Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RP - O CASAMENTO DE BETO LAGE - PARTE 12


                         O CASAMENTO DE BETO LAGE
                                         PARTE XII

                                                   Wagner fica um tempo olhando para Linda que está indecisa entre voltar ou não com ele para o Brasil, e diz decidido:
- Então eu fico também.
- Está com medo de deixá-la aqui comigo? - diz Gart com um leve sorriso.
- Aprendeu o jogo, hein, tio? Mas não, não é nada disso. Eu confio em você, nela e principalmente... em mim.
- Quer denunciar o Teo à polícia? Talvez eles possam ajudar a procurá-lo.
- Não. Eu não quero dar o gostinho a ele de ser procurado pela polícia. Vai parecer que eu estou com medo e, de mais a mais, não podemos provar que ele é uma ameaça. A gente não tem nada pra dizer pra polícia. Ninguém vai acreditar que um guarda-costas está querendo matar seu próprio patrão.
- Não fala assim... diz Linda, apertando a mão dele.
- Ele vai voltar. Eu já vi esse filme. Se, como você disse: ele quis me assustar, então eu vou ficar aqui e esperar.
- Você tem uma mania irritante de brincar com tudo. O caso é sério. Você podia ter levado uma bala na cabeça, rapaz.
- E o pobre vaso foi quem se machucou, coitado. Tão bonito...
   Ele beija a mão de Linda e diz:
- Vou trocar de roupa. Estou todo sujo de sangue. Volto já.
  Wagner a beija na boca, levanta-se e vai para a escada, subindo correndo. Gart o segue com os olhos e olha para Linda.
- Quando você se casar com ele, não se esqueça de regredir uns dez anos na sua idade. Você é muito mais madura que ele e pode desperdiçar sua vida se não souber acompanhá-lo.
- Eu gosto dele como é. Gosto do coração leve que ele tem. Sem maldades. Eu estou precisando disso. Não acho que vá desperdiçar minha vida. E o amo.
   A segurança de Linda deixa Gart com uma esperança a menos, se é que ainda havia alguma.
- Você é quem sabe. Até já... Não saia da casa sozinha e feche as cortinas. Vou pedir pra algum dos rapazes fecharem aquela janela por fora com algumas tábuas. Não fique perto das janelas. Pode ser perigoso.
- Você vai sair? Por que não fica aqui dentro com a gente?
- O patrão está na casa. Eu ainda sou o guarda-costas dele. Vou ficar no meu posto.
- Gart, para com isso...
   Ele se aproxima dela e fala em voz baixa, com o rosto bem perto do dela:
- É muito melhor do que ficar aqui, olhando você e seu noivo namorarem. Concorda? Não tenho estômago pra isso.
   Ela suspira, olhando dentro dos olhos dele e pede:
- Então... se souber de alguma novidade, venha nos avisar, certo?
- Claro... Eu sei do meu dever.
  Ele percorre o rosto dela com os olhos e se afasta.

               *************************************
    A ideia que Wagner teve de ficar em Londres enquanto Linda ficasse, acaba caindo por terra. Bartley precisa ir ao Brasil e é necessário que ele vá junto. Ele acaba se convencendo de que é mais prioridade devolver a fazenda para seu pai e volta ao Brasil sem ela com a promessa de voltar logo a Londres.
   Ao chegar à fazenda é recebido com frieza pelo pai. Leonardo mal o deixa sair do carro e declara em tom de voz tranquilo, mas firme, ainda na varanda.
- É a última vez que você faz isso comigo, Wagner Valle Neto. Última! Ou vai perder o direito de usar esse nome.
- Por favor, pai. Eu não sou tão importante pra você aqui...
- Seu irmão outro dia me disse que eu não dou importância pra você. Que eu não cuidei de você com o mesmo cuidado que cuidei dele. Está na hora de mudar isso mesmo. E está na hora também de você mostrar que se importa comigo e com essa família. Sua família está aqui, rapaz!
- Mas eu me importo. Eu sei disso! Eu fui a Londres...
- Atrás de uma garota...
- Não! Quer dizer... também, mas não fiquei lá só por causa dela. Eu aproveitei...
  Leonardo então percebe o curativo no rosto do filho.
- O que foi isso no rosto?
- Um acidente... Nada demais.
   Ele também percebe que Wagner não veio sozinho. Vê Bartley saindo do carro e desce as escadas, aproximando-se dele.
- Eu conheço você... Edward Bartley...


               RETORNO AO PARAÍSO – O CASAMENTO DE BETO LAGE
                                                 PARTE 12


                          OBRIGADA POR SONHAR COMIGO!
                        BOM DIA E MUITO AMOR PARA TODOS!
                               FELIZ DIA DOS NAMORADOS!
                          DEUS NOS ABENÇOE A TODOS NÓS!

Velucy
Enviado por Velucy em 12/06/2018
Código do texto: T6361910
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Velucy
São Paulo - São Paulo - Brasil
880 textos (3654 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/18 06:24)