Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEBRANDO BARREIRAS - INQUIETO - PARTE 4

                                   XIV - INQUIETO

Everybody is restless, everybody is scared
(E todo mundo está inquieto, todo mundo está assustado.)
              Everybody is looking for something that just ain’t there
              (Todo mundo está procurando por algo que simplesmente não
                                                                                          está lá.)
                                  Everyboby is restless!
                            (Todo mundo está inquieto!)

                                      “Restless” – do Álbum Breaking Hearts – 1984


                            Barulhos de vozes foram ouvidos vindos do corredor e Graham perguntou:
- Reconhece essa voz?
   Elton pensou e sorriu.
- Rouca e sexy, como ele mesmo diz, se reconheço! Rod Stewart! Phillis, safada! – ele falou em voz mais alta para que o amigo escutasse.
   De fato, Rod Stewart entrou barulhentamente pela porta, seguido por Bernie, ambos rindo muito, suados e cansados.
 - Fala, Sharon amada, grande cartola! – gritou Rod, abrindo os braços e pulado sobre Elton com um abraço muito louco.
   Elton não sabia se ria, gritava ou batia nele.
- Me larga, sua maluca! Você está cheirando a peixe cru que ficou fora da geladeira por cinco dias! Não trocou a calcinha hoje, bixa enrustida?
   Enquanto isso, Graham e Bernie apertavam-se as mãos.
- Não é bucólico? As crianças de Lincolnshire se encontrando novamente? – disse Rod, sentando-se no colo de Elton e olhando para os dois. (Bernie e Graham eram ambos do condado de Lincoln, no norte da Inglaterra.).
- De onde vocês vêm? – Graham perguntou. – De alguma maratona?
- Mais ou menos, Bernie respondeu. – Esse doido teve a ideia de vir até aqui ver o Elton, logo que ele chagasse com o clube da China e, no meio do caminho, largou o carro e resolveu vir correndo pra provar que ainda tinha energia.
- Correndo, Phillis? – Elton perguntou, abraçando Rod pela cintura.
- Só quatro quilômetros, amor! – disse Rod. – Seu baixinho tem boas pernas... em todos os sentidos, disse ele malicioso, tocando e acariciando as pernas de Bernie, que se afastou dele, rindo.
- O que é que vocês estavam fazendo juntos? – Elton quis saber.
- O John não disse? – Rod perguntou.
- Disse que Bernie estava ajudando você a elaborar seu novo álbum...
  Rod piscou para Bernie, dizendo:
- Ele omitiu a melhor parte, cowboy...
   Bernie corou levemente e exclamou:
- Rod Stewart! As paredes têm ouvidos! Quero ser amigo de Alana Hamilton pelo resto da minha vida e não pretendo enviuvar Toni Russo! Prenda essa sua língua suja nessa boca, tá?
- Ah, não seja falso, Taupin, você não é tão tímido assim. Sonso talvez, mas tímido não. Quem não te conhece que te compre. Não é, Sharon?
   Elton ficou olhando para ele por um momento, louco de vontade de matá-lo.
- Não falamos disso em público, Phillis... aqui não, calhorda! – falou baixinho, olhando para Bernie.
- Como foi lá na China? – Bernie perguntou, querendo mudar de assunto. – Pensei que você fosse pra casa. Apostei com o Rod que você não estaria aqui.
- E vou, mas quis vir com o time até aqui pra fazer uma avaliação geral da viagem.
- E por que não está com eles?
- Acabei dispensando todo mundo. Estou cansado demais, mas feliz.
- Valeu a ida até lá, então? – Bernie perguntou a Graham.
- Nossa! E como!
   Só então Elton percebeu que as pernas começavam a formigar com o peso de Rod sobre elas.
- Rod, quer sair do meu colo? Eu não estou podendo nem comigo. Aliás... como começou essa... parceria de vocês, posso saber?
- Não é parceria nenhuma, Bernie esclareceu. – Eu só escrevi duas letras pra ele.
- E eu particularmente fiquei muito “satisfeito”... Rod disse, acariciando o rosto de Bernie que bateu em sua mão, rindo.
   Uma das letras que ele havia feito para Rod havia sido “Satisfied”.
- Não fique com medo, Sharon, não vou roubar sua joia rara, falou Rod, sentando-se na mesa.
- E se tentar, eu processo os dois! – Elton disse, olhando para Bernie. – Quando você chegou?
- Anteontem, Bernie respondeu. – No mesmo avião do Nigel e do Wayne. Nigel falou que vocês iam fazer um show em Paris...
- Não vamos mais, ou melhor, vamos, mas não é...
- É, ele disse que você cancelou... depois o John marcou o show pra o mesmo dia na TV...
- Que rolo! – exclamou Rod, passando a mão pelos cabelos loiros.
- O John saiu de Los Angeles comendo o trem de pouso do avião, falou Bernie, rindo. – Ele esteve em casa antes e comentou comigo. Se você estivesse lá, não estaria vivo agora... Ele já anda meio atravessado com você desde a França...
- É, eu ando sendo meio injusto com ele sim... Mas eu já me desculpei e vou fazer o show no dia 27 sem reclamar. Ah, temos uma coisa mais importante que isso pra fazer.
- O quê?
- Dick James quer falar comigo...
  Bernie cruzou os braços e fez um ar de quem não gostou da novidade.
- E daí?
- E daí que eu quero que você vá junto.
- Mas você ainda não começou a processar esse cara? – Rod perguntou. – Se fosse eu já estava recebendo a bolada que ele me deve.
 - Não é tão fácil assim, Rod. Há mil e uma coisas por trás disso e eu não entro em brigas desse tipo sem pensar mil vezes antes.
- E enquanto você pensa, ele enrola mais um idiota.
- Mas eu não tenho culpa das idiotices do outros! – Elton falou, levantando-se, nervoso. – Eu tenho culpa da minha própria idiotice e não vou crucificar o homem por uma coisa que ele fez porque eu deixei! Está certo, ele me enrolou, enrolou a mim e ao Bernie, mas...
- Mas você tem peninha dele porque o cara está velho. Ora, Elton, tenha paciência!
- Isso é problema meu, certo? Deixa eu resolver. Você vai comigo, Bern?
- Quem disse que ele quer falar com você?
- John.
- E me quer junto?
- Você também é interessado. Queira ou não, ele não deve só a mim.
- E ele sabe disso, mas repito: ele quer que eu esteja nessa conversa?
- Isso não vem ao caso, disse Elton.
- Se me permitem a intromissão... alguma coisa me diz que ele quer conversar só com você pra te convencer de desistir do processo, disse Graham.
- Também acho, concordou Rod.
- Que seja, mas eu quero falar com ele. Graham, vem com a gente até lá pra casa. Depois eu peço pro Bob levar você até Lincoln.
- Oba! – disse ele, aceitando o convite.
- Sou capaz de pegar uma carona, falou Bernie.
- Não, senhor. Você não sai de Londres enquanto não falar com Dick James. Onde você disse que o Nigel estava?
- Eu não disse. Eles foram para Sunderland, até a casa dos Olsson.
- Nigel veio com a mulher?
- Não, já falei que ele veio só com o irmão. Ele falou que precisava voltar logo pra Georgia pra gravar o resto no novo álbum.
- O Davey está na Escócia com a família dele desde o final do mês passado e o Dee...
- Em Atlanta, mas eles sabem do show.
- Então vamos indo. Estou maluco pra tomar um longo banho.


                                 XIV – INQUIETO - PARTE 4

         OBRIGADA, SENHOR, PELAS MINHAS INQUIETAÇÕES...
                                 E PELAS MINHAS CERTEZAS!
                                                 BOM DIA!
                                  DEUS NOS ABENÇOE A TODOS

Velucy
Enviado por Velucy em 11/02/2020
Código do texto: T6863280
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Velucy
São Paulo - São Paulo - Brasil
1682 textos (11051 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/02/20 23:43)