda, pois decidiu que não quer que seus amigos se envolvam para que não aconteça o pior a eles. Duda percebe que ela guardou algo, mas não diz nada por enquanto.

É OS GAROTOS DERAM UM BOM SUSTO EM LV. SARA TENTA PARAR GABRIEL DE SEGUIR O AMEAÇADOR, MAS A TENTATIVA É EM VÃO. LV DEIXA MAIS UM DE SEUS BILHETES AO DESCOBRIR QUE QUEREM O ENTREGAR A POLÍCIA, MAS DEIXA CLARO QUE SARA SOFRERÁ AS CONSEQUÊNCIAS SE ISSO OCORRER DE FATO, ISSO APÓS SARA CONTAR SOBRE AS AMEAÇAS. E AGORA O QUE OS GAROTOS FARÃO?  SARA ACHA O BILHETE E ESCONDE, MAS DUDA VÊ E NÃO DIZ NADA.  QUE SARA FARÁ COM ESSE BILHETE E POR QUE O GUARDOU? DESCUBRAM NA TERCEIRA PARTE DO CAPÍTULO DE: O SEGREDO DO PORTA-MALAS!
Natões Pox
Enviado por Natões Pox em 16/05/2018
Código do texto: T6338042
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natões Pox
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
12 textos (227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/07/18 23:17)