Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RP - O CASAMENTO DE BETO LAGE - PARTE 3


                           O CASAMENTO DE BETO LAGE
                                           PARTE III

                                 Wagner vê de longe Beto colocar Linda num táxi. Seus olhos se enchem de água, mas a tristeza logo se transforma em raiva. Ele vai procurar por Janete. Vai encontrá-la num grupo de garotas e a tira de lá a força, puxando a moça pelo braço.
- Ei! O que foi, amor? Que violência é essa? Você está me machucando.
- Eu preciso falar com a senhora.
   Ele a leva para a garagem da casa e a empurra de encontro a um carro.
- Sabe o que você acaba de fazer? Você estragou a coisa mais linda que estava acontecendo na minha vida!
- Não sei do que você está falando, seu grosso! - diz ela, esfregando o braço dolorido.
- Ah, não sabe? Pois vai saber agora.
   Ele levanta o braço para lhe desferir um bofetão no rosto, mas seu braço é parado no ar por Leo.
- Wagner, ficou maluco, cara!
   Ao cair em si do que ia fazer, Wagner coloca as mãos no rosto e começa a chorar. Janete também fica assustada com tudo aquilo e começa a gritar.
- Você ia bater em mim, seu covarde?! Pois eu já contei pra minha vó tudo que aconteceu na fazenda! Ela vai esperar passar o casamento do Beto e vai falar com seu pai. Trate de se preparar para fazer o mesmo que o Beto fez hoje. Você vai se casar comigo, querendo ou não! E vai se arrepender do que ia fazer agora, seu... sujo!
   Ela solta um grito estridente. Irritado e assustado, Wagner sai dali rapidamente e vai para a rua, entrando no carro e colocando-o em movimento em alta velocidade.
   Enquanto isso, Leo, a turma de Wagner e mais alguns convidados da festa ajudam Janete a se acalmar, pois ela não para de chorar compulsivamente.
   Vendo toda aquela confusão, Beto se aproxima de Leo e pergunta:
- Cadê o Wagner.
- Se mandou. Não sei pra onde ele foi. Só sei que agora ele está encrencado mesmo. Ele quase bateu na Janete, cara!
  Humberto Lage se aproxima do filho e sugere:
- Essa menina tem que ir pra casa e a gente vai ter que levá-la, Beto. Afinal de contas, ela não está bem e só vai provocar mais escândalo se ficar aqui.
  Beto concorda com o pai e os dois vão levar Janete em casa. No caminho, ela continua chorando e contando de novo tudo que aconteceu, aumentando inclusive que Wagner bateu nela realmente. Como não viu nada, Beto não acredita muito no que ela diz.
- Eu não acredito que o Wagner bateu em você, Janete, diz Beto.
- Não se meta, filho, diz Humberto. – Hoje é o dia do seu casamento. Não quero que você se envolva em encrenca.
- Você fez tudo aquilo de pirraça, não fez, Jane? Você foi até lá pra causar desordem mesmo, não foi?
- Fiz sim! Ele me enrolou por muito tempo e você sabe disso, mas acabou dando trela praquela... portuguesa! Só porque veio da Inglaterra e foi secretária do avô milionário dele.
- Avô milionário? - Humberto pergunta.
- Ele já morreu, ela continua. – O Wagner herdou uma fortuna dele. Ele está mais rico que antes agora. Por isso ela está dando em cima dele. Quer dar o golpe do baú.
- E quem garante que você também não está? - Beto pergunta.
- Eu gosto dele, Beto. Você sabe disso. Você me conhece. E ele também gostava de mim. Gostava... até ela chegar. Primeiro quase tira o Leo da Laura e agora quis tirar o Wagner de mim também. Ele perdeu a cabeça por causa daquela portuguesa de cabelo platinado.
- Não adianta nada você ficar chorando por ele. O Wagner não quer mais nada com você, Janete.
- É mesmo? E por que ele... transou comigo na fazenda? Isso ele não contou, contou?
   Beto se cala. Humberto olha para o filho, vendo a situação piorar, e para o carro uma esquina antes de chegar perto da casa dela.


            RETORNO AO PARAÍSO – O CASAMENTO DE BETO LAGE
                                                 PARTE 3

                            OBRIGADA POR SONHAR COMIGO!
                                               BOM DIA!
                            DEUS NOS ABENÇOE A TODOS NÓS!

Velucy
Enviado por Velucy em 09/06/2018
Código do texto: T6359467
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Velucy
São Paulo - São Paulo - Brasil
880 textos (3654 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/18 06:26)