Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Novelinha: DUAS LUAS...

...
2² episódio

Olha o que as Gêmeas estão falando!

LÍVIA e LAURA...
Bom dia, aqui que está falando é a Líva e a Lala e a gente tem 3 meisinho de vida.

LÍVIA...
Na verdade só eu a Liva(Lívia) que tá falando, pruque a Lala (Laura), minha maninha gemia foi mamá de novo.
O meu vozinho querido disse que a Lala pega a senha pra comê duas vez e eu só uma.
Ela tá muito gordinha e o vovô chama a gente de Luas dele e que a Lala é a lua cheia, também do jeito que ela mama?
Eu gosto do meu vozinho, e eu chamo ele de velhinho feinho, feinho de tanto que eu gosto dele e a minha vó Kéie diz que ele é um “Ogro”.
Eu nem sei o que é isso, mas acho que é mesmo pruquê quando o meu paizinho chega ele chama o vozinho pra conversa e diz meu ogro hoje não vai secá o meu Grêmio! Toda ora ele fala isso (ogro, ogro, ...).
Eu gosto do meu papai mais ele é chato, só fala nesse tal de Grêmio, ah! Também no Metro(seu time de Nova Veneza- Metropolitano).
Olha quem chegou, até que fim Lala, fala um pouco Lala......
Não adianta a Lala já foi comê de novo!
Pessoal tenho mais treis coisa pra dizer pra voceis:
O meu vozinho que já feis oração, poesia e até muca pra durmi e pra levantá e até uma piada. Ele disse que vai fazê também um livro de “conto de fada” pra mim e pra minha irmã, também disse que vai fazê uma novelinha com muitos bichinho pra gente fica feliz.

LAURA...

Líva esta já é a nossa novinha, esqueceu maninha?
LÍVIA...

A Lala já foi dormir de novo.

LÍVIA...
... e eu; agora é que vou no colinho da minha mãezinha Lilica, como o vovô chama ela, aproveitá pra mamá um pouquinho pruquê a Lala tá dormindo mesmo e não demora vai acordá e voceis já sabem o que ela vai querer de novo, acertaram, comê, comê e comê de novo!

MARCOS...

Minhas Luas, meus amores venham pertinho do Bobô (Vovô), que vou contar uma histórinha muito bonita de Gêmeos e depois o Bobôvai cantar uma musiquinha pros meu anjinhos dormir mais um pouquinho!

LÍVIA...

Mais Bõ a Lala acabou de acordá, o Bô ta maluquinho, tá.
...mas acho que ela resmungo, também essa aí só acorda pra come e eu já falei pra voceis, não falei? não falei?

MARCOS...

Era uma vez...:
A história dos gêmeos

Encontrei e agora ofereço-lhes esta linda histórinha, ancioso pela chegada de minhas netinhas (LÍVIA e LAURA, que já já estão chegando!)


Conta nossa história que há muitos anos, em uma pequena aldeia havia um casal de uma certa idade e que não podiam ter filhos. Eram sábios, bons de coração, respeitados por todos e exerciam o papel de bons conselheiros daquele povo.
Moravam num lugar muito bonito ladeado de montanhas, rios e nascentes, com verde em abundância, fresco e muito sonoro, com pássaros cantando o dia todo.
Todos os dias, antes do sol nascer, iam num cantinho deste lugar e lá faziam suas orações, em que pediam pela paz e bençãos á todos.
Num destes belos dias bem cedo, enquanto rezavam ouviram um som forte de choro de crianças e que pareciam vir de todas as direções.
Saíram então á procurar, pois se fosse fato um bebê, poderia ser atacado por animais e então se dividiram, cada um foi numa direção e voltaram em seguida com duas crianças em seus braços.
Espantados pela incrível semelhança entre os bebês levaram até os anciãos, conselheiros do lugar, para que os orientassem no que fazer.
O povo quando soube comemorou e festejou com eles por tamanha dádiva Divina.
Os gêmeos crescem e aprendem tudo que os pais lhe ensinam das coisas do dia á dia com muita rapidez e grande sabedoria.
Aquele, na verdade foi um presente, uma retribuição do céu para aqueles que sempre fizeram a vontade de Deus e a sabedoria Divina institui ali um prêmio á grandeza e a fé, colocando em suas vidas dois anjos que irão cuidá-los mais tarde em suas velhices.
Mais tarde sabiamente o velho casal, em concenso, envia-os para um lugar sagrado, para que estudassem e amadurecessem, adquirindo assim mais conhecimentos. Tempos depois, voltam de fato mais sábios e com uma particularidade, voltam com os rostos e os corpos pintados e com uma coroa de palha de milho em suas cabeças, também com uma alegria contagiante ,levando o povo a gostar de imediato do que veem, pois a alegria dos gêmeos passada á todos os fizeram rirem como nunca.
Neste lugar existia um poderoso feiticeiro, temido por todos, mas que as pessoas embora o temessem tanto, sem explicação viram naqueles jovens animados, uma esperança de mudanças de ares naquele lugar, dominado pelas as ações daquele mau feitor, o terrível feiticeiro.
O feiticeiro sentindo-se ameaçado em seus domínios tem uma ideia maquiavélica, chama os jovens gêmeos e lança á eles um duro desafio, uma espécie de torneio de poderes, no qual o perdedor teria que abandonar aquele lugarejo e inclusive também cogitou-se a possibilidade de até morrer, pela derrota sofrida.
Espantosamente os jovens aceitam tal desafio e cedem vez ao mago para iniciar sua demonstração de encanto.
Então o mago lança um truque de magia, onde pega um jarro de barro cheio d'água que ao transbordar e molhar a terra, faz nascerem árvores com deliciosos frutos, mas que perduraram por muito pouco tempo, sumindo tudo imediatamente.
Chega a vez dos gêmeos e um deles pede ao outro, irmãozinho menor (este era o tratamento que tinham entre eles por serem tão idênticos e confundirem assim aos outros), vá buscar um pouco de cinzas para mim!
E colocando na palma das mãos sopra-a, e além de tossirem bastante, cair-lhes nos olhos, cabelos dos gêmeos e de quem estava próximo, mais nada naquela hora aconteceu.
Os irmãozinhos e o povo, embora assustados com a reação do feiticeiro, riram muito e o tal mago vendo aquela 'pataquada', se enche de mais autoridade.
Mas em seguida os jovens começaram a falar baixinho invocando as forças da natureza como: -
As nuvens, chuva, trovões, raios e também um arco-íris.
Não demorou para que se formassem nuvens carregadas, com o céu se fechando de vez e em seguida tudo que fora invocado, se apresentar numa terrível tempestade e tormenta.
Assustados todos correram para as sua casas e a pracinha em pouco tempo, ficou completamente vazia.
No outro dia bem cedo e com o raiar de um belo dia de sol, aqueles que retornaram á praça se depararam com o feiticeiro, o agora não mais temível, morto e fulminado ao chão!

Assim foi este o relato que sugere ser o surgimento dos primeiros "gêmeos palhaços" que se tiveram conhecimentos na história!

História baseada Do livro: 'O Guerreiro Invisível e outros contos do Tempo: Uma antologia da Tradição Viva'
Oficina Escola de Arte Granada - São Pedro da Serra, Nova Friburgo - RJ


MARCOS...

Minhas lindinhas, gostaram da histórinha?
Agora o Bobô vai cantar para as minhas Luas dormirem e deixar a Vô Kéie e a Maizinha Lilica descansarem um pouquinho, pois elas para deixarem vocês lindas, bem alimentadas e gordinhas como todos estão vendo, elas também têm que estarem bem descansadas!

Vamos lá então...:
 
CANÇÃO DE NINAR

Resultado de imagem para IMAGEM DE FESTA DE ANJOS NO CÉU

Chocolates para o céu
Que ficou muito mais azul;
Chocolates para o céu,
Desceu pra nós anjos de luz.

Canto e louvor ao céu,
Que ficou mais colorido;
Canto e louvor ao céu,
Por deixar tudo bem mais divertido.

Graças e glória á Deus,
Duas estrelas á mais no céu;
Graças e glória á Deus,
Estrelas que desceram em seu carrossel.

Hoje tem festa no céu,
A paz entrou em nosso lar;
Hoje tem festa no céu,
Para Laura e Lívia, fiz esta canção de ninar.

Obrigado á Deus dono do céu,
Por que a felicidade veio pedir moradia;
Obrigado á Deus dono do céu,
Pois veio junto a paz,o amor,a esperança e a alegria!

OBRIGADO SENHOR POR ESTA (s) DÁDIVA (s), EM MINHA VIDA!

LÍVIA...

Bozinho, a Lala, a Maezinha e até a Vó Kéie tão drumindo...!

MARCOS....

E porque a senhorita não vai dormir também Pintinho Maluco?

LÍVIA...

Ah! Eu não falei pra voceis, mas o meu Bozinho chama eu de Pintinho amarelinho e Pintinho maluco também e a Lala, o Bozinho disse que é o Bolinho de carne, pruque ela é gordinha e pegou um pouco mais de sol que eu!!

Agora eu vou assistir a pantera cor de rosa com o meu Bozinho, ele disse que é o desenho preferido de quando ele era criancinha inguau eu e a lala, tchau pra voceis por hoje!!!


---------------------x--------------...



 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 10/07/2018
Código do texto: T6386134
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcosvi
Siderópolis - Santa Catarina - Brasil
863 textos (17366 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/18 15:05)
Marcosvi

Site do Escritor