Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Capítulo 13: Novas Regras, obedeça-as! O SEGREDO DO PORTA-MALAS! Parte 1

NO CAPÍTULO ANTERIOR...
TIVEMOS A FANTÁSTICA REVELAÇÃO DE QUEM É O LV. E NÃO ERA NINGUÉM MENOS QUE PIEDRO OU RED COMO ELE SE DISFARÇAVA
PARA ESTÁ ENTRE OS GAROTOS SEM QUE DESCONFIASSEM, PORÉM
A CONVERSA ENTRE OS DOIS NÃO ACABA BEM E GABRIEL DESMAIA. E AÍ COMO NOSSO AMIGO SAIRÁ DESSA? O QUE LV FARÁ? PARA DESCOBRIR FIQUE COM O CAPÍTULO DE HOJE!

     Uma forte ventania começa e a caixa que estava com a serpente e o aviso voa para perto de Gabriel que continua desmaiado. Piedro (Red) volta a se vestir como LV, afinal ele não revelou o porquê desse nome e então decide levar seu rival para uma casa velha num sítio. Ele o deixa amarrado às pernas e os braços e sai para comprar água e comida.
Isabel sozinha em seu apartamento fica preocupada com Gabriel, pois teme que LV o faça mal e se sente culpada.
__ E agora como vou consegui ficar tranquila? Se ao menos pudesse está com a consciência mais leve. É deixei que o pior acontecesse e esse é o problema da culpa, ela paralisa qualquer um e nos lança cada vez mais pra longe de corrigi os nossos erros. Não devia ter abandonado Gabriel sozinho com ele, pois é capaz de coisas que, ah não quero nem pensar.
     Decidida a ajudar Isabel volta ao local onde os deixou quando fugiu. E para a sua surpresa encontra dois bilhetes, um estava destinado a Sara sobre a conversa com seus pais e o outro aos amigos dela e esse era recente, pois LV havia perdido o bilhete no local anterior e avisava sobre o sequestro de Gabriel.
1º Bilhete dizia: Sara diga a seu pai que quem brinca com cobras podem ser mortos pelo seu veneno. Espero que saibam lidar com ela. –LV.
2º bilhete: O amigo de vocês terá que sumir ou eu mesmo faço isso por ele. Ajudá-lo não será a melhor saída, sempre consigo o que quero, cedo ou tarde pegarei sozinho. –LV.
   Em choque ao descobrir o que LV fez ela afirma:
__ É por isso que dizem “você só enxergará melhor, quando o mundo parecer hostil e cruel. Pois realmente ele é assim sempre”. Sara sinto muito mesmo não quero assustar você, mas nesse caso não tenho outra opção, se não fazer a coisa certa.
     Assim ela vai de imediato atrás de Sara, já que é sua vizinha. Sara que estava no clube com os seus amigos volta para casa e a encontra no portão prestes a tocar a campainha. Estranhando a visita Sara se aproxima e a chama tocando-lhe os ombros.
__ Olá moça. Quem é você e o que deseja? Prazer meu nome é Sara, acho que não nos conhecemos.
Isabel se vira e se encanta pela gentileza de Sara.
__ Olá Sara. Não realmente não me conhece mesmo, Isabel muito prazer. Acho bom conversarmos na sua casa, se importa? Desculpa acabamos de nos conhecer e já estou sendo intrusa. É que as palavras se ditas na hora errada podem se tornar abismos e não podemos correr riscos, certo?
__ Isabel parece está com medo, está tudo bem? Dizendo isso parece que tem alguém nos observando ou te seguindo, mas de qualquer forma tem razão, nunca sabemos o suficiente sobre está seguros, não é? – apavora Sara pensando em LV.
__ Sim Sara tem toda razão. Sentir seguro aqui no Rio é uma questão de limite, assim como a vida é limitada e a morte é o limite, talvez se não tivesse assustada o bastante, as coisas não terminariam como terminou. Vim aqui apenas para te entregar e para que saiba disso. – afirma Isabel lhe entregando o bilhete do sequestro.
__ Isabel devo mesmo olhar esse papel? Pois tenho a impressão de que nada dará certo mais e eu sei de onde isso vem e saiba de uma coisa, é insuportável. É a pior das sensações cada vez que recebo um bilhete, sinto está recebendo um corpo e no pior dos sentidos. – desabafa Sara.
__ E não é para menos, compreendo perfeitamente os seus sentimentos. Sinto muito em dizer, mas não será a primeira nem a última vez a sentir medo, é melhor aprender enfrenta-lo, pois ele nos faz crescer. Precisa ser forte Sara, se arrependimento matasse juro que não sei onde estaria à uma hora dessas. Não fiz o que devia fazer, mas eu sei que o fim está mais perto do que imagina.
   Afirma Isabel com certeza de que a derrota final de LV se aproxima tão depressa, quanto Sara pudesse imaginar. Sara estranha o modo como aquilo foi dito e questiona.
 __ Nossa Isabel. Isso suou tão surreal que não consigo pensar em outra coisa, há não ser o fato de parecer saber algo maior. Estou errada? Desculpe não desconfio de você, mas é que as coisas tomaram rumos tão assustadores que fica difícil saber o que pensar.
__ A guerra está ganha Sara. Precisa confiar e saber que a verdade já foi revelada sobre ele e quem a conhece tenho certeza que sabe como agir. Deve se orgulhar muito de seu amigo não é? Tão afrontoso e o que aconteceu provará isso que disse, agora preciso ir. Prazer.
     Conclui Isabel saindo e deixando-a no pior momento, exatamente na hora em que decide ler o bilhete. E não seria para menos, pois Red (Piedro) se aproximava da casa de Sara e como se nada tivesse acontecido entre ele e Gabriel. Isabel o vê e teme por Sara, que por sua vez, chora desesperadamente ao se dar conta do que aconteceu com seu amigo e entende o que disse Isabel antes de sair de sua casa.
   Red escuta Sara chorar e se apressa, mas chega ao local na pior hora possível. Ela o recebe e ainda em prantos e solta a pergunta.
__ Como pôde sumir com Gabriel? Saiba que pagará por tudo o que fez a todos nós ou não me chamo Sara Albuquerque. Eu juro! – bate ela no garoto como se soubesse da verdade sobre ele.
O vilão fica nervoso e por pensar que ela sabe de tudo deixa escapar o inesperado.
__ Apodrecerá a onde está.
__ Apodrecerá onde está? Como assim Red? – estranha Sara o questionando em choque pelo que ouviu com os olhos arregalados.
__ Eu disse isso? Não é o que está pensando Sara, me desculpe. O que houve com Gabriel? O apodrecerá esqueça pensei alto aqui e acabei dizendo como se desejasse o pior, mas não desejo. – diz ele invertendo a situação vendo o seu próprio aviso no chão.
__ Menos mal. Parece que quem me persegue sequestrou o meu amigo para me atingir e conseguiu. Desculpe Red estou aqui chorando e até desconfiei de você que não tem nada a ver com isso. – se desculpa Sara sem saber que está de frente ao responsável.
__ Tudo bem Sara. Acontece, agora precisa manter a calma. Já falou com alguém?
"Ele sabia demais, mereceu o que teve. Espero que não envolva a polícia ou será pior". – pensa Red.
__ Não sei, mas se ele fizer alguma coisa com Gabriel, ah ele não sabe com quem está lidando. Farei questão de por a polícia na sua cola. – afronta Sara lhe respondendo.
   Nervoso novamente ele grita com Sara.
__ Não! A polícia não.

EITA! AS COISAS SEMPRE PODEM PIORAR NÃO É? COMO SE NÃO BASTASSE TER FEITO UMA DESCOBERTA GABRIEL AINDA CONTINUA EM UMA ENRASCADA. ISABEL TEM UMA LONGA CONVERSA COM SARA, QUE DESABAFA SOBRE GABRIEL COM O SEU "AMIGO". RED FINGE COMPREENDER SARA E DEIXA ESCAPAR O QUE LHE COMPROMETE. SERÁ QUE SARA LIGARÁ OS PONTOS? COMO IRÁ REAGIR A NOSSA TURMA DE AMIGOS AO SABER DO QUE HOUVE COM SEU INTEGRANTE? PARA DESCOBRIR O QUE VAI ACONTECER NA TRAMA, NÃO PERCAM A SEGUNDA PARTE DESSE CAPÍTULO.
O SEGREDO DO PORTA-MALAS!
NRD
Enviado por NRD em 27/02/2019
Reeditado em 27/02/2019
Código do texto: T6585644
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
NRD
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
51 textos (1548 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 11:51)