Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oração da Meia Noite


 Meia noite.
 Corpos adormecem.
 Outros se preparam para o repouso,
 Alguns perambulam sem destino...

 Verticalmente os ponteiros do relógio se encontram,
 Assinalando vinte e quatro horas.
 Dirijo ao Senhor minhas palavras,,
 Ações e pensamentos agora.

 Brisa noturna invade meu espírito,
 Me acaricia o peito, a noite se cala.
 Enlaço as mãos, baixo a cabeça,
 Clamo por Deus no verdor da madrugada!

 Peço pelas crianças abandonadas
 Sem teto, sem carinho, sem alimentação...
 Jesus Cristo ilumine seus caminhos,
 Fortifique-as e as guarde no coração!

 Lembro-me dos assassinos, dos marginais,
 Daqueles que tornam a vida uma festa macabra...
 Que Deus lhes conceda o poder da regeneração
 Através da prática do bem e da alegria almejada.

 Não esqueço os ricos e os pobres,
 os falsos, invejosos e ambiciosos...
 Sei que a Sabedoria Suprema intercederá,
 Tornando suas vidas em padrões venturosos!

 Há os que padecem de dissabores físicos
 E os que fixaram residência nos leitos dos hospitais...
 Deus, Nossa Providência, Mestre dos Mestres,
 Não lhes permitirá que aconteça nada de mal!

 Às pessoas que sofrem de tristeza, saudade,
 Àquelas que não encontraram a felicidade...
 A fé em Nosso Senhor, sem dúvidas,
 As conduzirão com destino à eternidade!

 Não posso olvidar os que fazem as guerras,
 Homens inescrupulosos de mentes anormais...
 A mão misericordiosa do Senhor Jesus.
 Mostrará em linha reta o caminho da paz!

 Oro por meus amigos e familiares,
 Peço esperança e um futuro promissor...
 Sinceramente agradeço ao Divino Mestre,
 Sede da Sabedoria e do meu amor!

 No silêncio da madrugada, adormeço...
 Finalizo o meu rosário de preces.
 Enternecido, sonho fantasias mágicas.
 Desperto. Louvo a Deus pelo dia que amanhece!
Ivan Melo
Enviado por Ivan Melo em 15/10/2009
Código do texto: T1866885

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Melo
Carpina - Pernambuco - Brasil, 66 anos
2004 textos (24620 leituras)
5 e-livros (121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 02:18)
Ivan Melo