Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juízo e Justiça ensina-nos, Senhor!




Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração;
contarei todas as tuas maravilhas.
Em ti me alegrarei e saltarei de prazer;
cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.

Porquanto Tu ó Senhor, tens sustentado o meu direito e a minha causa; Tu te assentaste no tribunal, julgando justamente;

Repreendeste as nações, desmascarastes os ímpios;
o nome dos malignos não prevaleceram;
 a sua desonra não foi apagada; o nome deles foram desmoralizados para sempre e eternamente.

Oh! inimigos! Vós não prevalecereis!
Sem Justiça não há salvação!
A Justiça do Senhor nosso Deus vos alcançará;
vós caireis e não permanecereis.


Porque o Senhor Deus está assentado perpetuamente;
já preparou o Seu Tribunal para julgar.

Deus mesmo julgará o mundo com justiça;
exercerá juízo sobre povos com retidão.

O Senhor será também um alto refúgio para o oprimido;
um alto refúgio em tempos de angústia.

Em ti confiarão os que conhecem o Teu nome, ó Altíssimo;
porque Tu, Senhor, nunca desamparaste os que te buscam.

Cantai louvores ao Senhor, que habita nos Céus;
anunciai entre os povos os seus feitos, pois são incomparáveis.

Porque o Senhor não se esquece do clamor dos aflitos;
contra os malvados impiedosos não deixa de trazer juízo e justiça.


Quanto a mim, clamo, porque meu coração está entristecido;
Tem misericórdia de mim, Senhor, olha as preocupações que me
assolam, olha o desprezo a que minha alma está lançada;
Clamo a Ti, ó Senhor Deus poderoso,
Tu que me envias proteção;
Tu que me levantas das portas da morte.

Para que eu te cante louvores junto ao teu povo,
e na alegria da Tua Salvação, agradeça pelas bençãos
de Tuas mãos alcançadas, porque Teu Poder está de contínuo
em favor dos teus filhos.


Os ímpios armaram ciladas, mas enterraram-se na cova que fizeram;
na rede que ocultaram ficou preso o seu pé.

O Senhor é conhecido pelo juízo que fez;
enlaçado foi o ímpio nas obras de suas mãos.

Os ímpios serão lançados no inferno;
e todas as nações que se esquecem de Deus,
desviando-se para seus caminhos tortuosos, perecerão.


Porque o necessitado não será esquecido para sempre,
nem a expectação dos pobres perecerá perpetuamente.

Levanta-te, Senhor; não prevaleçam os homens iníquos;
sejam julgados os ímpios diante da tua face.

Põe-os em medo, Senhor, para que saibam as nações
que são formadas por meros homens e que sem Justiça,
não há salvação.

Juízo e Justiça ensina-nos, Senhor, para que andemos
segundo as Tuas Leis Eternas, e nelas caminhemos
com o conhecimento que Tu nos concede, em sabedoria,
onde a paz e a alegria alcançarão nossas almas.

Louvado seja o Deus Criador de tudo o que há!
Amém! Aleluia!


Aleluia - (Hallelujah) - Patricia Souza - Letra
https://www.youtube.com/watch?v=MiZ2N7rP2CA


Maria Tereza Bodemer e Salmos 9
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 29/10/2019
Reeditado em 29/10/2019
Código do texto: T6781780
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Tereza Bodemer - Recanto das Letras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Tereza Bodemer
Rolim de Moura - Rondônia - Brasil, 57 anos
991 textos (23463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:28)
Maria Tereza Bodemer