Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lindeza Natural

Quero ser um animal. Cansei de ser gente. Feia, errada e torta. Quero ser lobo e ter aquela liberdade indizível da Mãe Natureza enquanto corro de encontro com algo que posso ser lindo e eu mesmo ao mesmo tempo. Sendo só uma coisa. Quero sentir o vento frio em minha pele. Bem frio. Mas que eu ainda agüente e queria mais frio ainda. Só assim sei que me posso sentir vivo. Pois o fora é frio, eu sou quente e é ai que mora a diferença entre uma pedra e um ser humano: Vida e Calor. Quero ser um lobo jovem, vivo e transparente, translúcido e que atravesse a sanidade viva de mim mesmo. Aquele mundo que sonho tanto ir, o mundo dos pensamentos que são feitos sem dono nem autor. São simplesmente eles mesmos, como me desejo ser. Lá posso ser o que quero até eu mesmo e algo mais que quero ser, mas aqui, nesse triste mundo humano e escuro não o posso. E então, poderei ser luz. Luz que ilumina. Sonho com ela todo dia que passo aqui nessa prisão que nos colocamos para prender a ser melhores. Quero também ser melhor, mas como lobo. Ter focinho, pêlo e dentes afiados para poder me defender de meus inimigos. Acordar de manhã e ver meus irmãos e irmãs dormindo e protegê-los, como sei que fariam comigo. Ira até o fim de uma colina e ficar vendo o pôr-do-sol em algum fim de tarde. Ter focinho gelado e orelhas em pé. Ter olhos que enxergam muito mais que esses dois que são humanos e que quase nada enxergam da verdadeira vida.
Jean Marcel Delacroix
Enviado por Jean Marcel Delacroix em 24/06/2009
Código do texto: T1665147


Comentários

Sobre o autor
Jean Marcel Delacroix
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 28 anos
38 textos (783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 13:59)
Jean Marcel Delacroix